Dado dá passo solo no palco entre lado B da Legião e tema de Cat Power

por Mauro Ferreira
 
 Música de autoria de Cat Power lançada pela cantora e compositora norte-americana em seu radiante nono álbum de estúdio, Sun(2012), 3,6,9 ganhou a voz de Dado Villa-Lobos. O tema de Power integra o roteiro do show de lançamento do CD O passo do colapso (2012), segundo disco solo de estúdio do compositor e guitarrista projetado na banda brasiliense Legião Urbana (1982 – 1996). Do repertório da Legião, aliás, Dado pinçou algumas músicas menos badaladas, como Depois do começo (Renato Russo, 1987) e Giz (Renato Russo, Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos, 1993), para cantar no show. Contudo, o show O passo do colapso – cuja estreia foi na noite de ontem, 8 de abril de 2013, no Theatro Net Rio, no Rio de Janeiro (RJ) – tem roteiro centrado nas músicas do álbum homônimo que foi lançado em edição digital em dezembro de 2012 e ganha edição física em CD neste mês de abril. Eis o roteiro seguido por Dado Villa-Lobos – visto em foto de Mauro Ferreira – na estreia nacional do show O passo do colapso
1. Colapso (Dado Villa-Lobos, China e Jr. Black, 2012)
2. Brilho de gente que faz brilhar (Beto Callado, 2012)
3. Filho (Son) (Scott Weilland e Victor Indrizzi em versão em português de Dado Villa-Lobos, 2012)
4. Lucidez (Nenung e Dado Villa-Lobos, 2012)
5. Sobriedade (Nenung e Dado Villa-Lobos, 2012)
6. Depois do começo (Renato Russo, 1987)
7. Beleza americana (Fausto Fawcett e Carlos Laufer, 2012)
8. Tudo bem (Marcelo Guimarães, 2012)
9. Quando a casa cai (Nenung, 2012)
10. Overdose coração (Fausto Fawcett e Carlos Laufer, 2012)
11. Giz (Renato Russo, Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos, 1993)
12. 3,6,9 (Cat Power, 2012)
13. O passo do colapso (Nenung e Dado Villa-Lobos, 2012)
Bis:
14. O teatro dos vampiros (Renato Russo, Marcelo Bonfá e Dado Villa-Lobos, 1991)
15. O homem que calculava (Nenung, 2012)
16. Índios (Renato Russo, 1986)
17.O parto (Dado Villa-Lobos e Cristina Braga sobre poema de Eduardo Galeano,2012) – texto em off
6 horas atrás

Menescal quer renovar sua bossa com alma e voz de roqueira do agreste

por Mauro Ferreira
 
 Em Bossa de alma nova, CD que lança no Brasil neste mês de abril de 2013 por seu selo Albatroz, Roberto Menescal procurou dar cara, voz e alma novas à sua bossa. A novidade vem do fato de o compositor carioca assinar o disco com Andrea Amorim, cantora cuja história foge do estereótipo da cantora de Bossa Nova de tom suave e cool. Ex-roqueira de Garanhuns, cidade do agreste pernambucano onde Dominguinhos veio ao mundo, Amorim dá voz em Bossa de alma nova a músicas compostas por Menescal com parceiros como Chico Buarque, Oswaldo Montenegro, Ronaldo Bôscoli (1928 – 1994) e Wanda Sá. Com capa graciosa que capta o espírito carioca da bossa, o disco já foi lançado no Japão em 2012, a tempo de festejar os 75 anos do parceiro de Bôscoli em maravilhas contemporâneas como Rio Você, músicas cariocas da gema, ambas aliás incluídas no álbum, ao lado de temas como A morte de um Deus de sal
6 horas atrás

Baia inclui ‘Desafio’ de Edu Krieger entre as 10 inéditas de seu sétimo CD

por Mauro Ferreira
 
 Nas lojas e no iTunes a partir desta segunda semana de abril de 2013, em edição da Som Livre, o sétimo disco solo de Maurício Baia, Com a certeza de quem não sabe nada, apresenta regravação de Desafio – música do cantor e compositor Edu Krieger, lançada por Krieger em 2006, em seu primeiro CD solo – entre dez inéditas autorais de Baia. Baiano radicado no Rio de Janeiro (RJ),o cantor e compositor dá voz no disco a músicas como Em nome da fomeEssa moçaOração de regressoPousandoQuando eu morrer e Solto pelo ar.
7 horas atrás

Amarante divulga a triste ‘Tardei’, outra música de seu disco solo ‘Cavalo’

por Mauro Ferreira
 
 Depois da festa, a ressaca. Tardei – segunda (boa) música do primeiro disco solo de Rodrigo Amarante a cair na rede – é canção melancólica, gravada com coro de clima quase celestial. O tom triste da inédita Tardei contrasta com a animação de Maná, primeira faixa divulgada do álbum e que, a rigor, já era conhecida por se tratar de música do repertório do grupo The Bottletop Band, coletivo que une músicos brasileiros e ingleses, inclusive o próprio hermano carioca. Intitulado Cavalo, o solo de Amarante tem lançamento previsto para junho de 2013.