Feira Cultural de Araçatuba foi um grande sucesso

por Hélio Consolaro
 
 
A Biblioteca Pública Municipal “Rubens do Amaral” realizou, nesta quarta feira (04), a quarta edição da Feira Cultural. O evento foi realizado pela Prefeitura de Araçatuba, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (SMC).

 

As escolas E.E. Altina Moraes Sampaio, E.E. Nilce Maia, E.E. Jorge Correia e E.E. José Augusto Lopes Borges participaram do evento, colaborando com a doação de livros para a biblioteca, além da troca de exemplares entre eles próprios.

 

Os alunos demonstraram total envolvimento e interação ao longo de toda a feira. O aluno do terceiro ano do ensino médio, Luiz Henrique Sousa, enalteceu o evento e destacou que o projeto “deveria ser levado a outras cidades da região”.

 

Para a idealizadora e coordenadora do projeto, Tânia Capelari, chefe dos serviços de biblioteca, a feira tem o intuito de promover a interação dos alunos de escolas diferentes e o “incentivo à leitura”.

 

INTERAÇÃO

 

Os escritores araçatubenses Antonio Luceni, Elaine Alencar e José Hamilton Brito interagiram com os alunos, tirando dúvidas e respondendo às perguntas deles, além de distribuírem autógrafos. O escritor José Hamilton Brito ressaltou que a leitura é importante para todos os alunos, desde o ciclo inicial até o curso superior, e que a “interação é fundamental entre eles”. Para a escritora Elaine Alencar, que já está em sua segunda participação no projeto, a iniciativa dos organizadores do evento é uma das “melhores coisas” que ela viu nos últimos tempos. Já Luceni, destacou a importância de ações como esta “para o fomento e aprofundamento na formação leitora”.

 

 

O escritor Antônio Luceni discursa para os presentes, tendo ao fundo Henry Mascarós, diretor municipal de Cultura e o escritor Hamilton Brito

 

Estiveram também presentes no evento o Diretor de Cultura Henry Mascarós, a Chefe de Gabinete do Secretário Municipal de Cultura, Rosimeiri Locatelli, a Diretora do Departamento de Preservação do Patrimônio, Margareth Martins, e membros da comunicação da Secretaria de Cultura.

 

Após a feira, os alunos acompanharam uma peça de teatro de fantoches, criada pelos alunos da E.E. Altina Moraes Sampaio, e um emocionante vídeo sobre a importância do livro. A escola vencedora da gincana de arrecadação de livros foi a E.E. José Augusto Lopes Borges, com um total de 275 exemplares doados à biblioteca. O aluno que mais arrecadou livro foi premiado, além de brindes distribuídos a todos os participantes.

 

Secretaria Municipal de Comunicação Social – SMCS Prefeitura Municipal de Araçatuba – PMA

 

(18) 3607- 6500 Hélio Consolaro é professor, jornalista, escritor. Membro da Academia Araçatubense de Letras. 

4 horas atrás

Governo Federal garante R$ 5,7 bilhões para Araçatuba

por Hélio Consolaro
 
 
Relatório do PAC2 mostra que município está sendo alvo de investimento bilionário em infraestrutura. Imprensa nacional destaca força da economia local para mudar vidas para melhor

 

Araçatuba continua colhendo os frutos do trabalho de fortalecimento das bases de sua política econômica. Depois de se transformar em um dos municípios que mais gerou emprego nos últimos anos no Brasil, agora está sendo alvo de investimentos bilionários e ganhado destaque na mídia nacional pelos resultados obtidos na melhoria de vida da sua população.

 

Nesta semana, relatório do Ministério do Planejamento discriminou quanto e aonde está sendo investida verba do PAC 2 (Programa de Aceleração do Crescimento). E foi revelado que Araçatuba está recebendo R$ 5,79 bilhões em investimentos. Este é o maior investimento direto feito pelo Governo Federal ao município em toda sua centenária história.

