Hospitais públicos violam direitos humanos, dizem médicos a Dilma

por Rosangela Basso
 
Hospitais públicos violam direitos humanos, dizem médicos a Dilma

JusBrasil

Após audiência com a presidente Dilma Rousseff no Palácio do Planalto, o presidente da Federação Nacional dos Médicos, Geraldo Ferreira Filho, afirmou nesta quinta-feira que têm ocorrido violações de direitos humanos nas emergências dos hospitais públicos brasileiros.  Segundo o representante da entidade médica, os hospitais federais do país, especialmente os do estado do Rio de Janeiro, se transformaram em verdadeiras “pocilgas humanas”.  “A Federação Nacional dos Médicos trouxe três problemas específicos para a presidente. Um é a violação de direitos humanos que tem ocorrido nos hospitais de emergência do Brasil. Outra questão é a degradação do atendimento. Os hospitais federais se transformaram em verdadeiras pocilgas humanas. Não têm a condição de dar o menor atendimento à população que lá procura”, criticou o representante dos médicos. Ferreira Filho se reuniu com a presidente e o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, ao lado de dirigentes do Conselho Federal de Medicina e da Associação Médica Brasileira.  Autor: Fabiano Costa, G1

Anúncios