Cuba está pronta para o casamento gay, diz filha de Raúl Castro

por mark vynny
 

Mariela CastroA sexóloga e deputada de Cuba, Mariela Castro, 50, filha do presidente Raúl Castro, afirmou que apesar de muitos não acreditarem, Cuba está preparada para permitir o casamento entre homossexuais. 

“Eu acredito que Cuba sim, está pronta [para permitir o casamento igualitário], ainda que muitas pessoas não acreditem”, disse a parlamentar do Partido Comunista em entrevista ao Terra.

Como deputada, Mariela Castro declarou que continuará lutando pelas causas LGBTs, que merecem os mesmos direitos de o restante da população. 

“Enquanto a lei não é apresentada no Parlamento, nós não perdemos tempo e desde 2007 estamos trabalhando em uma estratégia educativa e de comunicação social para ir sensibilizando a população cubana da necessidade de estabelecer ações concretas que demonstrem nosso respeito à livre orientação sexual e identidade de gênero”, afirmou.

A deputada disse ainda que o partido PC apoia as ações defendidas à comunidade gay.

“Uma coisa que me dá muito orgulho é que finalmente o PC, em sua conferência de janeiro de 2012, aprovou um objetivo dirigido a lutar contra todas as formas de discriminação, incluindo a orientação sexual e a identidade de gênero, coisa que nunca antes havia entendido e pela primeira na política comunista está sendo proposta”, concluiu Mariela Castro.

fonte: A Capa

4 horas atrás

Pernambuco: Preso homem que se relacionava com gays para roubar e matar

por mark vynny
 

Carlos Henrique Carvalho DantasA prisão de Carlos Henrique Carvalho Dantas, 26, no domingo, dia 7, revelou que ele se relacionava com gays para roubar e matar as vítimas. A conclusão é da equipe de investigadores que prendeu o rapaz em Maceió, Alagoas.

Carlos Henrique é o acusado de matar o ator e estudante de Pedagogia Erton Kleiton Cabral dos Santos, 25, em março de 2012. Ele mantinha um relacionamento com o ator, mas matou o estudante com quinze facadas roubando os objetos da vítima inclusive um notebook.

O acusado está preso na Penitenciária Juiz Plácido de Souza. Quando ele foi localizado pela polícia em Maceió estava no bairro do Jaraguá em frente a uma casa noturna do local.

fonte: Toda Forma de Amor

5 horas atrás

Walcyr Carrasco sobre vilão gay de sua nova novela: “Feliciano aprovaria”

por mark vynny
 

Autor falou sobre sua nova novela, ‘Amor à Vida’, e sobre personagem que será vivido por Mateus Solano

Walcyr CarrascoAutor da Amor à Vida, novela que sucederá Salve Jorge no horário das 9, Walcyr Carrasco contou que sua trama terá um vilão gay e o comparou ao deputado Marco Feliciano (PSC-SP). A informação é da coluna Mônica Bergamo, publicada pelo jornal Folha de S. Paulo. “Estou escrevendo a novela há um ano. Mas, de certa maneira, é um tipo que o Feliciano aprovaria, porque não se expõe. É o gay no armário, casado e com filho”, disse. Mateus Solano está no papel.

O autor conta que, por causa desse personagem, já foi atacado nas redes sociais. “Não quer dizer que todos os gays sejam maus, quer dizer que esse personagem é mau e é gay. O politicamente correto virou uma obsessão. Sempre vão arranjar um motivo para dizer que tal obra não deveria ir ao ar por esse ou por aquele motivo. No Brasil, qualquer casal gay pode se beijar onde quiser e ninguém pode falar nada. Mas esse direito não é exercido, só em locais específicos. O que se cobra da TV é que ela dê um passo que os próprios homossexuais não deram, que é o de assumir o seu espaço. Essa é a visão da Globo. E eu sou um funcionário.”

fonte: Época

5 horas atrás

Letícia Sabatella: “O pastor Feliciano é uma benção de Deus”

por mark vynny
 

Letícia SabatellaGlamurama acaba de cruzar com Letícia Sabatella no Projac e, sabendo da veia politizada da atriz, puxou papo sobre o pastor Marco Feliciano, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados. “O Feliciano é uma benção de Deus. Ele é tão nazista, arcaico e egoísta que enfim estamos acordando para a homofobia e o preconceito. É um mal que vem pra bem. É tão absurdo e forte, como se quem não pensa como ele estivesse associado ao demônio, possuído. Aconteceram coisas que doeram na minha alma. E, para ser contra essa aberração, quem antes não queria chocar a bisavó está se assumindo. Graças a isso, a homofobia daqui a pouco vai acabar, como acabou a escravidão.”

fonte: Glamurama

5 horas atrás

Quatro jogadores da NFL vão se assumir homossexuais em breve, diz campeão do Super Bowl

por mark vynny
 

jogadores NFLPelo menos quatro jogadores da NFL devem assumir que são homossexuais em breve. Isso é o que diz o ex-jogador do Baltimore Ravens Brendon Ayanbadejo, que é um defensor declarado dos direitos dos homossexuais e do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

– Acredito que isso irá acontecer mais cedo do que vocês pensam. Estamos falando com vários jogadores que estão considerando a possibilidade de fazer isso. Neste momento, há quatro jogadores com quem estamos falando e eles estão tentando se organizar para se assumirem no mesmo dia. – afirmou Ayanbadejo, em entrevista ao periódico Baltimore Sun.

