Tag Archive: FOTOGRAFIA


FOTOGRAFIA

blastedheath: Conrad Felixmüller (German, 1897-1977), Portrait…

 
 

blastedheath:

Conrad Felixmüller (German, 1897-1977), Portrait of Max Liebermann, 1926. Woodcut, 50 x 39.5 cm.

2 horas atrás

nataliakoptseva: 1490-1516 Hieronymus Bosch The Last Judgement…

 
 

nataliakoptseva:

1490-1516 Hieronymus Bosch

The Last Judgement (detail)

 Central panel 163×127, 5 cm

Akademie der Künste Vienna Büdenden

2 horas atrás

Photographed by John Florea

 
 

Photographed by John Florea

2 horas atrás

nataliakoptseva: 1488 1490 Leonardo da Vinci Lady with an…

 
 

nataliakoptseva:

1488 1490 Leonardo da Vinci

Lady with an Ermine

detail

2 horas atrás

cosmosonic: Twiggy and Patrick MacNee  

 
 

cosmosonic:

Twiggy and Patrick MacNee  

6 horas atrás

Untitled by Zoltán Koi

 
 

Untitled by Zoltán Koi

 

Zoltán Koi: Photos · Blog 

     

http://500px.com/photos

Waiting for hope by Mostafa Hamad

 
 
 

Waiting for hope by Mostafa Hamad

This picture may be amazing for some people and may be the opposite for another but the subject of the picture remains the most important: to reinforce it: a child covered with the Iraqi flag in front of the Eiffel Tower in Paris, a snapshot does not mean more than wait and hope for an Iraqi immigrant in the West, even for another people not inmigrants , may be one day they sat at this place meeting contemplating the past in the present.

Mostafa Hamad: Photos · Blog 

     

7 horas atrás

. by Silena Lambertini

 
 
 

. by Silena Lambertini

Siediti qui e dalle un bacio….. Solo un gioco 🙂

Silena Lambertini: Photos · Blog 

     

7 horas atrás

Swallowtail by Fabio Giarrizzo

 
 
 

Swallowtail by Fabio Giarrizzo

A portrait of an european swallowtail (Papilio machaon), taken last week on early morning- thanks for looking, Fabio

Fabio Giarrizzo: Photos · Blog 

     

8 horas atrás

Exterior Color by Alfon No

 
 
 

Exterior Color by Alfon No

 

Alfon No: Photos · Blog 

     

8 horas atrás

Impression Liu San Jie (印象刘三姐), Yangshuo by Woosra Kim

 
 
 

Impression Liu San Jie (印象刘三姐), Yangshuo by Woosra Kim

Located in Southern China’s Guanxi Province (广西省), Yangshuo is a beautiful town that attracts millions of tourists every year.Despite this huge tourism boom, Yangshuo remains a picturesque place, with amazing scenery provided by the Li River and limestone mountains.Every night, an incredible performance of song and lights takes place on the river, called Liu San Jie, in the world’s largest outdoor theater.

Woosra Kim: Photos · Blog 

     

8 horas atrás

Lighting the pass by Dylan Toh & Marianne Lim

 
 
 

Lighting the pass by Dylan Toh & Marianne Lim

Arthur’s PassNew ZealandAn image of Arthur’s Pass township by night taken on a clear evening. Due to the orientation of the milky way, I tried to find a location just out of town looking in that aspect – The panorama was taken from the devil’s punchbowl falls track

Dylan Toh & Marianne Lim: Photos · Blog 

     

8 horas atrás

SPRING by Mirna Vidić

 
 
 

SPRING by Mirna Vidić

 

Mirna Vidić: Photos · Blog 

     

9 horas atrás

Ghost rider by juandevillalba (JDV)

 
 
 

Ghost rider by juandevillalba (JDV)

 

juandevillalba (JDV): Photos · Blog 

     

9 horas atrás

Heaven On Earth. by FaceChoo Yong

 
 
 

Heaven On Earth. by FaceChoo Yong

At Nagarkot, Nepal.

FaceChoo Yong: Photos · Blog 

     

10 horas atrás

Central Sun Photosynthesis by Josep Sumalla i Jordana

 
 
 

Central Sun Photosynthesis by Josep Sumalla i Jordana

☀ Arrival of the irradiation from the Central Sun of the Galaxy to the Earth ☀

Josep Sumalla i Jordana: Photos · Blog 

     

11 horas atrás

Sleepless in Seoul by Almer Frades

 
 
 

Sleepless in Seoul by Almer Frades

The concrete jungle of Seoul as far as the eye can see never stops with jagged mountain ridges surrounding the metropolis. What lies beneath is a massive subterranean superhighway that is incredibly organized that you don’t need to go up at ground zero in order to navigate to any point in the greater metropolitan area where 20 million people reside and work. It is believed that, at any peak hour, there are over a million very disciplined, very polite Koreans navigating the metro Seoul subway system. I made my daily commute of less than an hour from home to our office tower right down there. And while on my way, I can search the world wide web faster than the speeding subway train in the metro, with the wifi readily available. Seoul is unlike any other place, the people, the food, the information superhighway and the subterranean world is very much intertwined with each other. Welcome world to my home away from home – Seoul. Much thanks for the likes!

Almer Frades: Photos · Blog 

     

11 horas atrás

Untitled by Kent Atwell

 
 
 

Untitled by Kent Atwell

 

Kent Atwell: Photos · Blog 

     

12 horas atrás

Super Girl by Amanda Diaz

 
 
 

Super Girl by Amanda Diaz

 

Amanda Diaz: Photos · Blog 

     

http://500px.com/photos

Skye Table by K. R. Whitley

 
 
 

Skye Table by K. R. Whitley

The sun breaks through the looming storm clouds over the Quiraing, on the Isle of Skye.

K. R. Whitley: Photos · Blog 

     

9 horas atrás

Rincones 5 by Jorge Cacharrón

 
 
 

Rincones 5 by Jorge Cacharrón

 

Jorge Cacharrón: Photos · Blog 

     

11 horas atrás

The tunnel through the grass by Ingrid Lamour

 
 
 

The tunnel through the grass by Ingrid Lamour

We saw her coming down the path.We laid in the grass and waited until they showed up in front of us in the tunnel of grass.She was not scared and just ran past us!It was really a great feeling!

Ingrid Lamour: Photos · Blog 

     

12 horas atrás

Pretty ll by Cris T

 
 
 

Pretty ll by Cris T

Descanso Garden flower fields….Thanks for coming friends.Have a marvelous weekend….

Cris T: Photos · Blog 

     

13 horas atrás

Machapuchare (Mt. Fishtail) by Steffen Walther

 
 
 

Machapuchare (Mt. Fishtail) by Steffen Walther

Morning glory by looking out of my window in Ghandruk, Nepal. Machapuchare (also known as Mt. Fishtail), 6.997m, right ahead in the early morning light. A memorable scene. Visit Steffen Walther Photo|Graphics at Facebook and give a LIKE Also look at www.steffenwalther-photographics.de

Steffen Walther: Photos · Blog 

     

14 horas atrás

Paris by Viktor Korostynski

 
 
 

Paris by Viktor Korostynski

 

Viktor Korostynski: Photos · Blog 

     

15 horas atrás

. by Anton Martinec

 
 
 

. by Anton Martinec

 

Anton Martinec: Photos · Blog 

     

16 horas atrás

Will Find by iDruz Arsyad

 
 
 

Will Find by iDruz Arsyad

 

iDruz Arsyad: Photos · Blog 

     

17 horas atrás

Who’s the Boss? by Kamesh Nookala

 
 
 

Who’s the Boss? by Kamesh Nookala

I loved this pose of the bird. They have a family settled on this tree and this one protecting the little ones from enemies.I gave the caption considering its pose 🙂

Kamesh Nookala: Photos · Blog 

     

19 horas atrás

Peaceful by Tepparit CHx

 
 
 

Peaceful by Tepparit CHx

Peace in Long Exposure …

Tepparit CHx: Photos · Blog 

     

7 horas atrás

The Rainbow of Istanbul by Mostafa Hamad

 
 
 

The Rainbow of Istanbul by Mostafa Hamad

While We were crossing the sky, I captured this rainbow above the city of Istanbul! Just a moment of good luck!(published on national geographic)

Mostafa Hamad: Photos · Blog 

     

7 horas atrás

Obstacles by Giuseppe Peppoloni

 
 
 

Obstacles by Giuseppe Peppoloni

Equitazione – Salto ostacoli

Giuseppe Peppoloni: Photos · Blog 

     

8 horas atrás

Strange World by Dragan Djuric

 
 
 

Strange World by Dragan Djuric

Plitvicka Jezera, Croatia.

Dragan Djuric: Photos · Blog 

     

8 horas atrás

Seventies Mercedes by Jeremey K

 
 
 

Seventies Mercedes by Jeremey K

A 1970’s Mercedes sedan.

Jeremey K: Photos · Blog 

     

8 horas atrás

This is Australia by Paul Emmings

 
 
 

This is Australia by Paul Emmings

Ayres Rock please mind the roo’s. This was around 07.30 , the sun is just behind the rock , and we are about to walk right around it . You have to start the walk prior to 11.00 hrs . The walk is closed after that due to the heat. 3 hour walk with fly net on your head.

Paul Emmings: Photos · Blog 

     

8 horas atrás

Selinunte Italy by Russo Francesco

 
 
 

Selinunte Italy by Russo Francesco

 

Russo Francesco: Photos · Blog 

     

8 horas atrás

AgriColor by Lorenzo ROSIGNOLI

 
 
 

AgriColor by Lorenzo ROSIGNOLI

foto effettuata utilizzando solo il polarizzatore ottico ed un filtro grigio NDG; la bellezza delle colline della Val d’Asso, una valletta contigua alla Val d’Orcia, immersa in una luce fantastica, un cielo spettacolare, e con un’agricoltura tanto intensiva quanto armonica …. (colza!) difficile vedere qualcosa di + bello …. almeno in quel giorno …. ***************** photo tooked using only the optical polarizer and a NDG grey filter; the beauty of the hills of the Val d’Asso, a little area adjacent to the Val d’Orcia, immersed in a fantastic light, a spectacular sky, and intensive agriculture such as harmonic …. (rape) hard to see something + beautiful …. at least on that day ….

Lorenzo ROSIGNOLI: Photos · Blog 

     

9 horas atrás

quietness by mauro maione

 
 
 

quietness by mauro maione

 

mauro maione: Photos · Blog 

     

O dono da Louis Vuitton decidiu continuar a ser francês

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

O dono da Louis Vuitton decidiu continuar a ser francês

PAULO NOGUEIRA 11 DE ABRIL DE 2013 12 Bernard Arnault anuncia que desistiu de virar belga para fugir dos impostos na França.  Arnault 
Some, rico imbecil! A manchete de hoje do jornal francês Libération reverberou por toda a Europa, em setembro passado. O alvo foi o homem mais rico do país, Bernard Arnault, dono de um império que inclui marcas como a Louis Vuitton. A raiva do Libération, e de milhões de franceses que o chamaram de parasita e outras coisas do gênero, derivou da informação de que Arnault estava pedindo cidadania belga no exato instante em que o presidente François Hollande fez o que tinha prometido fazer para reduzir a iniquidade social no país e melhorar as contas públicas: aumentar temporariamente os impostos de quem ganha acima de 1 milhāo de euros por ano. Pois Arnault decidiu não sumir. Ele anunciou esta semana que desistiu do refúgio belga. A repercussão negativa o fez suspeitar que a imagem de suas marcas pudesse ser prejudicada com seu gesto nada patriótico. Entendo o Libération. Você não constrói, ou reconstrói, um país com pessoas que colocam seus interesses pessoais acima de tudo. Ao contrário. Você descontrói. Os Estados Unidos são uma demonstração pungente disso. A florescente Escandinávia, onde o interesse público vem na frente do interesse privado, estaria em pedaços se seus empresários e milionários tivessem a têmpera de Bernard Arnault. Não. Lá se criou um consenso segundo o qual impostos elevados são a contribuição indispensável de corporações e ricos para a manutenção de uma sociedade avançadíssima. Há, nos países economicamente mais encrencados do ocidente, uma enorme confusão no quesito taxação. Pouco antes das eleições francesas, o premiê britânico David Cameron disse, sorrindo, que estenderia um tapete vermelho aos empreendedores locais que desejassem escapar de Hollande. Cameron mal pusera ponto final em sua frase quando seu governo anunciou a intenção de combater severamente a chamada evasão legalizada – e amoral – de impostos. Um comediante célebre foi exposto ao desprezo e escárnio da opinião pública quando se soube que ele usara um truque para pagar um imposto irrisório. O próprio Cameron o repreendeu. É hora de trazer transparência à discussão de impostos também no Brasil. Não há nada mais importante, neste campo, do que construir um consenso como fez a Escandinávia. Durante muitos anos, o assim chamado Custo Brasil – tão propagado pela mídia – não serviu senão para encobrir a inépcia administrativa de empresas protegidas durante décadas por reserva de mercado e depois expostas à competição. Quanto grandes empresas nacionais se adestraram na arte do planejamento fiscal  pode ser avaliado pa informação recentemente veiculada pela seção Radar da Veja segundo a qual a Receita está cobrando na Justiça as Organizações Globo por uma dívida multibilionária. Dilma não tem o direito de ser ingênua aí. Que ela se inspire nos escandinavos. A complacência fiscal — da qual se beneficiam os poderosos, porque os assalariados não têm o que fazer — é a receita da iniquidade social e da ruína econômica de um país. ^Topo TAGS » Bernard ArnaultdcmFrançois HollandeImpostos devidos pela GloboLouis Vuitton Postado em » Economia 

Sobre o autor: Paulo NogueiraVeja todos os posts do autor Paulo Nogueira

O jornalista Paulo Nogueira, baseado em Londres, é fundador e diretor editorial do site de notícias e análises Diário do Centro do Mundo.

Related »

O novo vídeo da coleção de outono Louis Vuitton é acusado de promover a prostituição

O novo vídeo da coleção de outono Louis Vuitton é acusado de promover a prostituição

Depardieu traiu Danton e a França

Depardieu traiu Danton e a França

O significado da vitória de François Hollande

O significado da vitória de François Hollande

“Vive la gauche!”

“Vive la gauche!”

21 minutos atrás

A verdadeira história da arca de Noé

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

A verdadeira história da arca de Noé

KIKO NOGUEIRA 11 DE ABRIL DE 2013 0  ^Topo TAGS » arca de noéhumorPorta dos Fundos Postado em » Video do dia 

Sobre o autor: Kiko NogueiraVeja todos os posts do autor Kiko Nogueira

Diretor-adjunto do Diário do Centro do Mundo. Jornalista e músico. Foi fundador e diretor de redação da Revista Alfa; editor da Veja São Paulo; diretor de redação da Viagem e Turismo e do Guia Quatro Rodas. 
Twitter –

Related »

Sai daí, Adnet, antes que o Zorra Total te pegue

Sai daí, Adnet, antes que o Zorra Total te pegue

Como lidar com o namorado da sua filha adolescente

Como lidar com o namorado da sua filha adolescente

Por que Louis CK é tido como o melhor comediante do mundo hoje

Por que Louis CK é tido como o melhor comediante do mundo hoje

Como ganhar US$ 33 milhões por ano fazendo piadas

Como ganhar US$ 33 milhões por ano fazendo piadas

24 minutos atrás

Ministra Helena Chagas é chamada a explicar apoio maciço à mídia conservadora

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

Charge do Bessinha

por Nogueira Junior 
  Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  8 horas atrás

Ministra Helena Chagas é chamada a explicar apoio maciço à mídia conservadora

por Nogueira Junior

Helena Chagas é a secretária de Comunicação Social da Presidência da República

Correio do Brasil   “A ministra-chefe da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, Helena Chagas, recebeu na manhã desta quinta-feira o requerimento do deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), protocolado na véspera, junto ao Gabinete da Liderança do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados, para que ela explique aos parlamentares petistas os critérios utilizados para o direcionamento da mídia publicitária do Governo Federal. No documento, Pimenta solicita a realização de um seminário, em data a ser definida, sobre a Democratização dos Meios de Comunicação no Brasil e que, além da ministra Helena Chagas, também sejam convidados representantes de blogueiros, das rádios comunitárias, além de representante das mídias regionais do Brasil.