 

Na quarta-feira (3), reportagem de página inteira do caderno “Agronegócios”, do jornal “Valor Econômico”, enfatizou que, enquanto a mecanização agrícola tem criado problemas sociais em vários municípios por causa do desemprego, em Araçatuba esta realidade é diferente. E isso tem acontecido porque o ciclo de desenvolvimento araçatubense tem aberto novas frentes de trabalho, principalmente na construção civil.

 

O “Valor Econômico” é fruto de parceria entre os maiores grupos de comunicação do País: as Organizações Globo e a Folha de S. Paulo. Atualmente, ele é o maior jornal de economia, finanças e negócios do Brasil. Há 12 anos no mercado, o Valor conquistou a credibilidade e confiança dos principais executivos e formadores de opinião do País, tornando-se referência entre um grupo de leitores altamente qualificado.

 

TRABALHO ESTRATÉGICO

 

Segundo o prefeito de Araçatuba, Cido Sério, este bom momento econômico é fruto de uma política que une captação de investimentos públicos e privados e qualificação de mão de obra. “Temos tido um olhar especial às nossas famílias, criando vagas de emprego para o pai, a mãe e os filhos. E os estamos qualificando com cursos gratuitos, a fim de que possam estar preparados para atuar no mercado”, explica o prefeito Cido Sério.

 

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico e Relações do Trabalho de Araçatuba, Carlos Farias, o crescimento do município tem bases concretas. “Não estamos falando de uma onda, ou uma bolha. Araçatuba tem feito um trabalho sólido que une a captação de investimentos com o incentivo aos empreendedores locais e qualificação de mão de obra. O prefeito Cido Sério tem nos orientado a fortalecer as bases, para que possamos aproveitar o crescimento de uma forma positiva e duradoura”, enfatiza Carlos Farias.

 

 
BILHÕES PELO PAC

 

De acordo com o relatório do Ministério do Planejamento, Araçatuba está recebendo R$ 5,79 bilhões somente pelo PAC 2. No período de 2011 a 2014, serão 3,43 bilhões. Após 2014, mais R$ 2,36 bilhões estão garantidos.

 

Criado em 2007, no segundo mandato do presidente Lula (2007-2010), o Programa de Aceleração do Crescimento promoveu a retomada do planejamento e execução de grandes obras de infraestrutura social, urbana, logística e energética do País, contribuindo para o seu desenvolvimento acelerado e sustentável.

 

Pensado como um plano estratégico de resgate do planejamento e de retomada dos investimentos em setores estruturantes do País, o PAC contribuiu de maneira decisiva para o aumento da oferta de empregos e na geração de renda, e elevou o investimento público e privado em obras fundamentais.

 

Em Araçatuba, destacam-se, deste valor, os R$ 9.969,18 milhões em pavimentação e qualificação de vias urbanas, com inserção de drenagem, guias, sarjetas e calçamento dos bairros Jardim das Oliveiras e Verde Parque. Também o investimento de R$ 3.416 milhões no sistema de logística de etanol, que une os estados de Goiás, Minas Gerais e São Paulo.

 

Constam, ainda, no relatório do ministério, e merecem destaque, os R$ 2,8 milhões destinados à construção de duas UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) nos bairros Icaray e Umuarama. Também são R$ 3.989,11 para construção de creches e pré-escolas; R$ 2.020 para a Praça de Esportes e da Cultura e outros investimentos que atendem as áreas de saúde e pavimentação, por exemplo.

 

MERCADO DE TRABALHO

 

Já a reportagem do jornal “Valor Econômico”, assinada pela jornalista Fabiana Batista e com fotos de Claudio Belli, faz um panorama aprofundado do impacto da mecanização agrícola nos municípios produtores de cana-de-açúcar.