Ainda de acordo com o atleta, jogadores e dirigentes estariam se preparando para qualquer tipo de repercussão negativa que o fato possa ter.

– É claro que haverá reações negativas. Se eles puderem dividir isso, será mais positivo. É algo muito legal. Estamos conversando com alguns caras que estão considerando isso. A NFL e as franquias já estão sendo proativos e abertos à possibilidade de um jogador fazer isso e se algo negativo acontecer. Vamos ver o que acontece. – complementa.

As declarações de Ayanbadejo vieram logo após ele ter desmentido uma matéria do Newsday na qual ele havia creditado sua dispensa do Baltimore Ravens ao fato de defender os direitos dos homossexuais. Usando sua conta no Twitter, o atleta de 36 anos disse acreditar que a decisão do Ravens foi apenas por motivos esportivos.

fonte: Cena G

5 horas atrás

Conselho Nacional de Justiça recebe pedido que pode culminar com a permissão do casamento gay

por mark vynny
 

Jean Wyllys, Psol e Arpen Rio abrem processo que pode permitir casamento gay em todo o Brasil

stjJá são dez os Estados brasileiros que permitem o casamento gay (São Paulo, Bahia, Alagoas, Espírito Santo, Piauí, Mato Grosso do Sul, Paraná, Ceará, Sergipe e Distrito Federal) mas nos outros Estados ainda é preciso contar com a decisão de um juiz para que o casal gay consiga uma certidão de casamento civil. Pensando em equalizar as decisões para todos os Estados e federalizar o direito ao casamento civil homoafetivo, o deputado Jean Wyllys, o partido Psol e a Arpen (Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Rio de Janeiro) entraram com um pedido no Conselho Nacional de Justiça (CNJ)  para que o órgão regulamente os procedimentos de habilitação direta de casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, bem como das conversões de uniões estáveis em casamento. Se aprovado, o direito ao casamento civil para casais do mesmo sexo será estendido para todo o território nacional, sem necessidade de autorização judicial e sem nenhum trâmite além dos atualmente necessários para os casais heterossexuais.

O pedido foi elaborado pelo advogado Paulo Roberto Iotti Vecchiatti, especialista em Direito da Diversidade Sexual e Direito Homoafetivo.

“O país e o restante do mundo estão cada vez mais igualitários. Em cada região do país há um Estado que já regulamentou. Temos certeza que o próprio Rio de Janeiro, sempre antenado aos grandes temas da cidadania, permitirá a felicidade a todos. Fomos ao CNJ exatamente para permitir a extensão destas garantias de maneira uniforme em todo o território nacional. Afinal, o cidadão de um estado não pode ter menos direitos fundamentais do que o de outro estado, nem a obrigação de se submeter às diferentes velocidades da máquina estatal em reconhecer tais direitos, especialmente porque o tema é administrativo e não jurisdicional, após a histórica decisão do Supremo Tribunal Federal. Estamos querendo cumprir a constituição que diz que deve ser facilitada a conversão da união estável em casamento, e por consequência lógica inafastável, o casamento direto”, afirma Eduardo Corrêa, secretário geral da Arpen-RJ.

“Infelizmente, nosso congresso nacional ainda está em descompasso com os avanços sociais que movem o mundo para frente”, reconhece o deputado Jean Wyllys“O ideal seria que o legislativo ampliasse esse direito civil aos homossexuais, mas já que ele se apequenou, vamos ao CNJ. O ministro Joaquim Barbosa, atual presidente do CNJ, votou a favor da união estável no STF, e outros membros do conselho já se mostraram favoráveis aos direitos civis da comunidade LGBT. É um absurdo que, em um país como o Brasil, homossexuais ainda tenham menos direitos do que os heterossexuais, em especial o do reconhecimento social e jurídico de nossas famílias”, afirmou.

 

fonte: MixBrasil

6 horas atrás

Ministra diz que incitar ódio é ilegal e cobra solução para caso Feliciano

por mark vynny
 

Maria do Rosário chamou de ‘lamentáveis’ falas que ‘incitam preconceito’. Para ela, estímulo à intolerância deve ser ‘pensado com responsabilidade’.