– Quero levar para dentro da bancada do PT este debate. Já estamos há mais de 10 anos com Governos populares neste país, com o presidente (Luiz Inácio) Lula (da Silva) e agora com a presidenta Dilma (Rousseff), mas em praticamente nada se alterou a concentração das verbas publicitárias do Governo Federal para os grandes meios de comunicação, em detrimento de uma política de afirmação de uma mídia regional e de formas alternativas de informação – criticou Pimenta.” Matéria Completa, ::AQUI::   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  8 horas atrás

Bermudes ao 247: “Pago do meu bolso a festa do Fux”

por Nogueira Junior 
Advogado carioca Sergio Bermudes, que oferecerá festa para centenas de convidados no aniversário de 60 anos de Luiz Fux, e também emprega em seu escritório sua filha Mariana, rechaça a insinuação de que tenha alguma relação privilegiada com o ministro do Supremo Tribunal Federal; sobre a afirmação de Joaquim Barbosa sobre “conluio” entre advogados e juízes, ele foi enfático: “é mais uma das leviandades do ministro Barbosa”; ele afirma que, apesar da festa, Fux terá “total isenção” para votar em causas do seu escritório no STF
Brasil 247
Recentemente, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, afirmou, numa reunião do Conselho Nacional de Justiça, que um dos grandes problemas do Judiciário é o “conluio” entre advogados e juízes. Segundo Barbosa, haveria relações promíscuas entre membros da comunidade forense, contaminando a lisura de decisões judiciais.
Hoje, em sua coluna na Folha de S. Paulo, a jornalista Mônica Bergamo, dá uma nota sobre algo que Barbosa chamaria de “conluio” se o personagem envolvido não fosse o ministro Luiz Fux, um dos seus principais aliados no julgamento da Ação Penal 470, do chamado mensalão. Segundo Mônica Bergamo, o advogado Sergio Bermudes, que emprega em seu escritório Mariana Fux, filha de Luiz Fux e candidata a uma vaga de desembargadora, oferecerá uma festa para mais de 200 convidados em sua residência no próximo dia 26, data do aniversário de 60 anos do ministro. Entre os convidados, estão o governador Sergio Cabral e o prefeito Eduardo Paes.” Matéria Completa, ::AQUI::   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  9 horas atrás

O colar de tomates de Ana Maria Braga

por Nogueira Junior 
Altamiro Borges, Blog do Miro
“A desavergonhada campanha da TV Globo pelo aumento da taxa de juros ganhou ontem uma nova adesão. A apresentadora Ana Maria Braga, a mesma que protagonizou em 2007 o movimento direitista “Cansei” pelo impeachment de Lula, apareceu no seu programa matinal “Mais você” vestindo um colar de tomates. Patética, ela ironizou que o produto é “uma joia”, seguindo a linha de ataque da poderosa emissora ao novo perigo vermelho que ameaça descontrolar a inflação e jogar o país no caos completo.
A pressão da mídia rentista pela alta dos juros é implacável. Ela tem como alvo imediato a próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, marcada para 16 e 17 de abril. Os bancos privados, com seus bilionários anúncios publicitários nos jornais, revistas, rádios e tevês, devem estar gratos pelo empenho. Neste bombardeio são acionados alguns jornalistas e “analistas de mercado” – nome fictício dos porta-vozes dos agiotas do capital financeiro. E agora também entrou em campo a eterna “cansada”.
O irônico é que no mesmo dia em que Ana Maria Braga usou o seu ridículo colar de tomates, a Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp) informou que o preço do produto sofreu uma queda no preço de 43%. Segundo Mauro Zafalon, do UOL, “pisoteado nas últimas semanas, o tomate deverá ser esquecido a partir de agora. A oferta melhora, e os preços começam a voltar ao normal… O tomate viveu nos últimos meses um período de incertezas agrícolas, muito comum a vários produtos do setor”.
A notícia confirma o que muitos já desconfiavam. A mídia rentista aproveitou a alta sazonal do preço do tomate para fazer terrorismo pelo aumento dos juros. Até a colunista Miriam Leitão, uma arqui-inimiga do governo Dilma, reconheceu ontem no próprio O Globo que o recente aumento da inflação é um fenômeno momentâneo. Da próxima vez que for usar o seu programa numa concessão pública de radiodifusão para fazer política, ao invés do colar de tomates Ana Maria Braga poderia pendurar umas melancias no pescoço!”   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  9 horas atrás

PV e PPS acabam com o bloco partidário na Câmara dos Deputados

por Nogueira Junior 
Iolando Lourenço, Agência Brasil
“O bloco partidário formado pelo PV e pelo PPS na Câmara, em 31 de janeiro de 2011, foi desfeito hoje (11), de comum acordo entre os líderes dos dois partidos, deputados Rubens Bueno (PPS-PR) e Sarney Filho (PV-MA). A decisão dos dois líderes já foi comunicada à Mesa Diretora da Casa. Com o bloco parlamentar, os partidos conseguiam maior espaço na formação das comissões técnicas da Câmara.
O PPS tem 11 deputados federais e o PV, 10. Os dois juntos tinham uma bancada de 21 deputados e, com isso, tiveram direito a escolher a presidência de uma comissão técnica, a do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, que é presidida pelo deputado Penna (PV-SP). O primeiro vice-presidente é o deputado Sarney Filho e o segundo é o deputado do PPS Arnaldo Jordy (PA). 
Ao desfazer o bloco, o deputado Rubens Bueno disse que tanto o PPS como o PV têm  projetos próprios para as eleições do ano que vem e que não haviam justificativa de continuarem juntos em bloco partidário.  “O PV está em busca de candidatura própria a presidente e o PPS também trabalha com seu projeto oposicionista para disputar o Planalto. Achamos melhor cada partido tocar o seu projeto de forma independente, buscando maior visibilidade e construindo projetos para 2014”,  disse o deputado Rubens Bueno.” 

26 minutos atrás

Brasil tem nova chance de relação especial com EUA

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

Brasil tem nova chance de relação especial com EUA

: Encontro costurado entre os presidentes Barack Obama e Dilma Rousseff, nos Estados Unidos, ganha status especial, com direito a tapete vermelho, jantar formal na Casa Branca e cerimônia militar; é a primeira vez que isso acontece em quase duas décadas e pode sinalizar um recomeço nas relações Brasil-EUA, que estiveram congeladas nos últimos anos; na prática, é um reconhecimento do novo peso regional do Brasil e um espaço para reivindicações como a vaga no Conselho de Segurança   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Maluf terá que devolver US$ 28,3 milhões a SP

: Justiça de Jersey nega recursos apresentados pelo ex-prefeito e os valores serão restituídos à prefeitura comandada por Fernando Haddad; na ação, a cidade argumentou que o dinheiro, que está em contas no exterior de empresas da família Maluf, veio de propinas pagas em um esquema de fraudes para desvio de recursos durante a construção da Avenida Roberto Marinho   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  11 horas atrás

Garotinho promete reestatizar o Maracanã

: “Quando eu ganhar a eleição podem ter certeza que o Maracanã voltará a ser público”, publicou o deputado federal Anthony Garotinho (PR-RJ) em seu blog; ele comentava nota do colunista da Veja Lauro Jardim, que disse ser improvável que Garotinho consiga se eleger governador do Rio em 2014   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  11 horas atrás

Noblat: Fux reforça suspeita de que Dirceu diz verdade

: “Ao preferir o silêncio em tais circunstâncias, Fux só reforça a suspeita de que Dirceu disse a verdade”, diz o blogueiro Ricardo Noblat ao comentar a entrevista que o ex-ministro José Dirceu deu à Folha de S.Paulo; depois de Dirceu dizer que Fux o procurou durante campanha para ser indicado ao STF, o ministro mandou dizer que “não polemiza com réu”   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  12 horas atrás

“PPS não tem perspectiva de candidatura de Serra”

: Segundo o presidente nacional do PPS, Roberto Freire, a ideia do PPS ao convidar o ex-governador de São Paulo para seu projeto “é de que Serra possa vir a ser uma grande liderança no Sul e no Sudeste para ajudar a consolidação de Eduardo Campos”; deputado federal deixou claro sua preferência para 2014   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  12 horas atrás

Megaoperação contra corrupção foi política?

: É o que dizem advogados criminalistas sobre a operação integrada do Ministério Público Federal que prendeu 93 pessoas em 12 estados por diversos crimes nesta semana; “Essa megaoperação foi feita por conta e ordem da discussão da PEC 37 [que propõe reservar à polícia o poder de investigação]. Utilizaram o poder repressivo para satisfação de seus interesses corporativos”; critica Alberto Toron; procurador-geral da República, Roberto Gurgel disse que a ação mostrou à sociedade como a aprovação da PEC 37 pode prejudicar o País; delegados da PF lamentaram “utilização demagógica e política do Ministério Público”   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  13 horas atrás

“Temos falhas também”, afirma Goretti Reis, sobre Saúde de Aracaju

: Em apresentação na Câmara de Vereadores, secretária da Saúde da capital reafirmou existência de mais de R$ 60 milhões em dívidas,  falou da falta de medicamentos, do não cumprimento de cirurgias e da possibilidade de perda de recursos federais para construção de novos postos de saúde por falta de terrenos; Goretti disse que é preciso deixar os problemas da gestão anterior no passado e começar a enfrentar as demandas do presente; “temos que otimizar custos e buscar novas alternativas de financiamento”, frisou 

26 minutos atrás

Marin e a ala radical da ditadura

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

Marin e a ala radical da ditadura

por noreply@blogger.com (Miro) Da revista CartaCapital:

Abertos para a consulta pública desde 1º de abril, os arquivos do Dops (Departamento de Ordem Política e Social) começam a trazer à tona as primeiras revelações inconvenientes que relacionam personalidades públicas e políticas à ditadura. A primeira vítima dos documentos militares é o atual presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e do COL (Comitê Organizador Local), José Maria Marin, conforme levantamento dos repórteres Aiuri Rebello e Rodrigo Mattos, do portal UOL.

Segundo a reportagem, os documentos analisados comprovam que Marin teve ligação com a ala mais radical do governo militar, além de possuir conexões com órgãos de vigilância e de repressão e de ter feito elogios ao regime. A fonte das informações são os arquivos do Dops, do SNI (Sistema Nacional de Informação) – ambos órgãos que reuniam as investigações do regime – e da Assembleia Legislativa.

Carreira política

A reportagem lembra que Marin estreou no mundo político com 31 anos, sob o cargo de vereador da cidade de São Paulo, em 1964, pouco antes do golpe militar. Meses depois, o cartola abandonou o partido ao qual era filiado, o PRP (Partido de Representação Popular), para unir-se em 1966 à Arena (Aliança Renovadora Nacional), partido da ditadura.

Este foi o início de sua ascensão sob a tutela e apoio da ala radical da ditadura. Do lado do regime, Marin foi alçado à presidência da Câmara de Vereadores graças a manobras nos bastidores do Ministério da Justiça, cujo titular era Gama e Silva, e de militares, segundo os documentos do SNI. Gama e Silva foi o jurista responsável por redigir o AI-5 (Ato Institucional-nº 5), medida que cassou direitos políticos e instituiu o período mais negro da ditadura no fim de 1968.

Sempre segundo o UOL, a análise dos documentos do SNI descreve os caminhos de Marin na Câmara e o que seus companheiros parlamentares pensavam da atuação do atual dirigente esportivo: “[Marin] É considerado fraco por seus pares. Consta que sua candidatura tem apoio de círculos militares e de elementos ligados ao ministro da Justiça.” E, depois, o organismo analisou seu trabalho à frente da Câmara: “todos os atos de Marin (…) são “sugeridos” pelo esquema que o elegeu presidente da Casa”.

Aliado fiel

Os documentos, tanto no SNI quando no Dops, também mostram que não houve registro de atitude “subversiva” da parte de Marin. O comportamento regrado do político era visto como fidelidade ao regime e, com isso, não demorou para Marin ascender na política durante a ditadura.

Outro movimento político chave para Marin, segundo apurou o UOL, foi a troca de correntes entre os governistas. De acordo com os registros, o presidente da CBF traiu Luis Roberto Alves da Costa, que o levara à presidência da Câmara dos Vereadores, para se aliar ao prefeito biônico Paulo Maluf. Irritado com a traição, Alves da Costa tentou trabalhar contra Marin, sugerindo até a cassação de seu mandato, o que nunca ocorreu.

Os arquivos também mostram que Marin seguiu próximo ao regime nos anos seguintes, tendo participado da posse do general Emilio Garrastazu Médici, que depois virou presidente, no comando do III Exército.

Morte de Herzog

Já em 1975, o político fez dois discursos pedindo providências sobre a TV Cultura. Ele dizia que algumas reportagens não retratavam corretamente o governo e causavam “intranquilidade” nos lares paulistas. Pouco depois, o jornalista da emissora Vladimir Herzog foi preso e assassinado pelo DOI-Codi, organismo de repressão.

Um ano depois, na Assembleia, Marin elogiou o delegado Sergio Paranhos Fleury, um dos líderes do instrumento de repressão do Dops, onde Herzog morreu. “Não só honra à polícia de São Paulo, como também há muito é motivo de orgulho inclusive à população de São Paulo”, discursou.

Para Marin, os benefícios do golpe eram “indiscutíveis”, não podendo restar dúvida sobre isso.

Com esse discurso, ele se tornou vice-governador pela Arena, em 1978, na chapa encabeçada por seu antigo aliado Paulo Maluf.

Os indícios de sua ligação com aspectos mais truculentos do regime não cessaram como mostra um relatório do CISA (Inteligência da Aeronáutica), de 1980, sobre assalto ao jurista Dalmo Dallari Gama.

Reconhecido defensor da democracia, Dallari foi espancado e acusou um grupo paramilitar de direita como responsável pela ação. Segundo ele, o então vice-governado tinha ligações com a agressão. O político negou e prometeu que o Dops, o órgão acusado de repressão na década de 1970, iria apurar o caso.

Já como governador, após a renúncia de Maluf, Marin passou a ser protegidos por policiais do Dops. O departamento de polícia registrou cada viagem ou participação do político em eventos públicos, como revelam os boletins do órgão. O objetivo era identificar se havia protestos contra o governador e contra o regime.

Questionado pelo UOL Esporte sobre os fatos relatados nos arquivos da ditadura, Marin se negou a falar sobre o assunto. Em texto à Folha de S. Paulo, publicado na quarta-feira 10, afirmou que era do partido do governo, mas que era “sabido por todos (…) que os deputados não tinham o menor poder sobre os órgãos do Estado”. E completou: ”Ninguém deve negar a própria biografia. E a minha vida pública sempre foi (…) pautada pelos princípios republicanos que até hoje me guiam”, disse, afirmando ter aprendido que “liberdade e justiça” devem andar juntas.

O atual presidente da CBF ainda ressaltou que, como governador, extinguiu o Dops de São Paulo.  Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  7 horas atrás

A festa da democracia em Caracas

por noreply@blogger.com (Miro) Por Renata Mielli, de Caracas, no blog ComunicaSul:
Nesta quinta-feira, o povo venezuelano mostrou ao mundo que as lideranças políticas são fundamentais, mas que a consciência forjada em 14 anos de revolução bolivariana é a base da formação do principal protagonista do processo político em curso na Venezuela: o povo.

E foi este povo que ocupou dezenas de quilômetros de ruas e avenidas de Caracas para demonstrar seu apoio irrestrito à revolução, sua lealdade ao Comandante Hugo Chávez e gritar bem alto que “Chávez, te lo juro, mi voto és pá Maduro”.

Desde muito cedo, por volta das 5 horas da manhã, carros percorriam as ruas da cidade tocando músicas tanto da campanha de Chávez como da de Maduro. Sete das principais avenidas da capital foram tomadas por uma avalanche de pessoas vestindo vermelho, festejando com alegria as conquistas que foram alcançadas pela revolução. No metrô, repleto de chavistas, gritavam: viva, viva, viva a Pátria Socialista! Entre os vários adereços da campanha, um sobressaía: o bigode de Maduro. Em pinturas nos muros, nos rostos de homens e mulheres.

O mesmo carinho que o povo dedicava à Hugo Chávez, estava visível nos rostos das pessoas neste dia. Maduro, percorreu as avenidas num carro aberto, cumprimentando a população, até chegar ao palco principal do Ato de Encerramento da campanha, na Avenida Bolívar. Antes do discurso de Maduro, vários artistas se apresentaram. Diego Maradona estava presente e deixou sua saudação, levantando a multidão.

Entre os oradores, o governador do Estado de Barinas, Adan Chávez, irmão de Hugo Chávez, reiterou o seu apoio à Maduro. No palco, ao lado de Nicolás Maduro, as filhas e o neto de Chávez, que têm acompanhado o presidente por toda a Venezuela.

As lágrimas e o sorriso se misturaram nos rostos de todos, quando um vídeo do último comício de campanha de Chávez – a última aparição pública do ex-presidente – foi mostrado no telão do palco principal. O Comandante cantava o hino nacional, sob a chuva que banhou a cidade naquele dia. Neste momento, um coro de centenas de milhares de pessoas acompanhou o ex-presidente.

O ato de encerramento de campanha terminou depois das 20 horas. O povo continuou nas ruas, cantando e dançando noite a dentro.  Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  7 horas atrás

Entenda a ditadura da Globo

por noreply@blogger.com (Miro) Por Eduardo Guimarães, no Blog da Cidadania:

Ouso dizer que se de repente a Globo simplesmente evaporasse da face da Terra, nem os outros braços do aparato político-ideológico-midiático que a organização multimídia da família Marinho lidera iriam chorar por seu sumiço; comemorariam com fogos de artifício.

A parcela da sociedade política e ideologicamente alinhada aos governos progressistas que há uma década vêm conseguindo manter o poder contra essa máquina midiática, vem cometendo um erro de avaliação sobre o que convencionou chamar de “grande mídia”.

Hoje, no Brasil, há um só grupo de mídia que, nadando contra a corrente que arrasta outros grandes grupos, vem obtendo lucros estratosféricos, crescendo e se solidificando a cada ano: as Organizações Globo.

É um fenômeno impressionante. De 2002 a 2012, a Globo perdeu 22% de sua audiência em rede nacional. Em 2002, no Painel Nacional de Televisão (PNT), a média diária da emissora, entre 7h à 0h, era de 22,2 pontos. De janeiro a agosto de 2012, a média diária foi de 17,4 pontos. Cada ponto equivale a 191 mil domicílios no país.

Em uma década, porém, a participação da Globo nos investimentos publicitários em TV aberta se manteve em 70%. O faturamento bruto da TV aberta da Globo com anúncios passou de R$ 5,65 bilhões em 2002 para R$ 18 bilhões em 2011.

Mais impressionante ainda: o lucro da Globo, ano passado, subiu 36% e chegou a R$ 2,9 bilhões – um aumento de 35,9% ante o resultado do ano anterior –, apesar da queda de audiência.

O paradoxo entre queda de audiência e aumento do faturamento se deve à estratégia multimídia das Organizações Globo. Além da principal emissora de TV do país, o grupo também detém jornais e revistas, além de participação em empresas como a Net e Sky e nos canais pagos da Globosat, como SporTV, Multishow e Telecine.

Não existe país nenhum no mundo com um império de comunicação como esse.

Isso ocorre enquanto outros grandes grupos de mídia como a Rede Record, o Grupo Folha, o Grupo Estado e a Editora Abril vêm amargando seguidos prejuízos.

O mais impressionante é o resultado publicitário da Globo no que tange a verbas oficiais. Apesar da queda de audiência, as plataformas de mídia globais açambarcam 64% das verbas de publicidade do governo federal.

Como resultado dessa ditadura midiática e política, os irmãos João Roberto, Roberto Irineu e José Roberto Marinho ocupam, respectivamente, o 7º, o 8º e o 9º lugares na lista que a revista Forbes publica dos homens mais ricos do Brasil.

João Roberto e Roberto Irineu acumulam hoje uma fortuna de 8,7 bilhões de dólares cada um. Já José Roberto tem uma fortuna estimada em 8,6 bilhões de dólares.

Como não existe um marco regulatório que vete a monopolização de tantas plataformas de mídia – que, em enorme parte, são concessões públicas entregues aos Marinho pelo governo federal –, enquanto a Globo lucra como nunca os grupos de mídia que atuam politicamente em consonância com a ditadura global vão ficando com as gordas migalhas que caem da mesa, mas que não bastam para impedir-lhes os problemas financeiros.

Mas por que, então, vemos impérios de comunicação como o Grupo Folha, o Grupo Estado, a Editora Abril e outros aliarem-se à guerra aberta que a Globo, de forma aparentemente inexplicável, trava com um governo federal que se entrega à sua voracidade por dinheiro e concessões públicas?

A questão parece ser muito mais ideológica do que prática. Apesar de forrar as Globos com a parte do leão das verbas e das concessões públicas, os governos do PT são vistos pelo resto da grande mídia como inimigos do capitalismo.

