http://cronicasdomotta.blogspot.com.br/ – REBLOGADO

por anisioluiz2008
 

sábado, 6 de abril de 2013

Estadão respira por aparelhos

  

E lá vai o Estadão ladeira abaixo…
Travestido de “novo projeto gráfico”, o jornalão anunciou na sexta-feira o maior passaralho* dos últimos anos. Ninguém sabe ao certo, mas dizem que cerca de 40 jornalistas foram demitidos.
Na redação, segundo informaram colegas, o clima era de velório.
“Nunca tinha visto algo assim em todo esse tempo em que estou aqui”, contou uma das sobreviventes da chacina.
“Me lembrou a Gazeta Mercantil”, resumiu, lembrando outro massacre histórico sofrido pela categoria.
A rádio peão informa que o jornal teve de fazer um empréstimo bancário para pagar o salário do mês.
Dizem ainda que, nos últimos dois anos, a circulação caiu 30% e a publicidade segue igual caminho.
Na notícia em que explica as mudanças, o diretor-presidente do grupo Estado, Francisco Mesquita Neto, dá uma informação preciosa:
“Nossas pesquisas confirmaram o que já vínhamos detectando: as pessoas querem mais eficiência no consumo da informação, sem abrir mão do aprofundamento e da análise.”
Em outras palavras: as pesquisas mostraram que nem o leitor do Estadão conseguia mais ler o Estadão.
Noutro trecho da nota, Mesquita Neto indica qual será o futuro do jornalão:
“Estamos evoluindo com nosso portfólio de produtos e processos em direção a um mundo mais veloz, mais digital.” 
Ou seja: o Estadão demorou uns 20 anos para descobrir a internet!
O novo Estadão praticamente acabou com os cadernos, recuando para um modelo gráfico que havia abandonado no fim da década de 80, quando criou o Caderno de Economia.
A “cadernização”, diziam na época, era mais confortável para o leitor, pois permitia, por exemplo, que numa família assinante do jornal, cada um escolhesse a sua seção preferida para ler sem incomodar os outros.
Hoje, o mesmo argumento é usado para juntar todas as editorias num mesmo caderno.
O jornal deixará também de fazer o chamado “2º clichê”, rodada que vai para os locais mais próximos, com as notícias mais quentes.
Assim, sinaliza que não poupará a gráfica dos cortes.
No ano passado, o passaralho visitou o prédio do bairro do Limão pelo menos três vezes, abocanhando dezenas de jornalistas.
Por enquanto, não há notícias sobre a visita da sangrenta ave à concorrente Folha de S. Paulo.
Mas nenhum jornalista tem esperanças de que ela poupará os ocupantes do edifício da Barão de Limeira.
É só uma questão de tempo: o tempo necessário para que os frios números dos relatórios dos tecnocratas mostrem que um jornal que é feito por 100 jornalistas pode muito bem ser feito por 50.
Principalmente com a qualidade desses que existem por aí.
*Demissões, na gíria jornalística

 

4 horas atrás

‘Também estou marcada para morrer’, diz irmã de ativista assassinada no Pará

por anisioluiz2008
 

Mariana Della Barba

Da BBC Brasil em São Paulo

 

Atualizado em  5 de abril, 2013 – 17:39 (Brasília) 20:39 GMT

Laísa Santos (Crédito: Anistia Internacional)

Laísa disse ter sentido dor e revolta ao saber da absolvição do acusado de mandar matar sua irmã

Desde que sua irmã, Maria do Espírito Santo, e seu cunhado, José Claudio Ribeiro da Silva, foram assassinados em maio de 2011, Laísa Santos Sampaio sabe que pode ser a próxima. E após o julgamento que terminou nesta quinta-feira e condenou parcialmente os assassinos, seu temor se intensificou.

“Também estou marcada para morrer”, disse Laísa à BBC Brasil.

Notícias relacionadas

Tópicos relacionados

“‘Se forem condenados, você é a próxima’. Foi isso que eles me falaram na véspera do julgamento. Eu recebi esse recado por meio de pessoas da minha comunidade, que me avisaram para não voltar.”

Laísa conta que já recebeu ameaças dizendo que iam “varrer da região” todos os membros de sua família. Mas, mesmo assim, ela diz que pretende voltar para onde vive, o assentamento agroextrativista Praialta-Piranheira em Nova Ipixuna, no sudeste do Pará. O local, onde sua irmã foi morta, costuma ser alvo de grileiros.

“Eu vou voltar porque lá é o meu lugar. E uma pessoa não pode simplesmente deixar para trás as ideias em que acredita. Vou continuar nossa luta.”

Ela se refere à luta que assumiu com mais afinco após a morte da irmã e do cunhado. Ambos eram ativistas conhecidos na região por denunciarem a ação ilegal de madeireiros e de grileiros na região.

