Pai de Dinho, do Mamonas Assassinas, vai processar Marco Feliciano

por mark vynny
 

Mamonas AssassinasHildebrando Alves, pai de Dinho, vocalista do Mamonas Assassinas morto em um acidente de avião em março de 1996, juntamente com os outros integrantes do grupo, entrará com um processo por danos morais, em Brasília, contra o presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias na Câmara Federal, o pastor e deputado federalMarco Feliciano (PSC-SP).

Hildebrando afirmou que a ação se deve às declarações de Feliciano durante um culto, em que ele afirmou que Deus teria matado os cantores depois de declarações de afronta a Deus.

Em vídeo, gravado em 1996 e divulgado recentemente na internet, o deputado afirmou que a morte de Dinho e dos outros integrantes do grupo Mamonas Assassinas foi causada por “ira divina”:

“Como deputado tem foro privilegiado, entrarei ainda esta semana com uma ação em Brasília, junto ao advogado da nossa família. Não adianta eu tentar processá-lo aqui por São Paulo”, contou Hildebrando, acrescentando que vai defender o filho. “Quando o Dinho estava vivo e uma revista falou dele, ele foi lá e rebateu. Agora ele não está mais aqui, mas estou e vou representá-lo”.

fonte: UOL

7 horas atrás

Ator Andrew Garfield apoia o casamento gay

por mark vynny
 

“Não há nenhum argumento para ser contra”, diz o bonitão

Andrew Garfield“É claro que sou a favor do casamento homossexual. Casais do mesmo sexo deveriam ter o mesmo direito que todo mundo”. Foi assim que o ator Andrew Garfield respondeu ao jornal “The Times” sobre o que pensa da união civil homo.

O novo Homem-Aranha não vê motivos para alguém ser contra o tema. “Não há nenhum argumento contra a igualdade. Como alguém pode argumentar contra a compaixão e a compreensão?”. Simples assim.

fonte: ParouTudo

8 horas atrás

Ex-BBB Fani diz que foi assediada por atrizes quando revelou ser bissexual

por mark vynny
 

Fani 02A ex-BBB Fani Pacheco, que assumiu que é bissexual, contou em entrevista ao site Ego que sua vida se tornou um “inferno” após esta revelação. Segundo ela, atrizes e ex-colegas de reality ficavam atrás dela para “experimentar” uma relação homoafetiva.

“Me tornei alvo das bissexuais. Eram atrizes, ex-BBBs… Todas queriam transar comigo”, disse ela, afirmando que muitas meninas não famosas também queriam levá-la para a cama.

“E muitas haviam acabado de posar comigo para fotos ao lado do namorado. [Depois] os largavam na pista e no banheiro chegavam e diziam que queriam que a primeira vez delas com mulher fosse comigo”, revelou.

fonte: Cena G

8 horas atrás

Jonathan Knight do New Kids on the Block fala sobre sua saída forçada do armário

por mark vynny
 

Cantor foi obrigado a falar em público sobre homossexualidade após outing forçado há dois anos

Jonathan KnightJonathan Knight, da famosa boy band New Kids on the Block, falou sobre sua saída forçada do armário, em edição recente da revista “Gay Times”.

Quem fez seu outing foi a ex-namorada, a cantora Tiffany, em 2011, ao dizer que ficou várias vezes com ele antes do cantor se tornar gay. Mas segundo Jonathan, o blogueiro Perez Hilton passou anos perseguindo-o querendo que ele assumisse.

“Perez tentou que eu assumisse muitas vezes e eu odeio esse cara por fazer isso. Eu já era gay e tinha estilo de vida gay, mas ele queria que eu falasse sobre isso. Por quê? Meu irmão e o resto dos caras não vão em entrevistas dizendo ‘eu sou hétero”, disse o cantor, em declaração equivocada.

“Então por que eu preciso só porque eu sou gay? Pessoas como ele querem que eu fale sobre isso para se sentirem melhor. Elas pensam ‘eu sou gay, então eu quero ter certeza que todo mundo sabe que eu não sou o único lá fora.’ Eu odeio isso.”