As famílias Frias, Mesquita, Civita e congêneres acham que um governo tucano, por exemplo, distribuiria mais benesses ainda e as salvaria de uma situação que, em verdade, deve-se à voracidade Global.

Assim, os governos do PT tornaram-se o inimigo comum de grupos de mídia que, por trás da aparente cordialidade, são adversários ferozes na disputa pelas benesses do Estado.

Mas a Globo não prejudica o resto da comunicação no Brasil apenas ficando com quase tudo em termos de publicidade oficial e privada. A hegemonia da organização da família Marinho prejudica o país ao impor costumes, vetar projetos governamentais, leis, ao difundir ignorância, preconceito e muito mais.

O padrão “racial” da publicidade e da televisão brasileiras, por exemplo, que exclui a verdadeira etnia de nosso povo, é oriundo de uma visão da Globo sobre o país. Novelas, publicidade, tudo o que se vê retrata um país de aparência europeia porque a Globo criou e mantém esse padrão.

A ausência de programas que discutam o país, que se aprofundem em debates importantes, inclusive políticos, é oriunda de uma programação da Globo feita para emburrecer e alienar o espectador.

Como a Globo é uma receita de sucesso, seu padrão é seguido pela concorrência na mídia eletrônica, sobretudo na televisão. Haja vista as cópias de excrescências como o Big Brother em outras emissoras, das novelas bobinhas com elenco ariano etc.

A teledramaturgia global, em particular, é dramática – para fazer um trocadilho. Novela após novela é encenada no eixo Rio-São Paulo, com enredos que se repetem sem parar, com vilões e mocinhos – e mocinhas – idênticos, sempre exaltando as classes sociais abastadas a que a cúpula da Globo pertence.

Todo esse poder da Globo se deve à sua capacidade de chantagear a classe política. Executivo, Legislativo e Judiciário ajoelham-se no altar Global de Norte a Sul do país. Nem a Presidência da República escapa.

Apesar de não vir conseguindo eleger o presidente da República desde 2002, a Globo, ao levar escândalos reais e inventados ao Jornal Nacional, novelas, programas humorísticos etc., selecionando os que quer expor e os que quer esconder, consegue a subserviência da República aos seus ditames.

Se até os grandes grupos de mídia além da Globo estão sendo sufocados por ela, imaginemos o que acontece com a mídia dita “alternativa”, que deve desaparecer em poucos anos se nada mudar.

Todavia, a própria grande mídia – Globo excluída – não deve resistir tanto assim. Com o passar do tempo, os Marinho irão adquirindo participações de tudo até que estabeleçam um imenso monopólio da comunicação nacional.

Não existe um só país da importância do Brasil e no qual vigore regime verdadeiramente democrático que tenha praticamente toda a comunicação nacional sob o tacão de uma única família, de um único império empresarial de comunicação.

Após uma década de governos progressistas que conseguiram distribuir renda, diminuir a pobreza e avançar em termos de solidificação da economia, com aumento exponencial de infraestrutura etc., o Brasil caminha para a Idade Média nas comunicações.

Como livrar o pais da ditadura da Globo? Boa pergunta. Se nem após dez anos de governos do PT conseguimos dar um mísero passo para desconcentrar o poder que a família Marinho começou a acumular graças à ditadura, parece quase impossível mudar isso agora.

A Globo não tem hoje menos poder, tem mais, muito mais. E esse poder está crescendo a cada ano. E se em 2013 conseguir colocar um despachante no lugar de Dilma no Palácio do Planalto, melhor será mudar o nome do país para República Global do Brasil.  Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  7 horas atrás

“Cansei”: tomate abandona a oposição

por noreply@blogger.com (Miro)  Por Rodrigo Vianna, no blog Escrevinhador:

A oposição brasileira já teve aliados e projetos mais consistentes. Agarra-se agora à inflação e ao tomate. De forma patética.

O tomate, ao que parece, deixará a oposição falando sozinha. É o que leio no Blog do Nassif: preço do tomate cai 43% no Ceagesp.

Não se pode mais contar com o tomate…

Em 2005, a oposição contava com Bob Jefferson.

Em 2006, apostava no delegado Bruno – aquele que, para levar a eleição pro segundo turno, armou a foto com um monte de dinheiro e avisou: “eu quero ver isso no Jornal Nacional”. A Globo deixou de noticiar o acidente da Gol naquela noite, para estampar as fotos do dinheiro no JN. E a eleição foi pro segundo turno,mas aí a oposição morreu abraçada com a Globo e o Alckmin.

Em 2007, veio o “caosaéreo”, e logo a tragédia em Congonhas. Um articulista da “Folha” chamou Lula de “assassino”. Um repórter da Globo foi pra pista do aeroporto e colocou uma moedinha no chão: o objetivo era provar que o governo Lula era o responsável pelo acidente – que matou 200 pessoas. A Globo fracassou, mas o repórter foi recompensado com seguidas promoções.

A popularidade de Lula não parou de crescer, e uma parte do Brasil – inconformada – resolveu sair em passeata por aí, para avisar: “Cansei”.

A turma dos cansados seguiu em campanha:

– ameaça de Apagão;

– Erenice;

– logo veio a ficha falsa de Dilma na primeira página;

– em 2010, a internet foi tomada por boatos sobre “Dilma abortista”;

– e, finalmente, a bolinha de papel – com o perito Molina no JN, para provar o “atentado”contra Serra.

Bolinha de papel e tomate: a oposição já teve dias melhores…

O eleitor é que parece dizer à oposição: cansei.

10 horas atrás

AVACALHAÇÃO: Em 2008 o Diretor Antonio Mestre Júnior “enfiou” um aposentado com investigador-chefe do Deinter-5 no lugar do chefe Gregório…Procedimento irregular grave que NÃO DEU EM NADA…Se aposentado ( ex- policial ) pode, 3a. classe , agente, carcereiro , papi , também podem; até o ganso da prefeitura ( desde que dê lucro )

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

Valor: Procuradoria muda visão sobre embargos infringentes

por Blog Justiceira de Esquerda 

Reportagem de hoje do jornal Valor Econômico mostra que a Procuradoria Geral da República mudou, em menos de um ano, sua posição sobre os embargos infringentes. Esse instrumento é um recurso a que os réus têm direito após a publicação do chamado acórdão. Ele será utilizado, por exemplo, na AP 470, chamada pela imprensa de julgamento do mensalão.
O jornal conta que, em 12 de abril de 2012, o Ministério Público Federal deu parecer em uma ação penal aberta contra um ex-prefeito dizendo que eram incabíveis embargos infringentes em ações penais julgadas procedentes quando não há quatro votos divergentes pela absolvição do acusado, conforme prevê o regimento interno da Suprema Corte.
O parecer foi dado pela subprocuradora-geral da República Cláudia Sampaio Marques e aprovado pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel.
Mas agora, nesta semana, Gurgel disse que “os infringentes são manifestadamente inadmissíveis, não cabem de modo algum” no caso da AP 470. Mas 14 dos 25 condenados tiveram pelo menos quatro votos pela absolvição.
Acontece que o recurso está previsto no regimento interno do Supremo. E o parecer da própria Procuradoria no caso do ex-prefeito deixou claro que o embargo infringente só não cabia porque não havia quatro votos pela absolvição. O parecer ainda afirma que é essa a regra do regimento interno do Supremo.
Questionada pelo jornal, a Procuradoria não se pronunciou. O Valor ouviu o professor da USP Renato de Mello Jorge Silveira, para quem o caso do ex-prefeito guarda semelhanças com a Ação Penal nº 470, por serem ambas ações penais originárias e por serem julgadas praticamente na mesma época.
“Me parece estranho que numa decisão tomada às vésperas do julgamento do mensalão tenha havido uma outra leitura do procurador-geral da República sobre o tema”, diz Silveira.
Clique aqui para ler a reportagem na íntegra (para assinantes) http://www.zedirceu.com.br/index.php?option=com_content&task=view&&id=17893&Itemid=2

Aplicativo da Apple censura HQ que traz imagem de “sexo gay”

por mark vynny HQ SagaO escritor Brian K. Vaughan, autor do HQ “Saga”, criticou o fato de a Apple ter censurado a venda de sua última edição por conter uma imagem de sexo gay “do tamanho de um selo”. Em resposta, o CEO do aplicativo ComiXology, que funciona como um leitor de livros, afirmou que a culpa não foi da Apple e assumiu a responsabilidade pela censura, o que considerou uma “decisão errada”. “Como parceiros da Apple, temos uma obrigação em respeitar suas políticas para aplicativos e livros oferecidos nos aplicativos. Baseados no nosso entendimento dessas políticas, acreditamos que a 12ª edição da ‘Saga’ não poderia ficar disponível no nosso aplicativo. Portanto, não o lançamos”, afirmou David Steinberger. Segundo Steinberger, a decisão não foi tomada por preconceito e será corrigida. A HQ estará disponível na loja virtual da Apple “em breve”. fonte: A Capa   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  41 minutos atrás

Estudo afirma que tamanho de pênis pode tornar homem mais atraente

por mark vynny tamanho pintoUm estudo australiano concluiu que o tamanho do pênis pode tornar o homem mais atraente para as mulheres. Os pesquisadores indicaram ainda que quanto mais alto for o homem, mais influente é o tamanho do pênis. A equipe da Universidade Nacional da Austrália, recrutou 105 mulheres para o teste. Elas avaliaram diversas figuras masculinas de corpo inteiro, geradas por computador. As participantes deveriam avaliar a atração que sentia por cada homem, mas não foram avisadas sobre os objetivos do estudo. O primeiro ponto observado é que os homens mais altos e com ombros mais largos fazem mais sucesso. Também ficou claro para os pesquisadores que o pênis grande também foi um fator importante para determinar a preferência feminina. fonte: Cena G 

AVACALHAÇÃO: Em 2008 o Diretor Antonio Mestre Júnior “enfiou” um aposentado com investigador-chefe do Deinter-5 no lugar do chefe Gregório…Procedimento irregular grave que NÃO DEU EM NADA…Se aposentado ( ex- policial ) pode, 3a. classe , agente, carcereiro , papi , também podem; até o ganso da prefeitura ( desde que dê lucro )

por Flit Paralisante São José do Rio Preto, 18 de Maio, 2010 – 1:47 Corregedoria confirma ação ilegal de assessor no Deinter Allan de Abreu Thomaz Vita Neto A Corregedoria da Polícia Civil concluiu que o assessor da Secretaria de Trânsito de Rio Preto Paulo Donizete Zanelli atuou ilegalmente como investigador no Departamento de Polícia Judiciária do Interior (Deinter-5). zanelliO inquérito, relatado e encaminhado ao Ministério Público, aponta que Zanelli cometeu o crime de usurpação de função pública, cuja pena vai de três meses a dois anos de prisão. Investigador aposentado, ele não poderia exercer função policial, apenas atividades administrativas. Como se trata de um crime de menor potencial ofensivo, não houve indiciamento. Caberá ao Ministério Público decidir se propõe uma transação penal, com prestação de serviços comunitários, pagamento de cestas básicas ou multa, ou se instaurar uma ação penal.  Em foto Zanelli
(último à dir.) aparece ao lado de Mestrinho, do Deinter-5 
 O caso foi revelado pelo Diário em outubro de 2009. Zanelli assumiu o posto de investigador-chefe em dezembro de 2008, no lugar de Antonio José Gregório da Silva. Os delegados corregedores concluíram que Zanelli atuou ilegalmente como investigador de polícia em dois casos. O primeiro foi a prisão, em junho, do desempregado Ivan Moreira da Silva. Conhecido como o maníaco do Maria Lúcia, é apontado pela polícia como o autor de oito estupros no bairro da zona norte de Rio Preto. O assessor da Prefeitura, de acordo com a Corregedoria, também participou das investigações do assassinato da apresentadora Eliane Cristina Chaves, morta em 1997. Segundo a irmã dela, Débora Chaves, Zanelli vinha cuidando do caso havia vários meses, e participou ativamente das investigações que culminaram na prisão do autor do crime no Tocantins, em outubro. Na época, Zanelli confirmou o trabalho à reportagem. “A gente fica feliz por ter contribuído para colocar um marginal desses atrás das grades”, disse. Uma semana após a reportagem, o policial aposentado retornou à Secretaria de Trânsito. Procurado ontem, Zanelli não quis se pronunciar sobre a conclusão do inquérito. “Não vou comentar nada.”

 Braço direito Zanelli é homem de confiança de Mestrinho, conforme 
admite o próprio diretor. Eles se conhecem desde a década de 80, quando 
Mestrinho chefiou as investigações do assassinato do empresário rio-pretense 
Adirso Ferreira. Zanelli se aposentou como investigador da Delegacia de 
Investigações Gerais (DIG) de Rio Preto no início da década. Em 2007, o diretor 
pediu ao então prefeito Edinho Araújo que cedesse Zanelli, funcionário 
comissionado da Secretaria de Trânsito na categoria C-4, com salário-base de R$ 
1.406,92. De acordo com a Corregedoria da Polícia Civil, Zanelli não 
poderia exercer atividade de policial, apenas tarefas administrativas. Mestrinho 
nega irregularidade no caso. “O trabalho dele não é prender ninguém. É fazer a 
análise criminal e manter contato com o delegado da área. É trabalho de 
inteligência, de coordenação de informações”, disse o diretor

De acordo com a Corregedoria, caso o Ministério Público proponha uma ação penal, o órgão deverá solicitar à Corregedoria Geral em São Paulo a abertura de um processo administrativo para investigar a conduta do diretor do Deinter-5, Antonio Mestre Júnior, o Mestrinho, no caso. Sem a ação, avaliam os corregedores, não haveria embasamento para solicitar uma sindicância contra Mestrinho. Zanelli era considerado homem de confiança do diretor dentro do departamento policial. http://www.diariodaregiao.com.br/novoportal/Noticias/Cidades/9293,, Corregedoria+confirma+acao+ilegal+de+assessor+no+Deinter.aspx ————— Dr. Mestrinho,  se o ganso não era o chefe por que  motivo  não disse o nome e número da portaria  – publicada no DO – do chefe que substituiu o Gregório  ? Quase um ano vago ?

Pronto Socorro de Blogueiros ! Contribua !

por redacao

Acessem: www.baraodeitarare.org.br

Aberta a conta do fundo dos blogueiros

Banco do Brasil, agência 4300-1, conta corrente número 50.530-7.

Esta é a conta especial para arrecadar recursos para o fundo de apoio aos blogueiros vítimas de processos judiciais e perseguições políticas. Conforme o aprovado na reunião de terça-feira passada (2), na sede do Centro de Estudos Barão de Itararé, este fundo será o pronto-socorro da blogosfera não corporativa. O dinheiro arrecadado será utilizado para cobrir custas de processos e advogados – e não para saldar multas e indenizações anteriores. A definição do apoio caberá à Comissão Nacional dos Blogueiros, eleita em junho passado, no III Blogprog em Salvador, e composta por representantes de 15 estados e mais nove integrantes nacionais. Blogueiros com mais estrutura, que já contam com assistência jurídica, abriram mão do uso do fundo para favorecer os ativistas digitais com maiores dificuldades financeiras.

Para ajudar nas futuras batalhas judiciais, nos últimos dias o Barão de Itararé também promoveu várias reuniões com advogados de renome e entidades de direitos humanos. Todos se comprometeram a ajudar na defesa do blogosfera e da liberdade de expressão, inclusive dando assistência nos processos locais e acompanhando os processos quando eles cheguem às instâncias nacionais. O Barão de Itararé ainda firmou uma parceria com a ONG Artigo 19, especializada na luta pela liberdade expressão, para elaborar o “Mapa da violência contra os blogueiros e ativistas digitais”. O questionário será postado em vários sítios e blogs na próxima semana. Durante um mês, as vítimas de ameaças, violências e processos judiciais deverão preencher o questionário. Na sequência, para garantir maior segurança nas informações, os dados serão checados. A pesquisa resultará num relatório que será encaminhado a ONU e outros organismos internacionais e nacionais.

