Julgamento de 26 policiais acusados de participar do Massacre do Carandiru recomeça

por Nogueira Junior
 
 
Camila Maciel, Agência Brasil 
“Após ter sido adiado na segunda-feira (8) passada, o julgamento de 26 dos 79 policiais militares acusados pelas mortes de 111 detentos na Casa de Detenção do Carandiru teve início hoje (15) às 10h10, no Fórum da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo. Foram sorteados sete jurados, sendo seis homens e uma mulher. Durante os primeiros 40 minutos, eles lerão um histórico sobre a invasão policial, ocorrida em 1992, para deter a rebelião no presídio, que acabou resultando em um massacre. 
Assim como na última semana, quando o júri foi suspenso porque uma das juradas passou mal, dois réus não irão comparecer. Nesse caso, eles são julgados à revelia, informou o Tribunal de Justiça de São Paulo. Devido ao grande número de réus envolvidos, o júri está sendo feito em etapas. Nesse primeiro bloco, estava previsto o julgamento de 28 policiais, mas dois deles – Valter Ribeiro da Silva e Luciano Wukschitz Bonani – morreram. Mais informações »