Ministra Maria do Rosário 02A ministra da Secretaria dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, afirmou nesta segunda-feira (8), ao participar do lançamento de exposição no Congresso Nacional sobre o Holocausto, que a Câmara dos Deputados deve encontrar uma solução para o caso do deputado Marco Feliciano (PSC-SP), presidente da Comissão de Direitos Humanos da Casa. A ministra disse que incitar violência e ódio é uma atitude “ilegal”.

“A Câmara certamente encontrará uma solução, ou o próprio Ministério Publico, porque incitar a violência e o ódio no Brasil é uma atitude ilegal, é uma atitude inconstitucional, e as autoridades também estão sujeitas às responsabilidades da lei”, disse Maria do Rosário.

Marco Feliciano passou a ser alvo de manifestações e protestos em várias partes do país depois de ter sido eleito, em março, presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara. Os protestos são motivados por declarações do parlamentar sobre os homossexuais e os africanos. O deputado nega que seja homofóbico ou racista.

Denunciado em inquérito pela Procuradoria-Geral da República, sob a acusação de discriminação, o parlamentar, que é pastor, afirmou em sua defesa por escrito ao Supremo Tribunal Federal  (STF) que a Bíblia e a história mostram que os africanos foram alvos de uma “maldição” de Noé devido ao “primeiro caso de homossexualismo da humanidade”.

A ministra classificou como lamentáveis as declarações de Feliciano que, segundo ela, incitam o ódio. “É lamentável que a cada dia nos deparemos com mais um pronunciamento, mais uma intervenção que incita o ódio, a intolerância, o preconceito. Já ultrapassa as barreiras de uma comissão da Câmara dos Deputados, diz respeito a todos nós como brasileiros e brasileiras”, afirmou.

Maria do Rosário também afirmou que o governo procura não fazer qualquer tipo de intervenção, mas que as declarações de Feliciano precisam ser pensadas com responsabilidade. 

“Sem dúvidas, as declarações que motivam a intolerância devem ser pensadas com muita responsabilidade pública por todas as autoridades publicas e por todo o país, porque o Brasil conquistou a convivência entre os diferentes como grande  aspecto da democracia brasileira e dos direitos humanos”, afirmou.

fonte: G1

6 horas atrás

Santa Catarina: Jovem gay é espancado por seguranças após dar beijo em boate de Balneário Camboriú

por mark vynny
 

O jovem André Barbosa divulgou no seu perfil no Facebook que foi agredido pelos seguranças do clube 2ME, de Balneário Camboriú, na madrugada do último sábado (6).

André BarbosaSegundo ele, o motivo das agressões foi homofobia. “Foi a primeira vez que eu fui a casa, a pista estava lotada assim como os camarotes, porém aconteceu um fato que não posso me calar, pois como podem ver fui vítima de homofobia”, diz André Barbosa.

O jovem conta que cruzou com um menino na pista e acabou trocando um beijo com ele. “Algum tempo passou, e novamente esse menino passou por mim, e nos beijamos mais uma vez, um beijo normal, sem promiscuidade, sem desrespeitar ninguém”, conta a vítima.

André relata que o beijo não demorou mais que 1 minuto e assim que terminaram, os dois foram abordados por um chefe da segurança da casa, que deu uma cotovelada no seu peito. “Não quero ver você beijando mais aqui dentro”, disse o segurança.

Os amigos do jovem começaram a chamar o segurança de homofóbico, enquanto André foi arrastado pelo pescoço para fora da casa. “Eu não me alterei em nenhum momento, pois fiquei em choque por aquilo estar acontecendo só por eu ter beijado outro homem, não agredi o segurança fisicamente, muito menos verbalmente”, diz o jovem.   

André conta que na saída da casa, o segurança disse para algum funcionário do clube que o jovem havia lhe dado um soco na boca. Em seguida, outro segurança chegou e André foi levado para fora do clube.

“Começaram a me agredir me chamando de viadinho de merda e até me ameaçaram, falando que iriam me matar, só pararam quando meus amigos chegaram à frente da 2ME”, conta ele.

André teve seu nariz requebrado e várias escoriações pelo rosto. Os dois seguranças foram levados à delegacia e depois liberados.

Em nota no Facebook, o clube nega que a pancadaria tenha sido motivada por homofobia. A assessoria de imprensa do local alegou que tudo começou em um “empurra-empurra” entre um grupo de clientes e que um segurança que se aproximou levou uma garrafada na boca.

2ME pertence ao mesmo grupo do badalado Green Valley, que por acaso, foi eleito o melhor clube do mundo pela revista britânica DJ Mag no último mês de março. A página de André no Facebook já foi compartilhada por mais de 28 mil pessoas.

fonte: A Capa

Anúncios