10 horas atrás

Operação nacional contra corrupção atinge 12 estados

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

 

Operação nacional contra corrupção atinge 12 estados

: Ação coordenada entre PF, MPF e MP/SP combate desvio de recursos públicos e, em Rondônia, resultou na prisão do ex-prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho (PT), do candidato a prefeito derrotado nas últimas eleições, Mário Sérgio e de mais três pessoas, entre elas um empresário   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  3 horas atrás

“Temos falhas também”, afirma Goretti Reis, sobre Saúde do município

: Em apresentação na Câmara de Vereadores, secretária da Saúde de Aracaju reafirmou existência de mais de R$ 60 milhões em dívidas,  falou da falta de medicamentos, do não cumprimento de cirurgias e da possibilidade de perda de recursos federais para construção de novos postos de saúde por falta de terrenos; Goretti disse que é preciso deixar os problemas da gestão anterior no passado e começar a enfrentar as demandas do presente; “temos que otimizar custos e buscar novas alternativas de financiamento”, frisou   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Cardozo: PF tem autonomia para investigar Lula

: “A PF está apta a investigar quaisquer dos crimes que estão na sua competência”, disse o ministro da Justiça, que participou de um debate sobre Segurança Pública na Assembleia Legislativa de São Paulo nesta quinta-feira; segundo José Eduardo Cardozo, a PF é “republicana” e não está submetida a “nenhum tipo de interferência”; Procuradoria da República no DF pediu abertura de inquérito com base em depoimento de Marcos Valério   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Obama pede fim de “atitude beligerante” a Coreia do Norte

: Ao lado do secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, o presidente dos Estados Unidos disse que “ninguém quer assistir a um conflito” com a Coreia do Norte, mas sublinhou que os EUA estão prontos para tomar as medidas necessárias para se defenderem   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Meninos e meninas como gandulas da Copa

Mary Leal: Alguns jovens estão bem ansiosos para o início da Copa das Confederações, marcada para o dia 15 de junho; eles foram escolhidos como gandulas, aquelas pessoas que correm atrás das bolas para que os jogos sejam retomados de forma rápida, sem prejuízo para os times; alguns desses meninas e meninos jogam bola em escolinhas de esportes nas cidades da capital do país e vão trabalhar de forma voluntária para ter a chance de ver os grandes atletas   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Depois de ação do MP, GDF convoca mais para saúde

: Ministério Público do DF ainda está insatisfeito com as convocações feitas pela Secretaria de Saúde, que anunciou a nomeação de 652 novos servidores; para promotores, “ainda não se sabe se o número é suficiente para atender a real demanda”; com a convocação, GDF destaca que o déficit de fisioterapeutas foi “zerado”; MP defende que existe previsão no orçamento e dinheiro em caixa para contratar novos profissionais, e assim, reduzir as “carências” enfrentadas hoje pela população   Compartilhar  Marcar como lido  Curtir  6 horas atrás

Aécio: “Vamos disputar e vencer em 2014”

Andre Marques/FOLHAPRESS/16209: BRASÍLIA, DF, 11.04.2013: CONFERÊNCIA PPS/DF - O senador Aécio Neves (PSDB) participa da Conferência Política Nacional do PPS, no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados. (Foto: André Borges/Folhapress)“Meu nome será colocado no próximo dia 19 de maio como candidato a presidente nacional do PSDB. Não para ocupar o cargo de presidente do partido, o que talvez não seja necessário, mas para fortalecer o nosso diálogo com as forças oposicionistas do Brasil”, discursou o senador Aécio Neves, em tom de candidato à Presidência da República, em evento organizado pelo PPS em Brasília; ele reforçou as críticas que vem fazendo ao governo por causa da inflação e pediu o apoio do PPS  : Ação coordenada entre PF, MPF e MP/SP combate desvio de recursos públicos e, em Rondônia, resultou na prisão do ex-prefeito de Porto Velho, Roberto Sobrinho (PT), do candidato a prefeito derrotado nas últimas eleições, Mário Sérgio e de mais três pessoas, entre elas um empresário   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  3 horas atrás

“Temos falhas também”, afirma Goretti Reis, sobre Saúde do município

: Em apresentação na Câmara de Vereadores, secretária da Saúde de Aracaju reafirmou existência de mais de R$ 60 milhões em dívidas,  falou da falta de medicamentos, do não cumprimento de cirurgias e da possibilidade de perda de recursos federais para construção de novos postos de saúde por falta de terrenos; Goretti disse que é preciso deixar os problemas da gestão anterior no passado e começar a enfrentar as demandas do presente; “temos que otimizar custos e buscar novas alternativas de financiamento”, frisou   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Cardozo: PF tem autonomia para investigar Lula

: “A PF está apta a investigar quaisquer dos crimes que estão na sua competência”, disse o ministro da Justiça, que participou de um debate sobre Segurança Pública na Assembleia Legislativa de São Paulo nesta quinta-feira; segundo José Eduardo Cardozo, a PF é “republicana” e não está submetida a “nenhum tipo de interferência”; Procuradoria da República no DF pediu abertura de inquérito com base em depoimento de Marcos Valério   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Obama pede fim de “atitude beligerante” a Coreia do Norte

: Ao lado do secretário-geral das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, o presidente dos Estados Unidos disse que “ninguém quer assistir a um conflito” com a Coreia do Norte, mas sublinhou que os EUA estão prontos para tomar as medidas necessárias para se defenderem   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Meninos e meninas como gandulas da Copa

Mary Leal: Alguns jovens estão bem ansiosos para o início da Copa das Confederações, marcada para o dia 15 de junho; eles foram escolhidos como gandulas, aquelas pessoas que correm atrás das bolas para que os jogos sejam retomados de forma rápida, sem prejuízo para os times; alguns desses meninas e meninos jogam bola em escolinhas de esportes nas cidades da capital do país e vão trabalhar de forma voluntária para ter a chance de ver os grandes atletas   Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Depois de ação do MP, GDF convoca mais para saúde

: Ministério Público do DF ainda está insatisfeito com as convocações feitas pela Secretaria de Saúde, que anunciou a nomeação de 652 novos servidores; para promotores, “ainda não se sabe se o número é suficiente para atender a real demanda”; com a convocação, GDF destaca que o déficit de fisioterapeutas foi “zerado”; MP defende que existe previsão no orçamento e dinheiro em caixa para contratar novos profissionais, e assim, reduzir as “carências” enfrentadas hoje pela população   Compartilhar  Marcar como lido  Curtir  6 horas atrás

Aécio: “Vamos disputar e vencer em 2014”

Andre Marques/FOLHAPRESS/16209: BRASÍLIA, DF, 11.04.2013: CONFERÊNCIA PPS/DF - O senador Aécio Neves (PSDB) participa da Conferência Política Nacional do PPS, no auditório Nereu Ramos, na Câmara dos Deputados. (Foto: André Borges/Folhapress)“Meu nome será colocado no próximo dia 19 de maio como candidato a presidente nacional do PSDB. Não para ocupar o cargo de presidente do partido, o que talvez não seja necessário, mas para fortalecer o nosso diálogo com as forças oposicionistas do Brasil”, discursou o senador Aécio Neves, em tom de candidato à Presidência da República, em evento organizado pelo PPS em Brasília; ele reforçou as críticas que vem fazendo ao governo por causa da inflação e pediu o apoio do PPS 

10 horas atrás

http://500px.com/photos

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

Desert Rose by Mostafa Ammar

Desert Rose by Mostafa Ammar

SIWA , EG .I’m planing to go this amazing place agian the next week. for a three photographing days . ©2013 Mostafa Ammar , All Rights Reserved. This image is not available for use on websites, blogs or other media without the explicit written permission of the photographer. Please take a look on my facebook page for more photos :Facebook

Mostafa Ammar: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  18 horas atrás

playing ballOoOOoOooon by bug eye 🙂

playing ballOoOOoOooon by bug eye 🙂

Fly / แมลงวัน

bug eye :): Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  18 horas atrás

Gleeful by Nat Natthamon

Gleeful by Nat Natthamon

 

Nat Natthamon: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  19 horas atrás

Waiting at the Top by Kent Atwell

Waiting at the Top by Kent Atwell

 

Kent Atwell: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  19 horas atrás

For … Eternity by Patrizia Paradiso

For … Eternity by Patrizia Paradiso

I hope you find your freedom for eternity, for eternity …

Patrizia Paradiso: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  19 horas atrás

Urban Flicker by H. Becker

Urban Flicker by H. Becker

 

H. Becker: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  20 horas atrás

Coming In by John More

Coming In by John More

 

John More: Photos · Blog

     

10 horas atrás

http://500px.com/photos

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

OUT AFRICA BY YARA GB

Out Africa by yara GB

 

yara GB: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  9 horas atrás

CUMBRES DE GREDOS BY JOSE IGNACIO GIL BLANCO

Cumbres de Gredos by Jose Ignacio Gil Blanco

 

Jose Ignacio Gil Blanco: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  9 horas atrás

NOCHE DE LOBOS I BY JORGE CACHARRÓN

Noche de lobos I by Jorge Cacharrón

 

Jorge Cacharrón: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  9 horas atrás

ME AND DOWNTOWN LOS ANGELES AT NIGHT! BY NHUT PHAM

Me and Downtown Los Angeles at Night! by Nhut Pham

BUSY DOWNTOWN LA AT NIGHT! I’M ALONE WITH MY CAMERA TO CAPTURE THE THE LIGHT! HAVE A GREAT THURSDAY EVERYONE. HOPE YOU ENJOY IT! THANKS FOR VISITING AND SUPPORT AS ALWAYS! 🙂

Nhut Pham: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  12 horas atrás

 

by Peyman Az

PORTRAIT BIRD

Peyman Az: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  13 horas atrás

SMALL IN NATURE BY ELEONORA DI PRIMO

Small in Nature by Eleonora Di Primo

JUST WATCHING NATURE AND ITS PERFECTION…

Eleonora Di Primo: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  13 horas atrás

EMPTY SKY.. BY AMY SMITH

Empty sky.. by Amy Smith

 

Amy Smith: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  13 horas atrás

SEASIDE AMUSEMENT PARK BY RYU K

Seaside amusement park by Ryu K

KAIYUKAN

Ryu K: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  14 horas atrás

BORN OF LIGHT BY JOSEP SUMALLA I JORDANA

Born of Light by Josep Sumalla i Jordana

VAMOS A REIRNOS UN POCO… DEDICADO A…MR. DISLIKE!

Josep Sumalla i Jordana: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  14 horas atrás

UNDER THE RAIN BY MAX RINALDI

Under the Rain by Max Rinaldi

 

Max Rinaldi: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  14 horas atrás

MOUNTAIN ROAD BY ALMALKI ABDULLRAHMAN

Mountain road by almalki abdullrahman

 

almalki abdullrahman: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  14 horas atrás

*** BY DMITRY TRISHIN

*** by Dmitry Trishin

VER.2 – EDITED

Dmitry Trishin: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  14 horas atrás

THE STRANGERS IN ME BY JOSÉ RAMOS

The Strangers in Me by José Ramos

“THE STRANGERS IN ME” JOSÉ RAMOS © HTTP://WWW.JOSERAMOS.COM – FOLLOW ME ON FACEBOOK “DIVING INTO THE ALIEN LANDSCAPES, UNKNOWN PARTS OF THE SELF, READY TO EMERGE AND SURPRISE, BECOME ALIVE. LYING QUIETLY UNDER THE SURFACE, WAITING FOR THE RIGHT MOMENT TO SNEAK IN, THEY FEED ON TURNING LIFE UPSIDE DOWN, AND MAKE IT MOVE FORWARD. WE ARE MADE OF SO MANY LAYERS, PARALLEL DIMENSIONS OF EXISTENCE, ECHOING THE UNIVERSE WE LIVE IN. AND YET… WE CAN ONLY GRASP SO MUCH….” LOCATION: VILA NOVA DE MILFONTES – PORTUGAL TECHNICAL DATA: EXPOSURE: 30 SECONDS APERTURE: F/9.5 ISO: 100 10 STOP ND + 3 STOP ND GRAD FILTER

José Ramos: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  14 horas atrás

REFLECTING ON LONDON BY GEORGIA MIZULEVA

Reflecting on London by Georgia Mizuleva

 

Georgia Mizuleva: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  14 horas atrás

VESENNYAYA LEAPFROG! BY GALINA JACYNA

Vesennyaya leapfrog! by Galina Jacyna

 

Galina Jacyna: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  14 horas atrás

DISEMBARKING FOR SWIM BY DAMIANOS KOUNENIS

Disembarking for swim by Damianos Kounenis

DEDIGATED TO MY DISLIKERS

Damianos Kounenis: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  14 horas atrás

CONFINED UNIVERSE BY YUME .

Confined Universe by yume .

 

yume .: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  15 horas atrás

>>I

>>I by 3 Joko

 

3 Joko: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  15 horas atrás

ONE DAY IN BAGAN BY PUCHONG PANNOI

One day in Bagan by Puchong Pannoi

BAGAN IS AN ANCIENT CITY LOCATED IN THE MANDALAY REGION OF BURMA (MYANMAR). FROM THE 9TH TO 13TH CENTURIES, THE CITY WAS THE CAPITAL OF THE KINGDOM OF PAGAN, THE FIRST KINGDOM TO UNIFY THE REGIONS THAT WOULD LATER CONSTITUTE MODERN MYANMAR.

Puchong Pannoi: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  15 horas atrás

NIGHT IN SEOUL BY JAEWOON U

Night in seoul by Jaewoon u

 

Jaewoon u: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  16 horas atrás

PASTEL BY ALIDA JORISSEN

Pastel by Alida Jorissen

 

Alida Jorissen: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  16 horas atrás

UNFORGETTABLE BY JORGE MAIA

Unforgettable by Jorge Maia

SANTA CRUZ,PORTUGAL FACEBOOK: JORGEMAIA.PHOTOGRAPHER

Jorge Maia: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  17 horas atrás

. BY SILENA LAMBERTINI

. by Silena Lambertini

FAMMI ENTRARE NELLA TUA VITA, NON DESIDERALO MAI.

Silena Lambertini: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  17 horas atrás

PORANEK W ORŁOWIE… BY GRZEGORZ LEWANDOWSKI

Poranek w Orłowie… by Grzegorz Lewandowski

Z CYKLU BAŁTYK.

Grzegorz Lewandowski: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  17 horas atrás

PLAY IT AGAIN… BY EMILIO CABIDA

Play it again… by Emilio Cabida

PLAZA MAYOR, MADRID

Emilio Cabida: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  17 horas atrás

WHEN TIME RAN OUT … BY AHMED M. ABDULAZIM

When time ran out … by Ahmed M. Abdulazim

 

Ahmed M. Abdulazim: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  18 horas atrás

SCREAMING EAGLE BY GREIG HUGGINS

Screaming Eagle by Greig Huggins

WILD BALD EAGLES TAKEN THIS WINTER AT FARMINGTON BAY, UTAH.MANY MORE ON MY WEBSITES:WWW.IGHPHOTO.COMWWW.ONLYWILDEAGLES.COM

Greig Huggins: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  18 horas atrás

DESERT ROSE BY MOSTAFA AMMAR

Desert Rose by Mostafa Ammar

SIWA , EG .I’M PLANING TO GO THIS AMAZING PLACE AGIAN THE NEXT WEEK. FOR A THREE PHOTOGRAPHING DAYS . ©2013 MOSTAFA AMMAR , ALL RIGHTS RESERVED. THIS IMAGE IS NOT AVAILABLE FOR USE ON WEBSITES, BLOGS OR OTHER MEDIA WITHOUT THE EXPLICIT WRITTEN PERMISSION OF THE PHOTOGRAPHER. PLEASE TAKE A LOOK ON MY FACEBOOK PAGE FOR MORE PHOTOS :FACEBOOK

Mostafa Ammar: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  18 horas atrás

PLAYING BALLOOOOOOOOON BY BUG EYE 🙂

playing ballOoOOoOooon by bug eye 🙂

FLY / แมลงวัน

bug eye :): Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  18 horas atrás

UNDER THE HANALEI PIER BY RAYMOND JABOLA

Under the Hanalei Pier by Raymond Jabola

 

Raymond Jabola: Photos · Blog

   

10 horas atrás

A bronca do porteiro em Brad Pitt

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

A bronca do porteiro em Brad Pitt

por xicosa Um dia até bonito para ser São Paulo e o porteiro do predinho antigo blasfema, afinal de contas a vida não é apenas um boletim meteorológico. O porteiro xinga o galã na capa da revista. “O cara com um mulherão daquele, cheio da grana, pode pegar quem quiser, não sabe o que é vida ruim e fica choramingando”, descasca. “Mal-agradecido!” O mulherão daquele é ela: Angelina Jolie. O cara é o cara: Brad Pitt. Seu Marcos reclama do mimimi do galã, que reflete, em entrevista na “Alfa”, sobre os 50 anos de vida. O galã pensa e repensa a vida. Também na casa do meio século, o bravo corintiano do predinho antigo sapeca: “Nem porteiro o cara é e fica se queixando de besteira”. Para um macho-jurubeba, o drama existencial de Brad Pitt realmente não merece crédito. Sob a fumaça do cachimbo de Freud, no entanto, a reflexão do galã é mais do que válida, afinal de contas ser rico, poderoso, bonito e ter uma fêmea daquela sob o mesmo edredon não tá com nada. Que triste deve ser acordar com aquele bocão de bom dia e dormir com aquele bocão de boa noite. Que tédio! Até o seu próprio vinho o casal-bouquet fabrica. Um rosé de intenso aroma floral e notas de morangos e framboesa, seja lá o que diabo isso signifique. Ô dó, ô vida! É, seu Marcos, prefiro ser John Malkovich a ser este reflexivo Brad Pitt. É muita falta de Deus no coração, né não, seu Marcos! Prefiro a minha carranca agradecida, seu Marcos, afinal de contas a beleza é passageira e a feiura é para sempre, como me sopra aqui o Serge Gainsbourg.  Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  10 de Abril de 2013 05:38

Amar é filme que melhora só muito depois de visto

por xicosa Viver é eclipse, vixe, meu caro Antonioni.  Com toda licença desse mundo, hoje quero escrever sobre uma coisa muito estranha. Como se fosse aquele filme que a gente vê e gosta mas não dá tanta bola e eis que aquele filme vai crescendo na nossa mente. Assim como aquele encontro, aquele beijo, aquele sexo que não foi monumental naquela hora… Passado algum tempo, como a hora do almoço, a fome de viver, essas coisas, aquele encontro, aquele beijo, aquele sexo aparentemente mais ou menos vai crescendo na nossa vagarosa mente… Assim são alguns filmes, assim são os encontros, os sons arrodeados, as nouvelles vagues, Irma Brown dançando um jazz no Iraque, Hellcife, o mundo ao rés do chão dos pobres cronistas carapuceiros. Marcha à ré ao tema da crônica: assim como existem filmes, peças, obras de arte que vão crescendo no juízo depois de vistos, assim é o encontro de um homem e uma mulher, por supuesto. Sabe aquele John Cassavetes que você nem entendeu direito, uma mulher sob influência? Assim às vezes é o amor rápido, o sexo por acaso, a vida ordinária, a pegação com quem você nem imaginava… Aquele filme que vai crescendo na mente e vira um grande amor de verdade. Viver é ver um filme que surpreende. Um filme que vai tomando juízo e entranhas. Aquele filme que vai crescendo na cabeça a cada minuto. Depois daquele beijo, o blow-up que vira blow-job, o filme-cabeça que descamba e derrete o queijo do homem da meia noite, o cidadão comum qualhado de amor por dentro. Coisa marlinda quando uma simples fodinha cresce na nossa cabeça no dia seguinte como um viva imaginação num queijudo muro de Paris meia oito. O grande sexo é aquele que a gente não dá muito por ele no momento e ele vai crescendo de narrativa, na cabeça, qual um Hitchcock no “Terceiro Tiro” –o melhor filme do mundo todo. O grande amor também assim se parece. Viver é o enevoado das acontecências, ver uma coisa e atirar noutra e vice-versa. Amar é um filme que vai melhorando a cada minuto depois que a gente sai da sala escura. Como se fosse um filme de Godard ou de Antonioni. Será que foi bom mesmo?, eis a senha sensorial de responsa judiando o juízo da manhã tapiocosa. Alguns encontros de nada viram grandes cinemascopes no cocuruto. Vem, gostosa!