É, acho que Jonathan deveria conversar com Daniela Mercury ou Ricky Martin para ter uma noção da importância que uma declaração como essa tem na vida de milhares de homossexuais oprimidos.

fonte: ParouTudo

8 horas atrás

França: Oposição ao casamento gay eleva tom em fase de votação

por mark vynny
 

Projeto de lei vai ser votado na Assembleia nacional no dia 23 de abril. Grupo contra o casamento gay ‘Hommen’ bloqueou rua de Paris.

França grupo anti-casamento gay 01O projeto de lei que autoriza o casamento homossexual entra na fase final no Parlamento francês, ao mesmo tempo em que se intensificam as ações daqueles que se opõem à reforma social que é considerada a mais importante do governo socialista de François Hollande.

Agressões contra casais homossexuais, ministros vaiados, um trem bloqueado são alguns dos atos dos opositores a esta lei – adotada pelo Senado, após uma semana de acalorados debates -, que manifestam sua raiva após a decisão do governo de modificar o calendário parlamentar para acelerar sua adoção.

O projeto de lei – que desde que foi anunciado fez os setores mais conservadores do país saírem às ruas – começará a ser discutido na quarta-feira (17) na Assembleia Nacional, que deverá votá-lo no dia 23 de abril.

Após a aprovação da Assembleia, onde o partido socialista tem maioria, a lei para legalizar ‘o casamento para todos’, que foi uma das principais promessas eleitorais de Hollande, entrará por fim em vigor.

O voto da Assembleia irá ocorrer após quase um ano de mobilizações a favor e contra esta lei, que deixou tenso o clima social em uma França atingida pela crise econômica e onde a taxa de popularidade de Hollande é baixa.

O ministro das Relações com o Parlamento, Alain Vidalies, declarou nesta segunda-feira que, após 160 horas de debates nesta câmara e a multiplicação de incidentes e manifestações nas ruas, já era hora de virar a página.

‘Em uma democracia, o confronto, inclusive o mais severo, deve ser desenvolvido no Parlamento, e não nas ruas’, afirmou o ministro, advertindo que o movimento opositor está cada vez mais prisioneiro de elementos radicais da extrema direita.

O grupo ‘Manifestação para todos’, onde o peso do integralismo católico e da extrema direita são inegáveis, convocou manifestações em Paris no dias 21 de abril e prevê que as manifestações diretas vão se multiplicar nas próximas semanas.

Nesta segunda-feira, 70 pessoas permaneciam detidas depois de terem sido presas na noite de domingo em frente à Assembleia Nacional, onde se preparavam para montar cerca de dez de barracas.

Na véspera, em Nantes, a polícia não conseguiu impedir o bloqueio de um trem onde viajava Caroline Fourest, uma escritora defensora do casamento homossexual.

França grupo anti-casamento gay 02‘Hollande quer sangue e o terá’, declarou na sexta-feira a comediante Frigide Barjot, uma das principais figuras desse grupo, que acusou o presidente de querer instaurar uma ditadura.

Christine Boutin, ex-ministra do ex-presidente Nicolas Sarkozy, que baseia sua oposição à lei do casamento gay em seus valores cristãos, mencionou o fantasma da guerra civil.

Esta linguagem, e as convocações para novas ações, não contribuíram para diminuir a tensão, que parece que persistirá mesmo depois que a lei for aprovada. ‘Seguiremos protestando inclusive após a promulgação da lei’, advertiu Barjot.

Além do protesto de domingo, os opositores esperam outras manifestações nas próximas semanas para seguir pressionando o governo para que ele abandone o projeto de lei ou o suspenda.

A próxima grande manifestação opositora será realizada no próximo domingo, dois dias antes da votação do texto na Assembleia Nacional. E em 25 de abril, dois dias após a aprovação da Assembleia, será realizada outra mobilização, indicam fontes opositoras, que pretendiam realizar uma passeata também no dia 5 de maio, em ocasião do primeiro aniversário de Hollande como presidente da França.

fonte: G1

8 horas atrás

Bahia: ‘Ex-gay’, pastor e deputado diz que não pode ficar perto de homem

por mark vynny
 

Parlamentar acha que foi curado da AIDS “pela fé” e defende declaração racista de Marco Feliciano

deputado estadual Pastor Sargento Isidório (PSB-BA)O voto é uma coisa que os brasileiros realmente desperdiçam. Vejam só. O deputado estadual Pastor Sargento Isidório (PSB-BA), que deve acreditar, como boa parte dos evangélicos, que homossexuais podem ser curados, não foi tão bem-sucedido assim nesse sentido.

