9 horas atrás

É preciso acabar com o ECA e a maioridade penal aos 18 anos…

por Nogueira Junior
 
 
Renato RovaiBlog do Rovai 
Fato: Thor Batista, filho de Eike Batista, um dos maiores milionários do planeta e o homem mais rico do Brasil, estava a 135 km por hora na Rodovia Washington Luís, quando atropelou e matou o ajudante de caminhão Wanderson Pereira dos Santos, 30 anos. 
Conclusão: Filhos de ricos devem ser proibidos de dirigir porque em geral são irresponsáveis. 
Fato: Muitos padres e bispos da Igreja católica foram acusados e condenados por práticas de pedofilia em várias partes do mundo. A Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos encomendou um estudo que constatou que 4% de todos os sacerdotes que tinham servido nos Estados Unidos de 1950 a 2002 enfrentaram algum tipo de acusação sexual. 
Conclusão: A Igreja Católica é uma ameaça às crianças e adolescentes e por isso deveria ser extinta. 
Fato: Segundo o Denatran, anualmente cerca de 42 mil pessoas morrem vítimas de acidentes de trânsito no Brasil – entre motoristas, motociclistas e pedestres. 
Conclusão: Carros são armas letais e o Brasil precisa acabar com o deslocamento automotivo em seus limites territoriais. Mais informações » 
10 horas atrás

Três fins do mundo em apenas três meses

por Nogueira Junior
 
 
Ricardo Kotscho, Balaio do Kotscho 
“De vez em quando, ultimamente, fico até com receio de perder meu tempo escrevendo. O mundo já poderá ter acabado quando este texto chegar aos caros leitores. Quem vai ler?

Sem falar na sempre iminente guerra nuclear das Coreias, o fim do mundo está onipresente no noticiário nacional, como se houvessem estabelecido uma programação prévia para não deixar o brasileiro respirar sossegado dois dias seguidos.

Mal se termina de falar de uma crise e já aparece outra nas manchetes, sem que tenha dado tempo da anterior terminar.
Mais informações » 

11 horas atrás

Terrorista, Veja produz seu segundo caso Boimate

por Nogueira Junior
 
 
Em 1984, o jovem repórter Eurípedes Alcântara caiu numa pegadinha de primeiro de abril e acreditou numa reportagem de uma revista científica sobre o cruzamento genético entre o boi e o tomate; o caso “boimate”, levado às páginas de Veja, se consagrou como a maior “barriga” jornalística de todos os tempos, mas não impediu que Eurípedes se tornasse diretor de redação da revista da Abril; nesta semana, Veja diz que a presidente Dilma “pisou no tomate” e que o alimento virou piada nacional; tabelinha entre Abril e Globo é mais um momento baixo do jornalismo brasileiro, em sua campanha para disseminar terrorismo, pedir juros altos e combater o PT 
Brasil 247 
Eurípedes Alcântara, diretor de redação da revista Veja, tem uma marca indelével no seu currículo. Em 1984, quando era apenas um jovem repórter que iniciava sua carreira na revista Veja, leu uma reportagem numa publicação científica sobre o cruzamento genético entre o boi e o tomate e produziu uma das pérolas da história do jornalismo no Brasil, sem se dar conta de que se tratava de uma piada de primeiro de abril. O caso Boimate, obra de Eurípedes, entrou para a história como a maior “barriga” da imprensa brasileira em todos os tempos (para saber mais, leia aqui). Mais informações » 
Anúncios