10 horas atrás

Valmir Assunção: Adoção de cotas não provocou apocalipse

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

Valmir Assunção: Adoção de cotas não provocou apocalipse

por Luiz Carlos Azenha  da assessoria do deputado Valmir Assunção (PT-BA) Para os que desmerecem a importante política afirmativa de cotas nas universidades, a revista Isto é Independente desta semana vem coma reportagem que é um verdadeiro tapa no preconceito. A matéria Por que as cotas raciais deram certo no Brasil traz o sucesso da política em vários casos concretos de estudantes negros que adentraram à universidade e hoje estão no mercado de trabalho, exercendo profissões e cargos antes restritos a uma elite branca. A mesma revista, em 2008, publicou uma entrevista da procuradora e ex-assessora do ministro Marco Aurélio Mello, Roberta Fragoso Kaufmann, em que defendia o abandono do sistema de cotas no Brasil, por que, segundo ela, o governo queria desunir o que está unido e importar um problema que não é nosso, que é o problema da segregação racial. Cinco anos depois, a revista mostra o contraditório. Para os apocalípticos, o sistema de cotas culminaria numa decrepitude completa: o ódio racial seria instalado nas salas de aula universitárias, enquanto negros e brancos construiriam muros imaginários entre si. A segregação venceria e a mediocridade dos cotistas acabaria de vez com o mundo acadêmico brasileiro, diz a revista. Nada disso aconteceu, como bem disse a reportagem. E os críticos e defensores do fim da política de cotas estavam errados. Os resultados de todas essas políticas também podem ser constatados na pesquisa recente feita pela Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República, que com base nos dados da Pesquisa Nacional por Amostragem Domiciliar do IBGE, constatou que dos 36 milhões de brasileiros que ingressaram na classe média durante os últimos dez anos, 75% eram negros. Com isso, a participação dos negros na classe média subiu de 38% em 2002 para 51% em 2012. A revista traz uma importante afirmativa: As cotas raciais deram certo porque seus beneficiados são, sim, competentes. Merecem, sim, frequentar uma universidade pública e de qualidade. Os dados de corte no vestibular dos cotistas são equiparados aos níveis normais, o desempenho dentro da universidade é satisfatório, quando não se saem melhor que os não beneficiários. A Isto é Independente traz a pesquisa da Uerj, pioneira na adoção do sistema de cotas. A Universidade carioca analisou as notas de seus alunos durante 5 anos. Os negros tiraram, em média, 6,41. Já os não cotistas marcaram 6,37 pontos. Caso isolado? De jeito nenhum. Na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), que também é referência no País, uma pesquisa demonstrou que, em 33 dos 64 cursos analisados, os alunos que ingressaram na universidade por meio de um sistema parecido com as cotas tiveram performance melhor do que os não beneficiados. E ninguém está falando aqui de disciplinas sem prestígio. Em engenharia de computação, uma das novas fronteiras do mercado de trabalho, os estudantes negros, pobres e que frequentaram escolas públicas tiraram, no terceiro semestre, média de 6,8, contra 6,1 dos demais. Em física, um bicho de sete cabeças para a maioria das pessoas, o primeiro grupo cravou 5,4 pontos, mais dos que os 4,1 dos outros (o que dá uma diferença espantosa de 32%.. Senhoras e senhores, o que faltava era oportunidade e isso a política de cotas garante. São estudantes que estão nas universidades que buscam a educação superior para melhorar a qualidade de vida de toda a família. Muitos deles são – ou serão – os primeiros na família a ter ensino universitário completo. Deixo a matéria anexada e parabenizo a reportagem. As transformações são profundas e visíveis. Há 15 anos, segundo a revista, apenas 2% deles tinham ensino superior concluído. Hoje, o índice triplicou para 6%. Notem que a evolução ainda é irrisória, o que nos faz concluir que a política afirmativa precisa ser intensificada. Sim, senhoras e senhores, o racismo no Brasil ainda é um problema sério. Basta olhar ao nosso redor: apesar de sermos maioria na população brasileira, são poucos os políticos negros nesta Casa e no Senado Federal. Na TV, a população negra, na grande maioria das vezes, não é representada. Os números mostram que a juventude negra está sendo exterminada: a cada três assassinatos, dois são de pessoas negras, o que mostra que a nossa segurança pública ainda é voltada para a proteção de uma elite branca; na Paraíba são mortos 1.083% mais negros do que brancos. Na Bahia, meu estado, os assassinatos de negros superam em 439,8% os de brancos. Temos ainda muito que realizar. Mas no sentido da educação, da oportunidade, da reparação, estamos no caminho certo. PS do Viomundo: Consultem o Rodrigo Vianna, do Escrevinhador, sobre importante jornalista brasileiro que previa guerra civil como resultado da adoção das cotas… Leia também: Tomate agora leva oposição para o vinagre O post Valmir Assunção: Adoção de cotas não provocou apocalipse apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  5 horas atrás

Vereadores do PT assinaram projeto de Telhada de homenagem à Rota: A troco do quê?

por Conceição Lemes  Alfredinho, líder da bancada: “Ah, mas poderia ser uma homenagem por um gesto de bravura…” por Conceição Lemes Pelas normas da Câmara Municipal de São Paulo, todo vereador  tem direito de propor oito honrarias durante a legislatura. O coronel Telhada (PSDB) quer homenagear a Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) com uma salva de prata. Criada em 1970, a Rota tem até hoje uma história marcada pela violação dos direitos humanos e de violenta repressão, da qual se orgulha. Mesmo assim, Telhada conseguiu o número necessário de assinaturas para apresentar o seu projeto. Dos 55 vereadores da Casa, 34 assinaram, a começar por outros dois integrantes da chamada bancada da bala: Conte Lopes  (PTB) e o coronel Camilo (PSD) (veja lista completa abaixo). Na lista, também figuram vereadores do PSDB (Andrea Matarazzo e Mário Covas, por exemplo), PV (Gilberto Natalini),  PPS (Ricardo Young), PMDB (Rubens Calvo), PSB (Noemi Nonato e Ota) e PRB (Jean Madeira). Nenhuma surpresa. O espantoso é que sete dos 11 vereadores do PT são signatários: Alessandro Guedes, Alfredinho, Arselino Tatto, Jair Tatto, Reis, Senival Moura e Vavá, todos na contramão da história do partido em defesa dos direitos humanos e da luta contra a ditadura. Não assinaram: Juliana Cardoso, Nabil Bonduki, Paulo Fiorillo e José Américo. Orlando Silva (PCdoB) e Toninho Vespoli (Psol) também não. 
  
No dia 6 de março, a justificativa da homenagem à Rota foi publicada na página 86 do Diário Oficial da Cidade de São Paulo Três parágrafos chamam a atenção. Fazem apologia a ações da Rota contra os que lutaram contra a ditadura civil-militar, mencionando Carlos Lamarca e Marighela.  Mesmo assim, o projeto andou na Câmara Municipal. Passou por unanimidade pela Comissão de  Constituição e Justiça com os votos de Goulart (PSD), Alessandro Guedes (PT), George Hato (PMDB), Conte Lopes (PTB), Sandra Tadeu (DEM), Eduardo Tuma (PSDB) e Arselino Tatto (PT).  A Comissão de Constituição e Justiça avalia a  legalidade da propositura, portanto analisa a formalidade. Há duas semanas, no dia 26 de março, a homenagem foi questionada pela vereadora Juliana Cardoso (PT) na reinstalação da Comissão da Verdade  da Câmara Municipal, que leva o nome de Vladimir Herzog, jornalista assassinado em 1975 nas dependências do DOI-Codi. A Comissão da Verdade da Câmara Municipal é composta por oito membros: Natalini (presidente), Juliana Cardoso (vice), Covas Neto (relator), Rubens Calvo, Laércio Benko (PHS), Police Neto (PSD) e Ricardo Young. Apenas Juliana posicionou-se contra a homenagem. “As ações da Rota ocorridas durante a ditadura ferem os direitos humanos e não queremos esse tipo de postura na sociedade”, justifica a vereadora petista. “Além disso, seria um desrespeito completo com as famílias das vítimas.” “Fiquei espantada quando soube do projeto de homenagear a Rota. Trata-se de um projeto fora de propósito”, continua Juliana. “No momento em que pelo Brasil afora as Comissões da Verdade buscam elucidar acontecimentos nebulosos da época da ditadura e o Estado brasileiro se desculpa pelas atrocidades cometidas naquele período da nossa história, essa homenagem vai na contramão.” Os colegas tentaram convencer Telhada a retirar a homenagem. O coronel só admitiu mudar trechos da justificativa, o que aconteceu na semana passada. Apenas dois dos três parágrafos referentes a Lamarca e Marighela foram retirados. Diante da tamanha repercussão negativa que a homenagem à Rota teve, vereadores do PT tentam correr atrás do prejuízo. A bancada já divulgou nota, dizendo que vai votar contra. “Nós obrigamos ele a tirar a parte da ditadura”, diz Arselino Tatto, que na Comissão de Constituição e Justiça ajudou a aprovar o projeto. “Agora, vou votar contra.” O líder Alfredinho tenta se explicar. – Houve o pedido protocolar de assinaturas, geralmente a gente assina, depois se posiciona se vota a favor ou contra. – Sete dos 11 vereadores do PT assinaram a proposta do Telhada. O senhor não acha um absurdo o PT assinar um projeto de homenagem à Rota? Não é incoerente com a história do partido? – Quando a gente assina, não sabe ainda do que trata… – Mas todos sabiam que era a favor da Rota! – Ah, mas poderia ser uma homenagem por um gesto de bravura… – Soube que o senhor orientou os vereadores a votarem a favor na Comissão de Constituição e Justiça. – Em algumas votações isso acontece, mas nessa cada um votou como quis, eu não dei orientação. – Mas o senhor não orientou mesmo a favor do projeto do Telhada? – Não interferiiiiii… Alessandro Gudes, vereador de primeira viagem, seguiu a orientação do líder Alfredinho e reconhece que também votou favoravelmente na Comissão de Constituição e Justiça sem uma melhor avaliação do projeto. Em português:  não leu a justificativa de Telhada. “O mérito da proposta será avaliado pelo Plenário da Casa. Na oportunidade, votarei contra a homenagem, por entender que a atuação da Rota integrou o aparato repressivo montado pela durante a ditadura militar e violou normas de direitos humanos”, diz Alessandro. “Militantes foram perseguidos, presos, torturados, covardemente assassinados. E a Rota fez parte deste processo.” A proposta de Telhada está agora na Comissão de Educação, Cultura e Esporte, que vai julgar o mérito nos próximos dias. A vereadora Juliana Cardoso reforça: “Vou continuar combatendo o absurdo dessa propositura. É um desrespeito aos familiares das pessoas desaparecidas durante a ditadura militar”. Uma pergunta óbvia fica no ar: sete dos 11 vereadores assinaram projeto de homenagem à Rota a troco do quê? Pragmatismo exacerbado? Oportunismo? Esqueceram-se que hoje só são vereadores por que muitos lá atrás lutaram contra a ditadura e foram vítimas da Rota? O post Vereadores do PT assinaram projeto de Telhada de homenagem à Rota: A troco do quê? apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  8 horas atrás

@emirsader: Tomate trai, baixa o preço e oposição vai pro vinagre

por Conceição Lemes de Gerson Carneiro Por e-mail, ele nos “alerta”: “Alegria de oposicionista dura pouco”.  Aí, dá a notícia. “@emirsader: Tomate trai, baixa o preço e oposição vai pro vinagre”.  O post @emirsader: Tomate trai, baixa o preço e oposição vai pro vinagre apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia. Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  9 horas atrás

Stédile: Venenos do agronegócio vão matar o agronegócio

por Luiz Carlos Azenha  por Luiz Carlos Azenha publicado originalmente em 11.12.2011 Ao fazer um balanço de 2011, ontem, na Escola Nacional Florestan Fernandes, em Guararema, interior de São Paulo, o coordenador nacional do Movimento dos Sem Terra (MST), João Pedro Stédile, disse que o modelo do agronegócio está fadado a desaparecer por conta de suas contradições internas (não sem antes, diríamos nós, causar impactos ambientais profundos que vão exigir que o Brasil importe da Alemanha bilhões de marcos — o euro terá sucumbido — em equipamentos para lidar com os danos). Stédile disse que a própria sociedade, em breve, começará a questionar o modelo, por conta do uso intensivo de venenos, um dos pilares da monocultura extensiva. Lembrou a previsão do Instituto Nacional do Câncer de que o Brasil terá um milhão de casos da doença em 2012, para os quais, segundo Stédile, os agrotóxicos contribuem de forma importante. Mais que isso: ele narrou uma visita que fez ao estado de Goiás, onde empresas estrangeiras controlam grandes extensões de terra para o cultivo de cana-de-açúcar. Os pequenos agricultores praticamente sumiram. Os empregos que surgiram na fase de construção das usinas sumiram. O dinheiro é ‘exportado’ para os Estados Unidos. E a população local fica com o vinhoto, que resulta da produção do etanol. Stédile acredita que o próprio impacto econômico do monocultivo levará as populações locais a questionarem o modelo do agronegócio exportador. Ele disse que o MST já tem uma resposta a esse modelo, o da agroecologia, e exibiu os produtos orgânicos dos assentamentos. Lembrou, no entanto, que nem toda a produção de agricultores ligados ao MST é livre dos venenos. Depois do evento, Stédile aceitou o convite de um grupo de blogueiros para participar de uma twicam para tratar deste e de outros temas polêmicos relativos à reforma agrária. Vai acontecer no dia 19 de dezembro, segunda-feira, a partir das 20 horas, na sede da Rede Brasil Atual, no centro de São Paulo. Ouça a breve entrevista que ele concedeu ao Viomundo sobre o tema: stedile.wma Leia também: “Cidade dos agrotóxicos” tem o dobro da taxa mundial de câncer Kaline Fávero: As doenças respiratórias e o uso de agrotóxicos Comida S/A A água que você bebe Danielly Palma: A contaminação em Lucas do Rio Verde Exclusivo: A pesquisadora que descobriu veneno no leite materno Wanderlei Pignati: Até 13 metais pesados, 13 solventes, 22 agrotóxicos e 6 desinfetantes na água que você bebe Raquel Rigotto: A herança maldita do agronegócio Pignati: Os agrotóxicos viajam pelos riosFoto Conceição Oliveira O post Stédile: Venenos do agronegócio vão matar o agronegócio apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia Ver arquivo anexo (2 MB, audio/mpeg)  Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  9 horas atrás

Saul Leblon: Eleição direta para evitar novos “Fux”

por Conceição Lemes  Como evitar novos ‘Fux’: a aposta argentina por Saul Leblon, em Carta Maior As revelações de ex-ministro Luiz Dirceu sobre os bastidores da campanha de Luiz Fux à Suprema Corte não são novas. Tampouco singulares do percurso trilhado pela maioria dos integrantes daquela instituição. Joaquim Barbosa, por exemplo. Valeu-se de um encontro fortuito com Frei Betto para fazer chegar sua aspiração e seu currículo à Presidência da República, exercida por Lula. Assim por diante. Embora conhecido, o percurso de Fux nem por isso deixa de inspirar um misto de constrangimento e perplexidade pelo avançado despudor que revela no acesso a um posto, teoricamente, reservado à sobriedade e à isenção. Relata Dirceu ter sido procurado em 2010 pelo então ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), em garimpagem de apoios à indicação para o STF. Seis meses após intenso assédio, o ex-chefe da Casa Civil aquiesceu em receber Fux no escritório de advocacia de um amigo, cujo titular, por certo, pode atestar a veracidade do encontro. Pregoeiro de um leilão em que era a própria mercadoria, Fux teria ofertado a Dirceu o seu voto de absolvição no julgamento da AP 470. Dirceu, por certo, tem testemunhos que podem reiterar seu relato. O silêncio de Fux é eloquente. O que ele fez de sua promessa é igualmente sabido e revelador. Não cabe discutir o caráter dos escolhidos para o STF. Mas o saldo do método não é dos melhores. E isso diz respeito à democracia. Desvios de comportamento, que vão da vaidade efervescente, ao desequilíbrio ostensivo no exercício de um missão, em si, credora de predicados opostos, foram – tem sido – cumulativamente testemunhados pela sociedade. Poucos, se é que cabe ombrear alguém à dignidade solitária do ministro Ricardo Lewandowski, declinaram da genuflexão desfrutável pelo enredo conservador montado em torno do julgamento da AP 470. Fux, por certo, não foi um deles. E a tal ponto, que empresta pertinência à dúvida. O que mais teria prometido Fux, e a quem, ao longo de um julgamento que se tornou explicitamente político, com juízes banhando-se nus nas águas de uma sintonia eleitoral escrachada, sem pejo, nem apego decência? O tempo não regenera os pilares trincados daquele espetáculo midiático, em que provas inexistentes foram supostas, e dúvidas incontornáveis foram torneadas em formato de condenação. (Leia aqui a edição especial da revista Retrato do Brasil, do jornalista Raimundo Pereira, sobre as falhas gritantes no julgamento). A resistência do ministro Joaquim Barbosa ao legítimo direito de acesso aos votos e aos prazos de recursos pleiteados pela defesa do acusados, ademais de arbitrária, transpira suspeitas. O conjunto empresta contundente atualidade ao debate ora em curso na Argentina. A Presidenta Cristina Kirchner acaba de enviar ao Congresso seis projetos destinados a democratizar as instâncias do judiciário no país. Um deles preconiza a eleição direta, pela população, de membros do Conselho da Magistratura. O Conselho argentino julga desvios e desmandos de juízes e advogados. Integrado por personalidades eleitas pelo voto direto, como preconiza a reforma, seu poder de quebrar o corporativismo e desguarnecer a impunidade no judiciário cresce significativamente. Não por acaso, a oposição, que se valeu do Judiciário para barrar a Ley de Meios, já se manifesta contrária à mudança. No Brasil, o Conselho Nacional de Justiça é recente, tendo sido criado apenas em 2004. É formado por 15 membros: nove integrantes dos Tribunais Superiores e das Justiças Federal, Estadual e do Trabalho; dois integrantes do Ministério Público; dois advogados; dois cidadãos ‘com notável saber jurídico e reputação ilibada’. O mandato é de dois anos. E as indicações são autorreferentes. Como acontece no caso das agências reguladoras, capturadas pelos regulados, os fiscalizados aqui têm influência determinante na nomeação dos fiscais. Uma das funções do CNJ, porém, é assegurar que os magistrados ‘julguem com imparcialidade’. Fosse composto de personalidades eleitas pelo voto da sociedade, o que diria o CNJ do comportamento esvoaçante, digamos assim, de magistrados como o senhor Fux? O desassombro do governo argentino sugere mais que isso. A composição da Suprema Corte brasileira obedece a uma mecânica de indicação mais antidemocrática que a do Vaticano na escolha do Papa. O caso do ministro Fux é ilustrativo de um vício de origem que acolhe as naturezas mais voluntariosas e melífluas. Nem por isso as mais condizentes com as expectativas e compromissos intrínsecos às obrigações daquela corte. Por que não democratizar esse processo, se não pelo voto direto, imediato, ao menos para livrá-lo das sombras de onde emergem os ‘Fux’ e assemelhados? A ver. O post Saul Leblon: Eleição direta para evitar novos “Fux” apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  10 horas atrás

Pimenta quer que Helena Chagas explique critérios de verbas para a mídia

por Conceição Lemes  Pedido à ministra Helena Chagas, da Secom/PR, foi formalizado pelo deputado Paulo Pimenta nessa quarta-feira da Assessoria de Imprensa do deputado Paulo Pimenta (PT-RS), via e-mail Na tarde desta quarta-feira (10), o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) protocolou junto ao Gabinete da Liderança do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados requerimento para que a ministra Helena Chagas, da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, explique aos parlamentares petistas os critérios utilizados para o direcionamento da mídia publicitária do Governo Federal. No documento, Pimenta solicita a realização de um seminário, em data a ser definida, a democratização dos meio de comunicação no Brasil e que, além da ministra Helena Chagas, também sejam convidados representantes de blogueiros; das rádios comunitárias; e representante das mídias regionais do Brasil. “Quero levar para dentro da bancada do PT este debate. Já estamos há mais de 10 anos com Governos populares neste País, com o Presidente Lula e agora com a Presidenta Dilma, mas em praticamente nada se alterou a concentração das verbas publicitárias do Governo Federal para os grandes meios de comunicação, em detrimento de uma política de afirmação de uma mídia regional e de formas alternativas de informação” criticou Pimenta. Outra discussão que o deputado tem levantado é o processo de judicialização, orquestrado pelos grandes grupos de comunicação com apoio de um “judiciário conservador” para asfixiar e calar pelo bolso – mesmo método utilizado na época da ditadura – jornalistas independentes e profissionais com atuação em mídias alternativas, como sites e blogs. O episódio mais recente desse processo de judicialização foi contra o site viomundo.com.br, do jornalista Luiz Carlos Azenha, condenado a pagar R$ 30 mil ao diretor de Central Globo de Jornalismo, Ali Kamel. Abaixo o documento enviado à liderança do PT: Leia também Juventude do MST denuncia criminalização de blogueiros; Dilma cala-se Democratização da mídia, na pauta de sindicalistas da AL Pimenta quer que Secom explique destino das verbas publicitárias “Deputados e empresas estão bloqueando votação do Marco Civil da Internet” Blogueiros criam fundo e sugerem Lúcio Flávio como beneficiário Jornalistas experientes aderem ao crowdfunding do Viomundo Paulo Pimenta denuncia judicialização e asfixia econômica dos blogs O post Pimenta quer que Helena Chagas explique critérios de verbas para a mídia apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia.

http://500px.com/photos

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

Feels So Real by Dragan Djuric

Feels So Real by Dragan Djuric

Veli Rat, Dugi otok, Croatia.