Julgamento

No começo da noite desta quinta-feira, um júri popular condenou a mais de 40 anos de prisão Lindonjonson Silva Rocha e Alberto Lopes do Nascimento, os dois acusados de terem executado o casal.

No entanto, os jurados absolveram o agricultor José Rodrigues Moreira, acusado de ser o mandante do crime. A absolvição gerou protestos dentro e fora do Fórum de Marabá (PA). Tanto a promotoria como a defesa dos dois condenados vão recorrer.

“Quando o juiz leu as sentenças, senti um misto de dor e revolta”, disse Laísa.

“Foi como se matassem minha irmã e meu cunhado de novo. E como se me matassem também, porque no dia do enterro, eu ainda tinha esperança na Justiça. Agora não. E agora minha descrença também é com a sociedade (já que foi um júri popular).”

José Cláudio e Maria do Espírito Santo

José Cláudio e Maria do Espírito Santo lutavam contra a ação de madeireiros e de grileiros

Moreira, absolvido no julgamento, era acusado de ocupar um lote de terra que teria sido comprado ilegalmente no assentamento. E, segundo a promotoria, ele teria mandando matar o casal para que eles parassem de ajudar as famílias que ali viviam e seriam expulsas com a efetivação do negócio.

“O mais perigoso (Moreira) está solto. Vou conviver com ele diariamente. Para ir para o lote dele, ele passa pelo meu. Para ir para rua, ela passa pela escola onde trabalho”, conta Laísa.

O veredicto também revoltou ativistas e defensores de direitos humanos.

“Ficamos frustrados especialmente por repetir o padrão brasileiro de condenar só o “peixe pequeno” e absolver o mandante”, disse à BBC Átila Roque, diretor-executivo da Anistia Internacional no Brasil, que acompanhou o julgamento em Marabá.

“Esse caso revela a falência do Estado em dois níveis. Tanto o de fazer valer o direito da posse de terra dessas pessoas, como o garantir a segurança delas. José Claudio e Maria fizeram várias denúncias de que estavam sendo ameaçados, inclusive no Incra. E essa negligência é uma constante nessa região desde os anos 80.”

Escolta

Diante deste cenário, Laísa conta que gostaria de ter proteção permanente, especialmente no caminho até a escola – o trajeto mais perigoso de seu dia.

De acordo com a Secretaria de Direito Humanos da Presidência, ela está incluída em um programa de proteção a defensores de direitos humanos.

Segundo informações do órgão fornecidas à BBC Brasil, “ela é acompanhada periodicamente pela Equipe Técnica Federal do Programa de Defensores de Direitos Humanos da Secretaria e a proteção ocorre por meio de deslocamentos com escoltas pontuais quando solicitadas pela senhora Laísa, feitas pela polícia militar do Pará”.

Laísa, no entanto, afirma que essa proteção periódica não é a ideal. “A polícia de Nova Ipixuna fica a 50 quilômetros do assentamento. Se algo acontecer comigo, quando eles chegarem, eu já estou gelada”.

Em busca de melhorar sua proteção, Laísa embarcou nesta sexta-feira para Brasília para discutir seu caso com a Secretaria de Direitos Humanos

  
 

4 horas atrás

Palavras para lembrar — Jules Renard

por anisioluiz2008
 

Reblogged from Peregrinacultural’s Weblog:

Click to visit the original post

Menina lendo no seu quarto, antes de 1936

Emil Karl Rau ( Alemanha, 1858-1937)

óleo sobre tela,  76 x 55 cm

“Cada uma de nossas leituras deixa um grão que germina.”

Jules Renard

4 horas atrás

L.A. IMAGES: VINTAGE L.A.

por anisioluiz2008
 

Reblogged from TOKIDOKI:

Click to visit the original post

  • Click to visit the original post

3APR13. Los Angeles, CA.

4 horas atrás

On a Classic Cat and Mouse

por anisioluiz2008
 

Reblogged from A Frank Angle:

Theme song

.
A classic cat chases mouse routine leading to mayhem and destruction featuring

Tom

  • A cat who naps, eats and chases Jerry
  • Seldom talks
  • Thinks of schemes to catch Jerry
  • Originally called Jasper

Jerry

  • The clever mouse with an impish grin
  • Seldom talks
  • Charmer
  • Usually triumphant

Created by William Hanna and Joseph Barbera for Metro-Goldwyn-Mayer (MGM),

Hanna and Barbera produced and directed 114 from 1940 to 1957…

Read more… 206 more words, 4 more videos

4 horas atrás

Uso de algemas em audiência é permitido desde que não haja constrangimento desnecessário do réu

por anisioluiz2008
 

Reblogged from Diálogos Políticos:

Click to visit the original post

O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, ajuizou, no Supremo Tribunal Federal (STF), reclamação (RCL 15500), com pedido de liminar, contra uma decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) que anulou processo a partir da audiência de instrução e julgamento, na qual o acusado teria permanecido algemado. O PGR pede que sejam restabelecidas a validade de todos os atos processuais proferidos pelo juízo da 1ª Vara Criminal da Comarca de Viamão (RS).