 

De acordo com dados apurados pelo jornal junto ao CIC (Centro de Tecnologia Canavieira), “no ano 2000, quando a produção de cana ocupou 3,8 milhões de hectares na região Centro-Sul do País, as máquinas responderam por 28% da colheita total. Já na atual safra (102/13), que ocupou mais de 7 milhões de hectares, o percentual chegou a 85%”.

 

E o trabalho jornalístico segue mostrando que os governos municipais que se preparam, conseguiram evitar uma catástrofe social e econômica. E Araçatuba é uma delas. Tudo isso, segundo o secretário Carlos Farias, aconteceu porque a “lição de casa foi feita”.

 

Ele explica que, boa parte desta mão de obra, está sendo qualificada para ser absorvida pelos setores da construção civil e comércio. Em entrevista ao “Valor Econômico”, ele enfatizou que, atualmente, estão sendo construídos seis condomínios horizontais, mais de 30 torres comerciais, além de três mil casas do programa “Minha Casa, Minha Vida”. Ainda, dois shoppings centers estão sendo edificados na cidade.

 

“Estamos na quinta ou sexta turma de formação de mão de obra para a construção civil. As construtoras também fazem seus cursos”, disse o secretário ao jornal. Todos esses fatores fazem de Araçatuba, hoje, um dos municípios que mais se desenvolveram nos últimos anos. Hélio Consolaro é professor, jornalista, escritor. Membro da Academia Araçatubense de Letras. 

4 horas atrás

Araçatuba lança editais para produção musical e literária

por Hélio Consolaro
 
Show “Outros tempos”, de Zé Renato, subsidiado pelo Fundo Municipal de Apoio à Cultura em 2012

A Secretaria Municipal de Cultura de Araçatuba, por meio do Fundo Municipal de Apoio à Cultura, realizará concurso visando à seleção de projetos de “Difusão e Circulação de Espetáculos Musicais” e para “Fomento à Publicação de Livros Inéditos no Município de Araçatuba”. 
As inscrições para espetáculos musicais poderão ser efetuadas entre os dias 20 e 24 de maio de 2013, na sede da Secretaria Municipal de Cultura. O projeto visa à produção de atividades musicais de artistas araçatubenses.

 

A premiação está dividida em três módulos:

 

Módulo 1: dez prêmios, de R$ 8 mil cada um, para espetáculos musicais de qualquer gênero musical;

 

Módulo 2: sete prêmios, de R$ 6 mil cada um, para espetáculos musicais que tenham seu repertório baseado na cultura caipira do interior paulista, constando, obrigatoriamente, composições de Tião Carreiro.

 

Módulo 3: dez prêmios, de R$ 5 mil cada um, para espetáculos musicais que tenham como base de seu repertório músicas derivadas da cultura afrodescendente.

 

A íntegra do edital, e todas as informações sobre o concurso, pode ser consultada no blog:www.conselhocult.blogspot.com e na sede da SMC, localizada na rua Anita Garibaldi, 75, centro, Araçatuba, das 09h às 12h, das 13h30 às 17h.

 

PUBLICAÇÃO DE LIVROS

 

“Prisma Poético”, Antenor Rosalino, um dos três livros publicados pelo Fundo Municipal de Apoio à Cultura de 2012

Para “Fomento à Publicação de Livros Inéditos no Município de Araçatuba”, as inscrições poderão ser efetuadas entre os dias 20 e 24 de maio de 2013, na sede da Secretaria Municipal de Cultura. O projeto visa a produção de material literário de escritores locais. 
O concurso está dividido em três módulos de premiação. São eles:

 

Módulo 1: três prêmios, de R$ 7 mil reais cada um, para publicação de livro de autor individual. Permite-se a mistura de gêneros.

 

Módulo 2: dois prêmios, de R$ 7 mil cada um, para publicação de livro coletânea.

 

Módulo 3: dois prêmios, de R$ 8 mil cada um, para publicação de livro de literatura infantil.