Dragan Djuric: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  3 horas atrás

Miss Zambia by Marsel van Oosten

Miss Zambia by Marsel van Oosten

This one is from our popular Zambia photo tour: Beyond The Great Rivers. I’ve been on safaris in all African safari countries, and Zambia is easily one of my favourites. It’s not as crowded as the Masai Mara, the Serengeti or Kruger, not as expensive as the Okavango, you can drive off road, you’re not limited to opening or closing times of the parks, you can get out of your vehicle, and there’s the Zambezi river. During the hot dry season that’s where all the animals will be so and that’s where most of the activity will be. Zambia is not your typical safari destination. It is not as open as the Masai Mara or the Serengeti for instance, where you can spot the animals from miles away – you have to work harder for your shots. To me, that’s what makes it so much more fun and rewarding. Especially because the scenery in Zambia is so spectacular with giant winterthorn trees dwarfing even the elephants, and the famous Zambezi river with highest hippo density in the world. The Zambezi is an animal magnet in the dry season, and where all the animals go, that’s where the predators are as well. Leopards are my favourite big cats – they’re just stunning. When we’re in our bush camp in Zambia, I always plan at least one leopard drive, where we specifically search for leopards. So far we have always been successful, just like last year. We left our camp very early in the morning to drive to this specific area where we had seen a leopard earlier in the hope to spot her again in good photography conditions. Well, we couldn’t have been more lucky. There she was, Miss Zambia, the prettiest leopard in the country, walking along the tree line. She was very relaxed with our presence, walked towards a termite mount, climbed up and lay herself down in the most elegant of poses. I asked our guide to reposition our vehicle to get the beautiful side lighting, and after that it was just a matter of clicking away. Bad photographs were simply impossible. We train our leopards well! 😉 When the sun got higher and the light harsher, she got up and walked away. Our cue to slowly drive back to camp and have breakfast. If you would like to join me on this spectacular trip and learn more about photography and composition, please check out my website for more information: Squiver Photo Tours & Workshops The tour was fully booked in no time, but due to a cancellation we now have two spaces available again. Hope to see you there! Marsel ©2013 Marsel van Oosten, All Rights Reserved. This image is not available for use on websites, blogs or other media without the explicit written permission of the photographer.

Marsel van Oosten: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  3 horas atrás

The Bridge by Alister C.

The Bridge by Alister C.

 

Alister C.: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  3 horas atrás

Great Horned Owl by Milan Zygmunt

Great Horned Owl by Milan Zygmunt

http://www.facebook.com/photoMZ

Milan Zygmunt: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  3 horas atrás

sister by nao sakaki

sister by nao sakaki

 

nao sakaki: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  3 horas atrás

Natures Window by Paul Emmings

Natures Window by Paul Emmings

I deleted my last post due to the number of dislikes . Natures Window at Kalbarri National Park Western Australia .It was a 30k off road drive and then around a 30 minute walk to this location in temperatures over 45. We could not stay long , it was the one time the heat got to much for us , it was just so so hot.

Paul Emmings: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

The heaven light over the Mont Saint-Michel by Mathieu RIVRIN

The heaven light over the Mont Saint-Michel by Mathieu RIVRIN

Mont Saint-Michel – Manche – Normandy- France

Mathieu RIVRIN: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

IsLaNd by cemil türkeri

IsLaNd by cemil türkeri

Heybeli ada-İstanbul…

cemil türkeri: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Daphne’s Eternal Run by Marco Soggetto

Daphne’s Eternal Run by Marco Soggetto

Eerie shadows and false misty light on unknown paths, Ghostly trees appear and fade away around me, grasping the motionless breezes on the bottom of these forests, Everything crying this absolute humidity on my face and hairs, on my beard, as a wet shroud, While again and again I carry on my lost Daphne’s tracks.

Marco Soggetto: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Baikal Lake by Yury Pustovoy

Baikal Lake by Yury Pustovoy

panorama

Yury Pustovoy: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Martin Pescatore by Clickalps .com

Martin Pescatore by Clickalps .com

© Riccardo Trevisani 4th place in the ClickAlps weekly photo contest @ Clickalps FB group Week #13 (25mar-31mar) You’re welcome to join us!

Clickalps .com: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

After The Rain by Cesar Castillo

After The Rain by Cesar Castillo

 

Cesar Castillo: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Touch with clouds by Peter Orlický

Touch with clouds by Peter Orlický

Peter Orlicky

Peter Orlický: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

the Chital deers by Irawan Subingar

the Chital deers by Irawan Subingar

The chital or cheetal, also known as chital deer, spotted deer or axis deer is a deer which commonly inhabits wooded regions of India, Sri Lanka, Nepal, Bangladesh, Bhutan, and in small numbers in Pakistan. This shot are taken in Indonesia.

Irawan Subingar: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Dark Mirror by Denis Belyaev

Dark Mirror by Denis Belyaev

There is a beautiful view when outdoors frost -20 and blue skies overhead …

Denis Belyaev: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Cap.. by Atif Saeed

Cap.. by Atif Saeed

 

Atif Saeed: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Fire seed by LEE INHWAN

Fire seed by LEE INHWAN

분홍바늘꽃

LEE INHWAN: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Untitled by Vassili Broutski

Untitled by Vassili Broutski

 

Vassili Broutski: Photos · Blog

       Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  4 horas atrás

Yummy by iDruz Arsyad

Yummy by iDruz Arsyad

 

iDruz Arsyad: Photos · Blog 

11 minutos atrás

Coletivo CAUIM: Aldeia Maracanã ou com quantos extermínios se (des)faz um país

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

Coletivo CAUIM: Aldeia Maracanã ou com quantos extermínios se (des)faz um país

por Conceição Lemes 
 Urutau Guajajara e Anagé Aruak (chorando) durante a desocupação da Aldeia Maracanã. Foto: Orlando Callheiros/ Coletivo CAUIMCom efeito, além dos massacres e das epidemias, além dessa singular selvageria que o Ocidente traz consigo, há, ao que parece, imanente à nossa civilização, e constituindo a “escura metade das sombras” onde se alimenta sua luz, a muito notável intolerância da civilização ocidental diante de civilizações diferentes, sua incapacidade de reconhecer e aceitar o Outro como tal, sua recusa em deixar subsistir aquilo que não lhe é idêntico.     (Pierre Clastres, “Entre silêncio e diálogo”) do Coletivo CAUIM, via e-mail Nós, membros do Coletivo CAUIM*, expressamos publicamente nosso repúdio às ações do Governo do Estado do Rio de Janeiro de expulsar a Aldeia Maracanã do terreno do antigo Museu do Índio, nos arredores do estádio Mário Filho (Maracanã), bem como os projetos de transformar o rico patrimônio público, histórico e cultural que lá se encontra em estacionamentos ou museu do Comitê Olímpico Brasileiro. Os objetivos do governador Sérgio Cabral atacam frontalmente os direitos dos povos indígenas e a história do Rio de Janeiro e do Brasil, violentando o direito à memória, com o não-tombamento de uma edificação centenária central para a política indigenista nacional, e destruindo seu uso social a fim de entregar o terreno à iniciativa privada. Assim, o governo acaba com um lugar que servia de abrigo e moradia para os índios residentes ou em trânsito pela cidade, que originalmente fora uma aldeia e que, destinado pelo Estado há mais de um século para atender os ocupantes originais do Brasil, desde 2006 se estabeleceu como ponto de encontro e intercâmbio cultural de indígenas, entre si e com os “brancos”. Ainda mais grave do que a destruição da Aldeia Maracanã e do patrimônio público, foi a operação de guerra montada pelo governo, através de suas forças policiais, para executar a ação. No dia 22 de março, a sociedade brasileira e a comunidade internacional assistiu, estarrecida, ao ataque de centenas de policiais militares e membros do Batalhão de Choque com vistas à desocupação do antigo Museu do Índio. Munidos de vários blindados, camburões, helicópteros, armas químicas e sônicas, centenas de soldados sitiaram, durante a madrugada, o território habitado pelos indígenas, invadindo-o pela a manhã e iniciando uma violenta batalha campal. Ninguém foi poupado da barbárie policial: além dos ataques aos ocupantes da Aldeia Maracanã, dentre os quais gestantes, bebês e crianças, todos os presentes durante a invasão do Choque foram atingidos pelas várias bombas de gás lacrimogênio e outras armas químicas; pela primeira vez no Brasil, uma arma sônica foi utilizada. Além dos apoiadores da causa indígena, também foram agredidos os deputados, vereadores, defensores públicos e membros da imprensa pelo armamento que é condenado pela Convenção de Armas Químicas da ONU, de 1997. No dia seguinte, 23 de março, quando os habitantes da Aldeia Maracanã se dirigiram ao Museu do Índio, em Botafogo, para solicitar um encontro com as autoridades indigenistas da FUNAI, foram outra vez cercados pela polícia, desta vez com o apoio do BOPE. A ocupação, pacífica, novamente foi criminalizada. Assim como ocorrera na véspera, o advogado dos habitantes da Aldeia Maracanã foi impedido pelos policias de chegar até seus representados. Os eventos narrados acima fornecem um emblema do que vivenciam as populações indígenas no Brasil atual, marcado pelo silêncio das autoridades federais que deveriam resguardar os seus direitos: nem a FUNAI, nem a Secretaria de Direitos Humanos do Governo Federal se pronunciaram sobre o assunto; tampouco o fez o Ministro da Justiça ou a Presidenta da República, Dilma Rousseff. Em fina sintonia com a violência do Governo do Estado do Rio de Janeiro, o Governo Federal continua tratando os povos indígenas como entraves para as grandes obras que tanto deseja realizar, e, quando não ocupando posição de algoz, prefere manter o silêncio, fazendo-se deliberadamente omisso em relação às atrocidades que acometem as populações originárias no Brasil. Persiste o genocídio dos Guarani-Kaiowá, em Mato Grosso do Sul, sem a devida intervenção do Governo Federal; a ameaça a dezenas de Terras Indígenas com a seca de seus rios, crescente criminalidade em seus entornos e fim dos animais de caça devido à implementação de complexos de mega-hidrelétricas, sem o atendimento de suas mais básicas condicionantes ambientais; e, no momento mesmo de escrita deste texto, articula-se uma ação militar de repressão à resistência Munduruku, habitantes do rio Teles Pires, com vistas à instalação forçada de um conjunto de hidrelétricas na região. Estas são apenas algumas faces de um mesmo projeto adotado pelo Governo Federal e seus aliados regionais, recuperando o modelo desenvolvimentista da ditadura militar, em que os empreendimentos faraônicos e a grilagem latifundiária gozam não só de respaldo político, como também do uso da força estatal para consolidá-los. A situação é bem ilustrada pela alteração do artigo 4 do Decreto 5.289 de 2004, que desfigura a Força Nacional de Segurança Pública, tornando-a menos um instrumento de segurança fundado no pacto federativo (entre Municípios, Estados e União, como versa nossa Constituição) do que em uma polícia estabelecida para atender as solicitações diretas do Governo Federal. Os maiores veículos de comunicação do país também não mostram sensibilidade ou um preparo mínimo para tratar dos assuntos indígenas, como ficou evidenciado pela cobertura jornalística do ataque à Aldeia Maracanã. O preconceito disseminado em afirmações como “os índios verdadeiros estão na floresta”, “aquilo supostamente é uma aldeia” e “eles deveriam voltar para o lugar deles”, repetidas incontáveis vezes durante as transmissões, estão em sintonia com os policiais que gritavam, durante a repressão, “voltem para o mato, voltem para Roraima, Amapá”. Ignorantes da complexidade das relações que os indígenas brasileiros estabelecem com as cidades, inclusive de moradia, e reificando uma imagem primitivista dos índios, os “formadores de opinião” (sic) cumprem indiretamente o papel de legitimar a violência contra as minorias étnicas, ao reforçar o preconceito que pesa sobre elas e criminalizar suas demandas. Entre o pólo da cidade e o pólo da floresta, há uma miríade de possibilidades de vida. E é aí que as vidas indígenas transcorrem, conforme seus modos próprios de pensamento e ação num mundo em constante movimento e transformação. O trânsito entre diferentes espaços desdobra-se numa diversidade de experiências históricas de relação com a alteridade, em que o mundo dos “brancos” (e seu espaço por excelência, a cidade) ocupa posição de destaque. Ao contrário do que muitos esperam, as culturas indígenas não são artigos empoeirados de museus, ou sobrevivências de um modo de vida arcaico em vias de extinção. A multiplicidade dos modos de ser indígena no século XXI não se enquadram na imagem preconceituosa que muitos não-índios insistem em cultivar do “homem primitivo” puro e inocente na selva ou do ser em decadência na cidade. Longe de serem eliminadas pela vivência em centros urbanos e suas margens, as vitalidades indígenas florescem no seio da diferença, reafirmando-se enquanto índios, isto é, enquanto um modo de existir e pensar diferente do nosso. Não à toa, após mais de 500 anos de massacres, perseguição e preconceito, os índios resistem, recusando se render tanto ao genocídio (“ainda vivemos!”) como ao etnocídio (“continuamos sendo índios!”). Contrariando as previsões de extermínio e aculturação dos colonizadores, desde o Cabral de 1500 até o Cabral de 2013, os índios continuam sendo índios, e o Brasil não é uma nação homogênea: dentro das fronteiras de seu território existem mais de 200 povos diferentes, falando mais de 150 línguas distintas. De modo que a presença de uma aldeia no centro do Rio de Janeiro, ao lado de um empreendimento bilionário e de destaque internacional (o novo Maracanã), resiste como emblema da heterogeneidade sóciocultural existente no país: justamente por isto, indesejado pelo governo, e um entrave para sua política higienista. Exemplo maior da afirmação sociopolítica da diferença, a Aldeia Maracanã, com sua proposta de ser um espaço de troca de experiência artística e intelectual entre indígenas e não indígenas de todo país (e do mundo), nos faz um generoso apelo no sentido de multiplicar nosso mundo a partir da imagem e da experimentação de outras formas de existir. Em um momento de acelerada destruição do meio-ambiente e do crescimento da monocultura latifundiária, de desrespeito aos direitos constitucionais que resguardam os habitantes das áreas atingidas pelos mega-empreendimentos, além da sofisticação e brutalidade do aparato repressor do Estado contra a população civil, é preciso sempre lembrar das consequências de sermos todos Guarani Kaiowá. *O coletivo é composto por estudantes de pós-graduação do Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social da UFRJ/ Museu Nacional. Leia também: “Demolir prédio histórico para criar estacionamento é ato de covardia” O Batalhão de Choque engajado na privatização do Maracanã O post Coletivo CAUIM: Aldeia Maracanã ou com quantos extermínios se (des)faz um país apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  8 horas atrás