Read more… 294 more words

4 horas atrás

A Cura do Coxo por Pedro e João – Pieter Aertsen

por anisioluiz2008
 

Reblogged from Gilson Santos:

Click to visit the original post

  • Click to visit the original post

 

The Miraculous Healing of a Lame Man by Peter and John, 1575, Pieter Aertsen (Dutch Northern Renaissance Painter, ca.1508-1575), Oil on wood panel, 55,5 x 76 cm (21.9 x 29.9 in.), The Hermitage, St. Petersburg, Russia. Large sizehere.

4 horas atrás

“Salomé com a Cabeça de João Batista” – Mattia Preti

por anisioluiz2008
 

Reblogged from Gilson Santos:

Click to visit the original post

 

“Salome with the Head of St John the Baptist”, second half of 17th century, Mattia Preti (Italian Baroque Era Painter, 1613-1699), Oil on canvas, 120 x 171 cm, John and Mable Ringling Museum of Art, Sarasota, Florida, USA. Large sizehere.

Herodes, com efeito, mandara prender João e acorrentá-lo no cárcere, por causa de Herodíades, a mulher de seu irmão Filipe, pois ele a desposara e, na ocasião, João dissera a Herodes: “Não te é lícito possuir a mulher de teu irmão.” Herodíades então se voltou contra ele e queria matá-lo, mas não podia, pois Herodes tinha medo de João e, sabendo que ele era um homem justo e santo, o protegia.

Read more… 217 more words

5 horas atrás

OLHAR…

por anisioluiz2008
 

<a href=” photo imagem_zpsf431056e.gif“>

 

16 horas atrás

PREÇO DO TOMATE!!!!

por anisioluiz2008
 

PREÇO DO TOMATE!!!!

 

17 horas atrás

Manhãs, poesia de Irene de Sousa Pinto

por anisioluiz2008
 

Reblogged from Peregrinacultural’s Weblog:

Click to visit the original post

Fazenda Torrão de Ouro, 1990

Ferenc Kiss  (Hungria/Brasil,  1944)

Óleo sobre madeira, 24 x 33 cm

Manhãs

Cedo, na roça, estática, à janela,

Gozo destas manhãs a graça imensa;

E o sol, que é generoso, entra por ela

A dar topázios, sem pedir licença.

A luz se expande e a vida se revela

No cafezal e na campina extensa;

Read more… 103 more words

17 horas atrás

Bach-Kantaten im Kirchenjahr mit Radio-Sendungen – Videos und Kantaten-Beschreibungen für den Sonntag “Quasimodogeniti”

por anisioluiz2008
 

Reblogged from Volkers Klassikseiten J.S. Bach:

  • Click to visit the original post
  • Click to visit the original post
  • Click to visit the original post
  • Click to visit the original post
  • Click to visit the original post
  • Click to visit the original post

    BachFest 2013 Detmold vom  03.  bis  12. Mai 2013

Link  zum Bachfest 2013 in Detmold

—————————————————————————————————————————

Liebe Bach-Freunde/innen !

Eine Übersicht der Bach-Kantaten zum aktuellen Sonntag im Kirchenjahr steht zum Download bereit:  

Link:  Bach-Kantaten im Kirchenjahr – als PDF-Download

Weiterhin stelle ich für jeden Sonntag / Feiertag im Kirchenjahr für die Besucher von

„Volkers Klassikseiten J.S. Bach“

eine Hör- oder Sehprobe…

Read more… 2,332 more words, 6 more videos

21 horas atrás

Vantagens de se escolher um Vira Latas

por anisioluiz2008
 

Reblogged from :

Click to visit the original post

Os pets de raça são realmente encantadores. Lindos, fofinhos, eles seduzem até quem não é muito chegado a bichos de estimação. Difícil resistir a eles, não é mesmo?
Mas, para quem ama, de fato, os animais…, é mais difícil ainda não ficar enternecido com um cachorro de rua, cujo olhar pede apenas um pouco de comida e carinho.
Os vira-latas, como são mais conhecidos, são animais resultantes da mistura de várias raças; por isso, são também denominados SRDs (sem raça definida).

Read more… 425 more words

21 horas atrás

Dúvida Cruel

por anisioluiz2008
 

Reblogged from Words:

Click to visit the original post

Dúvida Cruel    

     ” A dúvida não é uma condição agradavel, mas a certeza é absurda”    Voltaire

Muito tem se falado sobre questões de compreensão da vida, e também de uma certeza absoluta infinita que realmente de conforto ao coração de todas as pessoas.Pode crer que é de praxe que no fundo as pessoas só acreditam no Deus da verdade, até porque se fosse diferente não existiria nenhum tipo de problemas no mundo.

Read more… 359 more words