 

A íntegra do edital, e todas as informações sobre o concurso, pode ser consultada no blog:www.conselhocult.blogspot.com e na sede da SMC, localizada na rua Anita Garibaldi, 75, centro, Araçatuba, das 09h às 12h, das 13h30 às 17h. Mais informações pelo telefone (18) 3636-1270 Hélio Consolaro é professor, jornalista, escritor. Membro da Academia Araçatubense de Letras. 

5 de Abril de 2013 06:44

Federalização da Fundação Educacional de Araçatuba

por Hélio Consolaro
 
 
Hélio Consolaro* 
Há um movimento, encabeçado por funcionários e professores da Fundação Educacional de Araçatuba, pela sua federalização. Se o objetivo for alcançado, passará a ser uma universidade federal. Então, o antigo sonho de Araçatuba ter um curso de medicina fica mais próximo da realidade. Aliás, motivo principal de sua criação em 1967.

 

Alegam os proponentes que, se Bauru teve a sua fundação estadualizada, por que não sonharmos com a federalização, já que governos, federal e municipal, são comandados pelo Partido dos Trabalhadores, com o prefeito Cido Sério tendo prestígio em Brasília? Há lógica no raciocínio.

 

 
Enquanto o sonho ainda é uma luta, por que não conhecermos melhor a nossa Fundação?  Ela oferece seis cursos: Administração, Ciências Biológicas, Ciências Econômicas, Matemática, Pedagogia e Psicologia. Também oferece quatro cursos de pós-graduação: administração pública, educação especial, psicopedagogia e psicanálise.

 

A FEA possui quatro revistas: Avesso do Avesso, Economia e Pesquisa, Turismo e Pesquisa (anuais) e um site: http://www.feata.edu.br. Durante o ano promove quatro eventos: FEA Fórum, FEA Livre e Pé na Estrada.  O seu curso de Pedagogia atingiu a nota 4 (máxima é 5), disputando com outras universidades públicas. E os demais cursos vêm com sua nota crescendo no ENADE.

 

A FEA é uma fundação de caráter público, por isso seus professores são concursados, presta contas ao Tribunal de Contas do Estado, ao Executivo e à Câmara, fazendo parte do orçamento municipal. Como não paga impostos, tem condições de oferecer cursos mais baratos. Hoje a mensalidade varia de  R$ 238,00 a R$ 489,00, mas com a federalização poderá ser totalmente gratuita. A FEA possui 18 turmas de alunos, funcionando de manhã e à noite, totalizando 844 alunos.

 

Quem são seus alunos? Ironicamente, fundada para ser a solução de problema das classes média e alta, que precisavam mandar seus estudarem fora, hoje, ela atende em sua maioria (63%) pessoas da classe C (ascendente), com renda de 02 a 05 salários mínimos.

 

Perguntados por que escolheram a FEA para estudar. Em torno de 50% fizeram a escolha pela qualidade do ensino e por ser a faculdade mais barata da região, fazendo o casamento perfeito entre preço e qualidade. Os pais têm apenas o ensino fundamental incompleto, 89% fizeram o ensino médio em escolas públicas e 82% trabalham, além de estudar na FEA. Também é bom dizer que 91% dos alunos moram em Araçatuba.   

 

Enquanto há instituições universitárias do ensino particular em crise, a FEA está em ascensão, tendo à frente do Conselho de Curadores o professor e engenheiro Raul Silva. É bom dizer que o conselho é um órgão deliberativo, normativa e fiscalizador cujas decisões são discutidas e votadas por ele. Os curadores e seu presidente nada recebem, são voluntários.  Estaria muito melhor se administrações municipais de Araçatuba, passadas, da época de sua fundação, tivessem acreditado nela em seus primórdios. 

 

*Hélio Consolaro é membro do Conselho de Curadores da FEA, representando o Rotary Club.

 

Pesquisa institucional fac fea – 2004-2012 from Hélio Consolaro   Hélio Consolaro é professor, jornalista, escritor. Membro da Academia Araçatubense de Letras. 

Anúncios