Izaías Almada: Tremenda falta de assunto…

por Conceição Lemes Ironicamente, FHC será o primeiro imortal nas letras que pediu para esquecerem tudo o que ele escreveu. E pensar que o país já produziu um Machado de Assis… A eleição de Amaury Ribeiro Jr. seria mais digna por Izaías Almada Com uma direita boçal e uma esquerda anódina, o Brasil vai empurrando a crise e mantendo algumas conquistas sociais sobre o fio da navalha. Sabe-se que o exercício da política é um jogo delicado. Na maioria das vezes de cartas marcadas e com muitos jogadores viciados. Nem por isso, contudo, deve-se desprezá-la, mas – ao contrário – tentar ver o que é possível fazer para melhorar o país sempre que isso for possível. Mas o dia a dia é cruel e nele se misturam os interesses mais variados, prevalecendo a força da manipulação das idéias, o jogo ideológico das cadeiras, o dinheiro fácil sedimentando cada vez mais a hipocrisia, e a vaidade botando as manguinhas de fora em homens e mulheres que já foram mais sérios um dia. Aliás, se a vaidade e a obsessão matassem, com certeza o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e seu discípulo José Serra já teriam ido dessa para a melhor há algum tempo… Que eles não se preocupem, entretanto, desejo-lhes vida longa. Ironicamente, FHC será o primeiro imortal nas letras que pediu para esquecerem tudo o que ele escreveu. E pensar que o país já produziu um Machado de Assis… A eleição do jornalista Amaury Ribeiro Jr. seria mais digna. Nesses tempos bicudos, onde se vende muito gato por lebre, onde o título de “celebridade” é disputado a tapas por prostitutas inglesas, políticos e juristas emplumados e medíocres, padres pedófilos, jogadores de futebol publicitários e máfias do colarinho branco, europeias, sul e norte-americanas, onde o Oscar de melhor filme do ano é vencido por uma história em homenagem à CIA, penso que o melhor é divagar por outros assuntos e, quem sabe, lembrarmo-nos de algumas das verdadeiras celebridades, aquelas que merecem da humanidade alguns minutos de reflexão a sério. Personalidades, quanto a mim, até merecedoras de um Prêmio Nobel da Paz, não tivesse essa própria honraria sido tão enxovalhada, se nos lembrarmos também de que Barack Obama é um de seus vencedores. Mas deixemos a intolerância, a ironia, a má vontade e a desconfiança de lado e acreditemos na boa vontade entre os homens aproveitando esse momento em que o mundo troca de papa, agora Francisco, que já deixou a presidente da Argentina embevecida com o seu beijo. O valente soldado Bradley Manning abre com gala o desfile destas que são, de fato, verdadeiras celebridades. Mostrou para o mundo, em particular para os idiotas que repetem como papagaios os valores da “democracia norte-americana”, e não vêem como aquilo funciona entre a Califórnia e o Estado do Maine. Ou como é “exportada” para o resto do mundo. Para o Departamento de Estado norte-americano democracia não se conquista, se impõe como no velho oeste mostrado no filme “Django” de Tarantino. Com o uso da manipulação midiática ou pela força das armas: aqui sim, o cliente é livre para escolher. Pode-se iniciar o aprendizado em Miami na Flórida, onde se encontra o maior número de mercenários ideológicos por metro quadrado. Todos a serviço das oligarquias de seus países de origem, do México à Patagônia. Julian Assange, outra grande personalidade que, por ser cidadão honesto e pronto a defender a humanidade dos belicistas e dos bárbaros modernos, cumpre pena de prisão domiciliar dentro da embaixada equatoriana em Londres. Viva a liberdade de expressão e a publicação das vergonhosas tramoias que se escondem em nome da democracia ocidental e cristã! Hugo Chávez, com sua fisionomia que expressava – e bem – a mistura de duas raças, índios e negros, e que até o último minuto de vida enfrentou a barbárie que tem o seu ninho de répteis no hemisfério norte, branco e de olhos azuis. Esse homem tirou a sua querida Venezuela da miséria e da ignorância, enchendo-a de esperança e orgulho nacional, para desespero dos eternos exploradores e gigolôs do trabalho escravo e da mão de obra barata, bem como para os idiotas da subjetividade, tão disseminada entre “elites” caipiras que comem salame e arrotam caviar. Rafael Correa, Evo Morales, Nelson Mandela aumentam aqui o pequeno rol de verdadeiras celebridades e que, por mais que façam o Departamento de Estado, a CIA, os quinta-colunas do jornalismo internacional, os analistas políticos e econômicos candidatos à boa vida neoliberal, não conseguem ser crucificados como gostariam os ventríloquos do moribundo neoliberalismo. Feita essa divagação pela senda das verdadeiras e poucas celebridades do mundo contemporâneo, o que fica é uma tremenda falta de assunto, pois é cada vez mais difícil o diálogo com uma imprensa de mão única e que procura impor o seu ponto de vista através de um tacanho e oportunista conceito de liberdade de expressão. E agora com o apoio de uma parte necrosada do poder judiciário, celebridades menores ofuscadas pelo poder efêmero que julgam possuir. O verdadeiro poder continua sendo o do povo, mas no Brasil poucos sabem disso. E os que sabem se dividem entre afoitos, puristas ou defensores de um pragmatismo que muitas vezes se confunde com a covardia. Pobre Brasil! Leia também: A Privataria é imortal. Amaury para a Academia Brasileira de Letras O post Izaías Almada: Tremenda falta de assunto… apareceu primeiro em Viomundo – O que você não vê na mídia.

12 minutos atrás

Como surge um Fux?

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

Como surge um Fux?

por Esquerdopata  Democracia x Judiciário: Como surge um ‘Fux’?

As revelações de ex-ministro José Dirceu sobre os bastidores da campanha de Luiz Fux à Suprema Corte não são novas. Nem por isso deixam de inspirar  um misto de constrangimento e perplexidade pelo avançado despudor que revelam no acesso a um posto, teoricamente reservado à sobriedade e a isenção. Pregoeiro de um leilão em que era a própria mercadoria, Fux teria ofertado a Dirceu o seu voto de absolvição no julgamento da AP 470. O que ele fez dessa promessa é sabido e revelador.
Não cabe discutir  o caráter dos escolhidos para o STF. O fato é que o saldo do método não é dos melhores. Exposta aos holofotes e às tenazes do cerco midiático, durante quatro meses e meio, aquela corte soçobrou à genuflexão desfrutável pelo enredo conservador montado em torno do julgamento da AP 470. 
O conjunto empresta contundente atualidade ao debate ora em curso na Argentina, onde a Presidente Cristina Kirchner acaba de enviar ao Congresso seis projetos destinados a democratizar as instâncias do judiciário. A composição da Suprema Corte brasileira obedece a uma mecânica de indicação mais antidemocrática e viciada que a do Vaticano na escolha do Papa. O caso do ministro Fux  é ilustrativo de um vício de origem que acolhe as naturezas mais voluntariosas e melífluas.
LEIA MAIS AQUI

  Compartilhar  Marcar como não lido  Curtir  10 horas atrás

The Walking Dead 4 – London Burning

por Esquerdopata  Emprestado daqui 

12 minutos atrás

Nova enquete: o que vai acontecer com a Venezuela após as eleições?

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

Nova enquete: o que vai acontecer com a Venezuela após as eleições?

por Cynara Menezes  (os candidatos Nicolás Maduro e Henrique Capriles) No domingo, 14 de abril, os venezuelanos irão novamente às urnas para escolher um novo presidente, após a morte de Hugo Chávez. Quem vai ganhar? As pesquisas apontam o favoritismo de Nicolás Maduro, o candidato oficial. O oposicionista Henrique Capriles poderá surpreender? O país será o mesmo sem Chávez? Tenho minhas dúvidas, e vocês? Não deixem de votar na nova enquete, na barra lateral do blog.

13 minutos atrás

Barrigada de Reinaldo Azevedo

por noreply@blogger.com (EUCLIDES VIEIRA DE SANTANA)
 

Barrigada de Reinaldo Azevedo

por Rilton Nunes Como sempre, Reinaldo Azevedo (o rola bosta mentiroso), faz barrigada estúpida em seu artigo imbecil (SF)

 


Segundo Reinaldo Azevedo, a Dama de Ferro morreu ‘pobre’: só se for por um conceito inédito de pobreza. 

DE LONDRES Margaret Thacher morreu pobre. Assim terminou Reinaldo Azevedo  seu panegírico de Margaret Thatcher. Não vou entrar no mérito dos elogios: só lembro que estão sendo feitas festas aqui no Reino Unido para comemorar a morte de Thatcher. Só lembro também que ela chamou Mandela de terrorista e, no depoimento de um antigo ministro do exterior australiano, fez observações a ele “chocantemente racistas” contra indianos, paquistaneses etc etc. Lembro também que no próprio dia da morte não houve sequer minuto de silêncio no grande derby de Manchester entre o United e o City, por decisão dos clubes. Lembro que em Liverpool a torcida local cantou para festejar a morte de Thatcher.  E que na Escócia multidões saíram às ruas como se fosse o carnaval baiano. Lembro também que numa enquete do Guardian sobre se devia ser erguida uma estátua a Thatcher em Trafalgar Square 87% das pessoas disseram que não. E lembro, enfim, que já se instalou um debate furioso aqui em torno do que muitos consideram os gastos absurdos do funeral extravagante que será dado a ela — ainda que lhe tenham sido negadas honras de Estado, como as concedidas a Churchill. Mas não são estas lembranças o propósito do meu texto. É a pobreza alardeada por Reinaldo Azevedo. De onde ele tirou esse disparate? Como tudo é relativo, a pobreza de Thatcher só seria admissível se você cotejasse o legado dela com o de Bill Gates. Ou então Azevedo tem uma fortuna que torna a de Thatcher uma pobreza. Thatcher deixa aos herdeiros uma propriedade em Belgravia, o bairro mais caro de Londres, calculada em 25 milhões de reais. Ali ela morou até se transferir, no fim da vida, para o hotel Ritz, onde era mais fácil cuidar dela no estágio avançado de demência.

A casa de Thatcher  em Belgravia, área mais nobre de Londres, é avaliada em 13 milhões de dólares
 


A casa de Thatcher em Belgravia, área mais nobre de Londres, é avaliada em 13 milhões de dólares O patrimônio de Thatcher gira em torno de 16 milhões de dólares. É uma cifra razoável para quem chegou à política sem nada:  até sua carreira realmente decolar, Thatcher foi sustentada pelo marido, Dennis. Na família, dinheiro mesmo quem tem é Mark, filho de Thatcher. Em 1984, no auge do poder e influência da mãe, Mark foi acusado pela mídia de ter levado uma comissão de uma empreiteira numa obra de 300 milhões de libras em Omã.  Segundo a mídia, Thatcher recomendara a empreiteira ao sultão de Omã. Mark Thatcher, considerado amplamente entre os britânicos um imprestável, tem hoje uma fortuna avaliada em 100 milhões de dólares. Reinaldo Azevedo tem que rever suas fontes – ou seu conceito de pobreza. Ao escrever sua previsível hagiogragia de Thatcher na Veja, Ricardo Setti – que com artigos certeiros, povoados de maiúsculas e exclamações perplexas, vai firmando lugar nas preferências jornalísticas do PIB – perguntou de saída: que dizer depois do artigo de um “craque” como Reinaldo Azevedo? Minha sugestão: corrigir, simplesmente, a besteira. Paulo Nogueira

SINTONIA FINA – @riltonsp – com Com Texto livre 

http://500px.com/photos

Zen Garden by Nhut Pham

 
 
 

Zen Garden by Nhut Pham

Back to the nature! I love this little tree. Don’t know what it’s called. Maybe I should call it “mini bamboo”! Have a great day everyone. Thanks for looking! 🙂

Nhut Pham: Photos · Blog 

     

6 horas atrás

s/t by Jorge Cacharrón

 
 
 

s/t by Jorge Cacharrón

 

Jorge Cacharrón: Photos · Blog 

     

11 horas atrás

Lovely Bloom. by Ravi S R

 
 
 

Lovely Bloom. by Ravi S R

 

Ravi S R: Photos · Blog 

     

12 horas atrás

Relax by Russo Francesco

 
 
 

Relax by Russo Francesco

 

Russo Francesco: Photos · Blog 

     

14 horas atrás

A new day by Stefano Crea

 
 
 

A new day by Stefano Crea

 

Stefano Crea: Photos · Blog 

     

14 horas atrás

windows by Kai Ziehl

 
 
 

windows by Kai Ziehl

 

Kai Ziehl: Photos · Blog 

     

16 horas atrás

Dolly by Frédéric Leschallier

 
 
 

Dolly by Frédéric Leschallier

New version

Frédéric Leschallier: Photos · Blog 

     

16 horas atrás

Bay of fires by Oxy Z

 
 
 

Bay of fires by Oxy Z

Location: Bay of fires Tasmania Australia Inspired by Dylan Toh

Oxy Z: Photos · Blog 

     

16 horas atrás

The Falconer by Delphine Devos

 
 
 

The Falconer by Delphine Devos

The Falconer with a Kestrel

Delphine Devos: Photos · Blog 

     

17 horas atrás

Jackal reflections by kyle de nobrega

 
 
 

Jackal reflections by kyle de nobrega

Jackal reflections. . A black backed jackal briefly crosses our path in the early morning light. The warm colours of the rising sun create a nice backlit image. . Kgalagadi . http://www.facebook.com/inthestixx

kyle de nobrega: Photos · Blog 

     

18 horas atrás

Twin Horns by Dylan Toh & Marianne Lim

 
 
 

Twin Horns by Dylan Toh & Marianne Lim

Beinn Alligin and Beinn Dearg Torridon Scotland This is the view looking at the horns of Beinn Alligin and Beinn Dearg, a fantastic ridgeline walk from our trip in Scotland 2010. Torridon is a walking Mecca among the Scottish highlands and its hostel was also one of our favourites.

Dylan Toh & Marianne Lim: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 10:39

My Way…!!! by Eugy G.

 
 
 

My Way…!!! by Eugy G.

Un mapa del mundo que no incluya Utopía, no es digno de ser visto.. Oscar Wilde..! >>>>>>>>>>> A map of the world that does not include Utopia is not worth seeing .. Oscar Wilde ..! My Way….

Eugy G.: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 10:39

郁金香 / Tulip by Chen Away

 
 
 

郁金香 / Tulip by Chen Away

来自LOFTER

Chen Away: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 10:33

Spring Fairy by kazumi Ishikawa

 
 
 

Spring Fairy by kazumi Ishikawa

Japanese dog’s tooth violet.( Erythronium )

kazumi Ishikawa: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 10:18

Flight Escort by Jorge Coromina

 
 
 

Flight Escort by Jorge Coromina

 

Jorge Coromina: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 09:45

Affection by Sanjukta Banerjee

 
 
 

Affection by Sanjukta Banerjee

 

Sanjukta Banerjee: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 09:43

He held the key by Louisa Catharine Forsyth

 
 
 

He held the key by Louisa Catharine Forsyth

Tirano where I shot this ancient door and lock, is at the bottom of the Valtellina. It borders Switzerland and the apartment I stay in is just a ten minute walk from the border. A town full of history and attracts many tourists, espcially those who like the take the Bernina train to Switzerland through the mountains. Famous for good food and wine, a wonderful place to chill out. Especially after a week in Milano working. You get to see the Basilica of Madonna di Tirano, a historical holy building from the early 16th century. The ancient walls were built to defend the people by Ludwig Sforza at the end of the 15th century. A great place to see too, is the ruins of the imposing tower of the Castle of Santa Maria. For me one of the most unforgettable walks is late at night in the old town, ancient architecture and a feeling of serenity surrounds one as you walk in the stillness… He Held The Key Without knowing when Or how it happened, Realizing he held the key, He pulled open the bolt, Letting light into his world, And knew life would never Quite be the same again… ~ LCF Texture Blend Photography

Louisa Catharine Forsyth: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 09:07

São Bento by ijp photo

 
 
 

São Bento by ijp photo

São Bento is a railway station with very old and beautiful architecture in Oporto city, north of Portugal.

ijp photo: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 09:01

In ria Cormoram red… by Riki

 
 
 

In ria Cormoram red… by Riki

Yesterday i could not address you as they would have liked.. Strapped for time..Thank you for your support…

Riki : Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 08:46

Algarve – Near The River by Luis Pereira

 
 
 

Algarve – Near The River by Luis Pereira

Because i had some dislikes with this Photo , this morning, i took the iniciative of delete her, and PUT HER AGAIN, THIS VERY AFTERNOONSo DISLIKERS BE MY GUESS AND KISS MY AS………

Luis Pereira: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 08:22

The morning after by Abdulrahman Ashkanani

 
 
 

The morning after by Abdulrahman Ashkanani

 

Abdulrahman Ashkanani: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 08:01

Cool kids by kazumi Ishikawa

 
 
 

Cool kids by kazumi Ishikawa

Children to play taiko.

kazumi Ishikawa: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 06:42

Who Wants Ice Stream? by Kevin Haggith

 
 
 

Who Wants Ice Stream? by Kevin Haggith

April 2013 ….and the cold nights still freeze the shallow streams of rain water left on the driveway…making for some of nature’s abstract art.

Kevin Haggith: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 06:37

Sit by Lars van de Goor

 
 
 

Sit by Lars van de Goor

A forest scene. Man training his dog. Silhouettes in beautiful morning sun light

Lars van de Goor: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 06:24

My autumn… by Joanna Maciszka

 
 
 

My autumn… by Joanna Maciszka

 

Joanna Maciszka: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 04:32

K by АNASTASIA LIVUN

 
 
 

K by АNASTASIA LIVUN

 

АNASTASIA LIVUN: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 04:29

Me and my world by Caras Ionut

 
 
 

Me and my world by Caras Ionut

Photomanipulation on the basis of my own photo. HOW IS MADE BUY PRINT If you like this work or any other of mine, you can order the tutorial + PSD file. For more info, please see the link below Learn Photoshop Online BUY PHOTOSHOP TUTORIAL’S If you like my work, you can support me on facebook to Thank you very much for your time and appreciation.

Caras Ionut: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 04:24

Bath of light by Alonso Díaz

 
 
 

Bath of light by Alonso Díaz

http://www.northphototours.com http://www.alonsodr.com Tarifa (Cádiz – Andalucía) Sony A900 Carl Zeiss 16-35mm Filters: ND8, reverse GND8

Alonso Díaz: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 04:14

Laguneando. by Cerbero Carmenaty

 
 
 

Laguneando. by Cerbero Carmenaty

 

Cerbero Carmenaty: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 04:10

Rainy Landscape 2 by RYNTEN

 
 
 

Rainy Landscape 2 by RYNTEN

rainy day

RYNTEN : Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 03:08

Capri’s fireplace by Giorgio Carraro

 
 
 

Capri’s fireplace by Giorgio Carraro

 

Giorgio Carraro: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 03:00

Coton top by Guillaume Vassord

 
 
 

Coton top by Guillaume Vassord

les aiguilles de Port Cotonnikon 7000

Guillaume Vassord: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 02:45

coastal fishing boats by Kenan Mert

 
 
 

coastal fishing boats by Kenan Mert

 

Kenan Mert: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 01:54

Happy Housing No 2 by Elmar Bayer

 
 
 

Happy Housing No 2 by Elmar Bayer

Please click on the balcony with the dark panel for a better viewing experience ! Antony and the Johnsons – Another World I need another place Will there be peace? I need another world This one’s nearly gone Still have too many dreams Never seen the light I need another world A place where I can go ….. http://www.youtube.com/watch?v=gAzKXxz1lqg

Elmar Bayer: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 01:44

Caleb by Soko Fotohaus

 
 
 

Caleb by Soko Fotohaus

Caleb

Soko Fotohaus: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 01:44

Washed away… by Ewa Frye

 
 
 

Washed away… by Ewa Frye

. . http://youtu.be/dtZmHpHAYDA Sonic Youth – Massage The History . . oil dripping on my head let’s go back to bed bring him back to me bring him back to me oil dripping on my head bring you back from the dead, from the dead here’s wishing here with me here’s wishing we could massage the history, the history i’m witness to what you do anything that you feel in between, between you and me you were near along the sea, floating on debris you’re so close, close to me you’re so close, close to me oil dripping on my head let’s go back to bed bring you back, bring you back from the dead, from the dead wishing you were here with me wishing you were here let’s massage the history all the money’s gone, all the money’s gone funny, it was never here, it was never here here’s a song, here’s a song, to the massage the history come with me to the other side not everyone makes it out alive i want you to sign my neck … . . . .