“O pastor é humano. Claro que eu tenho medo de recaída. Eu não posso ficar junto de um homem muito tempo porque a carne é fraca”, declarou o político ao site “Bahia Notícias”.

E ele vai mais longe em suas besteiras ao ratificar a declaração racista que Marco Feliciano (PSC-SP) deu no Twitter. “A viadagem da África, quando viu dois cabras bons, bonitos, musculosos, saiu atrás. (…) O pastor Marco Feliciano falava que por causa do pecado lá naquela região onde a pele é mais negra aconteceu a maldição”.

Ainda não satisfeito, o homem que se declara “ex-homossexual, ex-drogado e ex-bandido” conta ter “quase certeza” de ter sido infectado pelo vírus HIV, mesmo não tendo diagnóstico e que se curou “pela fé”.

Duas coisas ficam claras: o tipo de pessoa que apoia Feliciano e o quão estúpido é o povo ao jogar fora a única coisa que realmente tem valor para mudar o país: o voto.

fonte: ParouTudo

8 horas atrás

Dilma manda equipe não se envolver com polêmica de Marco Felciano e do casamento gay

por mark vynny
 

Coletiva de imprensa com o primeiro ministro Francês François Fillon e a presidente Dilma- 15-12-11Segundo matéria publicada no jornal “Folha de S.Paulo” dessa segunda (15), a presidente Dilma Rousseff não pretende botar a mão nas legislações sobre o aborto e o casamento gay, assim como a própria prometeu em 2010.

“Eu não enviarei ao Congresso Nacional nenhuma medida para alterar legislação nenhuma”, disse Dilma na época.

Para manter a estabilidade com sua base aliada e a população, a presidente mandou sua equipe ficar longe da polêmica em torno da permanência do pastor Marco Feliciano na presidência da Comissão de Direitos Humanos  e Minorias da Câmara.

Segundo o jornal, a ordem no Palácio do Planalto é manter uma relação de “união estável’ com as denominações evangélicas.

Essa relação de proximidade, fez com que a Igreja Universal ficasse com o Ministério da Pesca em 2012, que foi parar nas mãos de Marcelo Crivella, por conta do apoio dado ao governo na eleições municipais.

O Palácio do Planalto espera, inclusive, que o aborto e o casamento gay não sejam os temas centrais da campanha pela presidência em 2014, para não se comprometerem com os seus aliados.

fonte: A Capa

8 horas atrás

Thammy Miranda dispara no ‘Faustão’: “Ser homossexual não muda o caráter de ninguém”

por mark vynny
 

Thammy Miranda no faustãoThammy Miranda foi uma das convidadas desse último domingo (14) do “Domingão do Faustão”. A atriz falou sobre a mudança que sua personagem Jô passou em “Salve Jorge”.

Thammy disse que quebrou uma barreira pessoal ao dançar “Conga, Conga, Conga”, hit de sua mãe Gretchen.

“Era uma imagem que eu tinha renegado. Parei de usar cabelo comprido não por achar feio, mas por me sentir bem do jeito que sou agora”, disse ela.

A nova atriz também fez um discurso em defesa dos homossexuais. “Estou aqui representando pessoas que gostariam de falar no meu lugar e não podem. Muitas vezes não é escolha, não é culpa nossa. E isso [ser homossexual] não muda o caráter de ninguém”, disse Thammy.

Ao final, Thammy recebeu uma homenagem de Gretchen, que mandou uma mensagem direto de Paris.

“Ninguém sabe metade do que você passou. Conto agora para o Brasil inteiro, tenho muito orgulho de ver o Brasil se curvando para você”, disse, emocionada, a cantora.

“Você é vitoriosa, não nega o nosso sangue de batalhar e vencer os desafios. Muitas pessoas, até próximas de nós, que te deram as costas, têm agora que se curvar ao seu sucesso”, continuou Gretchen.

Thammy, em meio a muitas lágrimas, agradeceu a mãe. “Estou aqui representando também a mulher que você é. Agradeço a você, meu pai, minha família por estarem do meu lado e estou muito feliz de dar orgulho para vocês”.

O programa, que vinha perdendo da Record nas últimas edições, teve pico de 21 pontos no Ibope com a participação da nova atriz global.

fonte: A Capa

Anúncios