Declarações de Feliciano incitam o ódio e a intolerância, diz ministra

por Nogueira Junior
 
O deputado Marco Feliciano Foto: Gustavo Lima / Agência Câmara

Ivan Richard e Marcos Chagas, Agência Brasil 
“A ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, Maria do Rosário, disse nesta segunda-feira 8 que as declarações do presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias, deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP), fora do Congresso Nacional têm incitado o ódio a e intolerância. 
Há duas semanas, o deputado Marco Feliciano, em um culto evangélico, disse que, antes da chegada dele à presidência da CDHM, o colegiado era comandado por Satanás. Em vídeos publicados na internet, o pastor diz que Deus teria mandado matar o cantor John Lennon, dos Beatles, e os integrantes da banda Mamonas Assassinas, vítimas de um acidente aéreo. Mais informações » 

9 horas atrás

Barbosa mantém mão pesada sobre mensalão e provoca protesto de advogados

por Nogueira Junior
 
Barbosa, relator da ação penal, não quis dar acesso aos votos antes da publicação do acórdão (Foto: Nelson Jr. STF)

Após barrar acesso a votos da Ação Penal 470, presidente do STF dará cinco dias para apresentação de recursos após publicação de acórdão, esta semana; advogado de Genoino vê cerceamento ao direito de defesa 
Maurício Thuswohl, Rede Brasil Atual 
O advogado do deputado federal José Genoino (PT-SP) na Ação Penal 470, Luiz Fernando Pacheco, confirmou hoje (8) ter dado entrada em novo pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que caiba ao plenário da casa – atualmente composto por dez ministros – a decisão sobre o tempo que será dado à defesa para que apresente seus recursos após a publicação do acórdão do julgamento. Com isso, a defesa de Genoino se alinha à de outros réus do processo do mensalão na tentativa de reverter a anunciada decisão do presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, que já avisou considerar desnecessária a submissão do assunto ao colegiado. 
Até o fim da tarde de hoje ainda não havia sido entregue o último voto escrito que resta – o do ministro Celso de Mello – sobre a Ação Penal 470. Após a inserção desse voto no sistema de dados do STF, o acórdão poderá ser publicado a qualquer momento. Procurado pela reportagem, Joaquim Barbosa, por intermédio da assessoria do STF, afirmou que “não há previsão de alteração do prazo regimental para a apresentação de recursos após a publicação do acórdão”. Sobre quanto tempo levará para publicar o acórdão, Barbosa disse que “o fará o mais rápido possível”. 
Após a publicação do acórdão, Barbosa pretende dar um prazo de cinco dias para a apresentação de recursos, tempo considerado impraticável pelos advogados. Pacheco alega cerceamento do direito de defesa. “Estamos tentando uma dilação desse prazo porque consideramos que é humanamente impossível ler um acórdão desse tamanho e preparar o recurso em cinco dias. O ministro Joaquim Barbosa já indeferiu um primeiro pedido, mas já protocolamos outro para que a matéria seja levada ao plenário de forma a que o colegiado possa decidir”, diz o advogado de Genoino.” Matéria Completa, ::AQUI:: 

10 horas atrás

Lobão desmente risco de apagão e garante que não há possibilidade de desabastecimento de energia no país

por Nogueira Junior
 
 
Sabrina Craide, Agência Brasil 
“O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, garantiu hoje (8) que não haverá racionamento de energia no país e não há nenhum risco de desabastecimento durante a Copa das Confederações neste ano e na Copa do Mundo de 2014. Lobão convocou entrevista coletiva para desmentir matérias publicadas recentemente na imprensa que dizem que atrasos nas obras de energia podem levar o país a um racionamento de energia. 
“Lamento o tom alarmista com que isso vem sendo tratado. Não quero crer que haja nisso qualquer motivação política, mas o fato é que, com isso, desassossega-se o país e geram-se incertezas econômicas”, disse Lobão. Segundo ele, os atrasos em obras no setor elétrico não porão em risco a  segurança do sistema elétrico brasileiro, “em nenhuma hipótese”, porque o país tem garantido o suprimento para hoje e para os próximos anos. Mais informações » 
Anúncios