Ewa Frye: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 01:37

The taming of storm by Caras Ionut

 
 
 

The taming of storm by Caras Ionut

Photomanipulation on the basis of my own photo. HOW IS MADE BUY PRINT If you like this work or any other of mine, you can order the tutorial + PSD file. For more info, please see the link below Learn Photoshop Online BUY PHOTOSHOP TUTORIAL’S If you like my work, you can support me on facebook to Thank you very much for your time and appreciation.

Caras Ionut: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 01:09

Frost Tree by Shuchun D

 
 
 

Frost Tree by Shuchun D

 

Shuchun D: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 01:05

CANAL TALES by KENNY BARKER

 
 
 

CANAL TALES by KENNY BARKER

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

KENNY BARKER: Photos · Blog

Grein am Morgen by Leo Pöcksteiner

 
 
 

Grein am Morgen by Leo Pöcksteiner

Am frühen Morgen Spiegelten sich die Lichter von Grein ( Österreich ) in der Donau . Diese Spiegelung ist natürlich nicht mit Photoshop erstellt .

Leo Pöcksteiner: Photos · Blog 

     

6 horas atrás

The Old Bridge by Mostafa Hamad

 
 
 

The Old Bridge by Mostafa Hamad

After a long absence from black-and-white photography because of the difficulty of this type of photography and its impact on myself, now I go back to the most beautiful category of photography in my opinion threw this snapshot of London Tower Bridge.(published on national geographic)

Mostafa Hamad: Photos · Blog 

     

7 horas atrás

Sunflower field by Tamás Kiss

 
 
 

Sunflower field by Tamás Kiss

Sunflower field

Tamás Kiss: Photos · Blog 

     

8 horas atrás

Together by Silvia S.

 
 
 

Together by Silvia S.

 

Silvia S.: Photos · Blog 

     

8 horas atrás

o.O by bug eye 🙂

 
 
 

o.O by bug eye 🙂

Spotted Eyes Hoverfly / แมลงวันดอกไม้ตาลายจุด

bug eye :): Photos · Blog 

     

9 horas atrás

Bugs Meeting by Emilio Cabida

 
 
 

Bugs Meeting by Emilio Cabida

 

Emilio Cabida: Photos · Blog 

     

9 horas atrás

Against All Odds by Ashley Vincent

 
 
 

Against All Odds by Ashley Vincent

Many thanks for your expressions of appreciation on “Brink of Extinction”, very much appreciated! Aside from its impressive size – believed to have been the largest of all lion subspecies – the Barbary Lion is also somewhat distinctive due to its darker colouration, something that I was immediately drawn to and felt compelled to enhance just a little to add just a tad more dramatic appeal, well, a little more that is from its normal complexion but quiet a bit more that what appeared in the RAW file, as let’s just say the ambient light down at Port Lympne Wildlife Park in Kent that afternoon was far from favourable from a photographer’s perspective, just ask Sue Demetriou if you don’t believe me, she was there freezing her ass off too ;^) Sadly, this magnificent animal, with its former natural habitat stretching across the Atlas Mountains of Morocco, Algeria and further northeastward to Egypt, has been extinct in the wild since the early 20th century. It is estimated that there are around 140 Barbary Lions in captivity, however, further reading suggests that few of those are direct descendants of the Barbary Lion sub-specie, as many have been breed with others from the African continent, though there are efforts at selective breeding that may shed a glimmer of hope. Thanks as always for your time and interest, and wishing you a great one ahead! Website | Fine Art America | Facebook

Ashley Vincent: Photos · Blog 

     

9 horas atrás

Nadya by Sean Archer

 
 
 

Nadya by Sean Archer

 

Sean Archer: Photos · Blog 

     

10 horas atrás

From Above by Karim Nafatni (GostRidr®)

 
 
 

From Above by Karim Nafatni (GostRidr®)

 

Karim Nafatni (GostRidr®): Photos · Blog 

     

10 horas atrás

Stormy Sunrise by Jason Crowell Photographics

 
 
 

Stormy Sunrise by Jason Crowell Photographics

High tide at Cathedral Rocks, NSW Australia. To arrive at a location with heavy surf at high tide is more than a thrill in itself in the dark. But the dawn of a new day shed light on an amazing location!

Jason Crowell Photographics: Photos · Blog 

     

10 horas atrás

New Day by Clickalps .com

 
 
 

New Day by Clickalps .com

© Alberto Paolucci 3rd place in the ClickAlps weekly photo contest @ Clickalps FB group Week #13 (25mar-31mar) You’re welcome to join us!

Clickalps .com: Photos · Blog 

     

10 horas atrás

Rocks and sea by MIYAMOTO Y

 
 
 

Rocks and sea by MIYAMOTO Y

This place is “Tojinbo” in Fukui pref. Japan. (taken at 5:27 PM)

MIYAMOTO Y: Photos · Blog 

     

11 horas atrás

Backlit Bambi by Simon Roy

 
 
 

Backlit Bambi by Simon Roy

 

Simon Roy: Photos · Blog 

     

11 horas atrás

Sand curves by KHALID ALSABT

 
 
 

Sand curves by KHALID ALSABT

 

KHALID ALSABT: Photos · Blog 

     

11 horas atrás

Sớm SAPA by Quoc Loc

 
 
 

Sớm SAPA by Quoc Loc

 

Quoc Loc: Photos · Blog 

     

11 horas atrás

Tiny jewels by Daniele Mion

 
 
 

Tiny jewels by Daniele Mion

 

Daniele Mion: Photos · Blog 

     

12 horas atrás

Intensity by Tracy Parker

 
 
 

Intensity by Tracy Parker

This is my daughter Destiny and we decided to play around with some paint this weekend. She is an artist and loves to draw, so when I asked her to do this shoot with my good friend Amanda, she jumped right in. When we were taking some head shots, she gave me this intense stare and I loved it. It really shows off her amazing eyes. Well eye really. I have some more of these coming, but I hope you all enjoy this one first. Thank you.

Tracy Parker: Photos · Blog 

     

12 horas atrás

Light of Buddha by Jaewoon u

 
 
 

Light of Buddha by Jaewoon u

 

Jaewoon u: Photos · Blog 

     

12 horas atrás

The other side of someday by Nagesh Mahadev

 
 
 

The other side of someday by Nagesh Mahadev

Sakrisøy is lilliput among the fishing villages of the Lofoten Islands with a lot of character.K Dubs aka Kristina Wilson shared the title and i was totally drawn to it. The calm waters, reflection, idyllic setting… just mesmerizing!

Nagesh Mahadev: Photos · Blog 

     

12 horas atrás

Venetian Lobby by Marc Perrella

 
 
 

Venetian Lobby by Marc Perrella

Severely jetlagged…couldn’t sleep. Decided to grab my camera and head to the lobby……and what a majestic lobby it is. This is a single shot with some dodging, burning and sharpness added in Lightroom.

Marc Perrella: Photos · Blog 

     

12 horas atrás

Bzzzzzzzzzzzzzzzz by Salah Baazizi

 
 
 

Bzzzzzzzzzzzzzzzz by Salah Baazizi

Bee collecting pollen

Salah Baazizi: Photos · Blog 

     

12 horas atrás

Seattle Sunset Long Exposure and HDR by Conor Musgrave

 
 
 

Seattle Sunset Long Exposure and HDR by Conor Musgrave

A quick HDR I took the other night. Tried throwing a 5min long exposure too. I think the result turned out interestingly.

Conor Musgrave: Photos · Blog 

     

12 horas atrás

“Life in Glass” mono by Rachel Cohen

 
 
 

“Life in Glass” mono by Rachel Cohen

PLEASE DO NOT USE THE DISLIKE BUTTON! If you don’t like this image please move on, or leave constructive criticism. The Dislike Button is not fair to anyone. Think before you act please!! “Life in Glass” mono an abstract version of life in glass!

Rachel Cohen: Photos · Blog 

     

12 horas atrás

Sunset Seat by Paul Emmings

 
 
 

Sunset Seat by Paul Emmings

After yesterdays day of madness lets hope all is now settled. Wilpena Pound South Australia. Atop the hill for a 360 sunset view , in the bush and undergrowth lies this hidden seat.Flinders Ranges are in the distance.

Paul Emmings: Photos · Blog 

     

um dia atrás

Rossim Valley by Pedro Miguel Lourenço Ribeiro

 
 
 

Rossim Valley by Pedro Miguel Lourenço Ribeiro

Rossim Valley – Gouveia (Serra da Estrela Parque Natural) – Portugal

Pedro Miguel Lourenço Ribeiro: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 13:17

Wisent by Wilfried Grühn

 
 
 

Wisent by Wilfried Grühn

 

Wilfried Grühn: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 13:10

Untitled by yogesh waikul

 
 
 

Untitled by yogesh waikul

 

yogesh waikul: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 12:56

Be sure to bring some light to your heart by Øyvind Vigdal

 
 
 

Be sure to bring some light to your heart by Øyvind Vigdal

I feel the title is enough.

Øyvind Vigdal: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 12:53

Washed on to shore by Srujan Chennupati

 
 
 

Washed on to shore by Srujan Chennupati

 

Srujan Chennupati: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 11:34

Froggie by Tim Snell

 
 
 

Froggie by Tim Snell

An extremely poisonous Golden Rocket Frog in Kaieteur National Park, Guyana

Tim Snell: Photos · Blog 

     

9 de Abril de 2013 11:21

Oil and Water by Oleg Serkiz

 
 
 

Oil and Water by Oleg Serkiz

This is a photograph oil drops in a glass of water.

Oleg Serkiz: Photos · Blog 

     

4 horas atrás

Red explosion by Matteo Re

 
 
 

Red explosion by Matteo Re

Parco fluviale del Po all’alba, Alessandria – Italia

Matteo Re: Photos · Blog 

     

4 horas atrás

Tuscany sunrise by Lorenzo Mattei

 
 
 

Tuscany sunrise by Lorenzo Mattei

Val d’Orcia is one of the most bautiful places in Italy and this house, near the town of San Quirico, is definetely one the most photographed. This shot is taken last winter during a quite cold sunrise.

Lorenzo Mattei: Photos · Blog 

     

4 horas atrás

Balsam Root and Tree, Palouse by Chip Phillips

 
 
 

Balsam Root and Tree, Palouse by Chip Phillips

Wildflowers at sunset in the Palouse with Steptoe Butte in the background. Many techniques used on this image are demonstrated in my recently released set of videos: Image Editing Volume 1

Chip Phillips: Photos · Blog 

     

4 horas atrás

The lost house by Breizh’scapes Photographes

 
 
 

The lost house by Breizh’scapes Photographes

Bretagne – finistere – la pointe de Combrit Photo by Philippe MANGUIN for BREIZHSCAPES Collectif BREIZHSCAPES Philippe MANGUIN Photographies

Breizh’scapes Photographes: Photos · Blog 

     

4 horas atrás

The Transit by Roberto Sysa Moiola

 
 
 

The Transit by Roberto Sysa Moiola

A group of trekkers passes, in the early hours of the morning, on the shores of an alpine lake. I often use persons as silhouettes in order to insert items of interest in my shots

Roberto Sysa Moiola: Photos · Blog 

     

4 horas atrás

Low light flight by Ari Hazeghi

 
 
 

Low light flight by Ari Hazeghi

Great Grey owl after sunset.

Ari Hazeghi: Photos · Blog 

     

4 horas atrás

Santa Maria in Pantano (PG) by Giuseppe Peppoloni

 
 
 

Santa Maria in Pantano (PG) by Giuseppe Peppoloni

Massa Martana (PG) – La chiesa di Santa Maria in Pantano è una delle più antiche ed interessanti dell’Umbria. Una tarda leggenda la vuole edificata nel V secolo dal magister militum Severo sui ruderi di un edificio o di un tempio pagano della Civitas Martana. Ed in effetti la chiesa è annidata nel vano di un edificio tardo imperiale, del quale sono visibili le murature laterali in opus reticulatum con ricorsi di mattoni, nella fiancata destra della chiesa; opus che ricorre anche nel muro esterno, parallelo alla stessa fiancata. Molto più probabilmente la chiesa fu edificata ad unica, grande aula absidata tra il VII e il VIII secolo, aggiungendo all’edificio romano la parte presbiteriale e absidale, leggermente sopraelevate e con le murature in opus spicatum. Tra il X e l’XI secolo l’aula venne divisa in tre navate, forse per diminuire la portata della travatura. Le pareti divisorie delle navate, alleggerite in alto da finti matronei, poggiano su quattro arcate sorrette da colonne in travertino dai capitelli a tronco di piramide rovesciata, della stessa epoca. Tale divisione non fu completata nella parte absidale, lasciando così indenne l’antica abside che risulta tuttora più grande della navata centrale. L’abside, scandita esternamente da ampie arcate che richiamano motivi in uso nella laguna veneta, per la rozza tessitura muraria ad opus spicatum, può considerarsi la più antica dell’Umbria, dopo le chiese paleocristiane. Massa Martana (PG) – The church of Santa Maria in Pantano is one of the oldest and most interesting of Umbria. A late legend wants built in the fifth century by the magister militum Severo on the ruins of a building or of a pagan temple of Civitas Martana. In fact the church is nestled in the opening of a building late imperial, which you can see the side walls in opus reticulatum with brick appeals in the right side of the church; opus that also occurs in the outer wall, parallel to the same side. More likely the church was built with a single, large apsidal hall between the seventh and eighth centuries, adding to the building the Roman presbytery and apse, slightly elevated and with the walls in opus spicatum. Between the tenth and eleventh centuries the hall was divided into three naves, perhaps to reduce the flow of the truss. The partition walls of the aisles, lightened up by the fake galleries, rest on four arches supported by columns of travertine from the capitals of a truncated inverted pyramid, the same era. Such division was completed in the apse, thus leaving unscathed the ancient apse which is still larger than the nave. The apse, marked externally by wide arches that recall patterns in use in the Venetian lagoon, the rough wall texture opus spicatum, can be considered the oldest of Umbria, after the early Christian churches.

Giuseppe Peppoloni: Photos · Blog 

     

4 horas atrás

The Castle by Kilian Schönberger

 
 
 

The Castle by Kilian Schönberger

facebook page landscape photography.Typical Bavarian castle ruin above foggy meadows | Upper Palatinate, Bavaria, Germany

Kilian Schönberger: Photos · Blog 

     

4 horas atrás

Spring by Jaewoon u

 
 
 

Spring by Jaewoon u

 

Jaewoon u: Photos · Blog 

     

5 horas atrás

Roarrr by Adrian Sommeling

 
 
 

Roarrr by Adrian Sommeling

My son ‘the tiger’ 😉 The first one of a new serie. A video about how it is done will be place soon on my Facebook page .Wish you all a great day 😉 btw… if you are interested in workshops in your country, visit my site for more info.

Adrian Sommeling: Photos · Blog 

     

5 horas atrás

Hooded Beauty by Michelle Joyce

 
 
 

Hooded Beauty by Michelle Joyce

Stunning Jess!

Michelle Joyce: Photos · Blog 

     

5 horas atrás

CosMoS by RYNTEN

 
 
 

CosMoS by RYNTEN

cosmos violet autumn

RYNTEN : Photos · Blog 

     

5 horas atrás

Girl with bike by Veronika Virk

 
 
 

Girl with bike by Veronika Virk

Near Mreo

Veronika Virk: Photos · Blog 

     

5 horas atrás

Flower drops by yu yu

 
 
 

Flower drops by yu yu

 

yu yu: Photos · Blog 

     

5 horas atrás

Infinity by Koveh Tavakkol

 
 
 

Infinity by Koveh Tavakkol

I just returned from spending 3 weeks photographing the beautiful New Zealand South Island. Truly one of the most incredible and beautiful places I have visited. Stay tuned for more photos from my New Zealand trip.

Koveh Tavakkol: Photos · Blog 

     

5 horas atrás

Windy City by Amata Tarkmar

 
 
 

Windy City by Amata Tarkmar

 

Amata Tarkmar: Photos · Blog 

     

5 horas atrás

In the blue by Marco Redaelli

 
 
 

In the blue by Marco Redaelli

 

Marco Redaelli: Photos · Blog 

     

6 horas atrás

Small Creek by Diego Lapetina

 
 
 

Small Creek by Diego Lapetina

The water cycle, also known as the hydrologic cycle or the H2O cycle, describes the continuous movement of water on, above and below the surface of the Earth. Although the balance of water on Earth remains fairly constant over time, individual water molecules can come and go, in and out of the atmosphere. The water moves from one reservoir to another, such as from river to ocean, or from the ocean to the atmosphere, by the physical processes of evaporation, condensation, precipitation, infiltration, runoff, and subsurface flow. In so doing, the water goes through different phases: liquid, solid (ice), and gas (vapor).

Diego Lapetina: Photos · Blog 

     

tem a ver comigo

por Betina Siegmann

Edney Souza

Professor, Palestrante, Empreendedor

Luíz Müller Blog

Espaço de divulgação de textos e ações que defendem trabalho decente no Rio Grande e no Brasil

silvio.evanni's Blog

"O HOMEM DEPENDE DO SEU PENSAMENTO" - Informação; Política; Saúde; Cultura; Esporte; Turismo...

Alexandre Melo Franco de M. Bahia

Constituição, Direitos Fundamentais, Diversidade, Teoria do Processo...

ALÔ BRASIL

O caminho para sua salvação é saber a verdade..

Joelson Miranda

ITAQUAQUECETUBA/SP

Para além da aula: blog do Professor Celso

Orientações e dicas para os estudantes do Ensino Médio

Blog do murilopohl

A serviço do PT, Democrático, Socialista e Revolucionário

Enseada Turismo

Sua agência virtual

Blog do EASON

Política, Música & Outros Papos

Poemas e contos da anja e para anja

poemas e contos sensuais e eróticos

following the open way

commenting the content of "The open way"

Mamillus de Venus

TOQUE PERTUBADO NA MENTE SUTIL

nadandonapororoca

Just another WordPress.com site

lolilolapt

Just another WordPress.com site

brazilnotes

Just another WordPress.com site

%d blogueiros gostam disto: